A misericórdia de Deus nos visitou

Misericórdia é sentir no seu coração o que o coração do outro sente

Pregação Pe Fábio 269x329

Padre Fábio de Melo prega no Hosana Brasil 2016 – Créditos: Daniel Mafra/Canção Nova

O tema desta palestra é tão bonito! “A misericórdia de Deus nos visitou.” Mas o que é misericórdia? Nós já falamos, já rezamos, já cantamos a misericórdia; mas ser misericordioso é sentir, no coração, o que o coração do outro sente.

Quem chorou por aqueles jogadores da Chapecoense? Você que é mãe e viu aqueles caixões enfileirados, com certeza pensou que poderia ser um dos seus filhos ali.  Você que é esposa, imaginar seu esposo ali! O seu coração sente com o deles. Isso é misericórdia! E essa é a primeira coisa que Jesus oferece ao outro, Sua misericórdia. É isso o que me faz padre, a misericórdia de Deus.

 

A misericórdia é divina, mas também é humana

No encontro de Jesus com Zaqueu não há nada de sobrenatural. Jesus não o curou de câncer, não fez nada de sobrenatural para ele. Só ouve um olhar entre eles.

Zaqueu já conhecia Jesus, já O admirava, pois ouviu falar de Sua eloquência. Zaqueu, no entanto, sentia-se tão miserável, tão indigno, que não foi nem junto aos outros, por onde eles foram para ver o Senhor. Zaqueu ficou à beira do caminho, em cima de uma árvore.
Jesus também não foi pelo caminho normal, sensível como era.

Quantas pessoas passam pela nossa vida? Mas nunca esqueceremos de uma que nos amou quando não merecíamos amor. Jesus quis Zaqueu por perto quando este não merecia, pois ele estava envergonhado da vida que vivia, com perguntas gritando no coração, buscando o entendimento que não passa pela razão.

Quando penso no que Jesus fez na vida de Zaqueu, eu me pego pensando naquela passagem: “Prestem a atenção no que eu estou fazendo, porque vocês irão fazer coisas maiores”. Nosso primeiro gesto evangelizador não é quando abrimos a boca, mas quando olhamos para alguém, pois ou nosso olhar abraça ou ele rejeita. A primeira palavra, o primeiro abraço que damos em alguém é com o olhar.

Zaqueu estava aprisionado na vida que levava, não se sentia digno de descer da árvore e abraçar Aquele homem. Ele estava acorrentado aos preceitos religiosos que o desclassificavam; mas, de repente, ele foi escolhido para que Jesus ficasse em sua casa.

Nunca mais a vida dele foi a mesma. Sabe por quê? A única religião que pode transformar a nossa vida é aquela que nos faz ser amigos de Deus, que nos faz ficar à vontade na presença d’Ele.

Deus não tem vergonha de você

Deus não tem nenhum problema em receber você. Não sei quando a misericórdia o visitou, o que eu sei é que você já foi amado quando não merecia ser. Deus não tem vergonha de você.

Não sei quais são os entraves que você traz no coração, não sei com quais dificuldades você teve de lidar. O que sei é que é eu também tenho uma facilidade de julgar a mim mesmo, pelos meus fracassos, viver em cima de uma árvore, fingindo que a conversa de Deus não é comigo.

Bartimeu também estava à margem por causa daqueles que diziam que ele não era digno de ir até Jesus. Mas o Senhor lhe perguntou uma coisa simples: “O que queres que eu te faça”.

O que um cego poderia querer? Um barco, uma casa na praia. Não! Ele não perdeu tempo e pediu o que precisava; ele sabia que a visão lhe abriria portas para que conquistasse outras coisas.

Eu olho para você aqui e imagino o que o faz ter esse olhar entristecido: as mágoas ou a arrogância que você tem? Ou é esse sorriso bonito que esconde uma pobreza material?

público 595x420

Peregrinos acompanham pregação do Padre Fábio de Melo no Hosana Brasil 2016 – Créditos: Daniel Mafra/Canção Nova

Quando me dizem: Deus lhe pague, padre! Eu respondo: “Já pagou!”. Eu vivo só para agradecer. Eu coloco minha vida nas mãos d’Ele e peço que abra as portas pelas quais eu preciso passar, mas que também feche aquelas que não me competem.

Graças Pai!

Posso lhe dizer uma coisa? Se pudéssemos acabar 2016 hoje seria bom! Ô ano difícil!
Mas quem disse que não podemos terminá-lo hoje? O nosso tempo é cronos, mas o tempo de Deus é kairos.

“Sendo seus colaboradores, exortamos-vos a não receberdes em vão a graça de Deus, pois ele diz: No momento favorável, eu te ouvi, no dia da salvação, eu te socorri”. É agora o momento favorável, é agora o dia da salvação” (Cor 2, 1-2).

Pela força de Deus podemos terminar o ano que não nos fez bem. A decisão é agora, podemos descer da árvore agora [como Zaqueu].

O político que precisamos é aquele que seja influenciado pelo pensamento de Jesus. Que seja honesto. Preciso viver o Evangelho, ser influenciado por ele. Nós precisamos de pessoas que nos coloquem no lugar em que temos de estar, para que não nos corrompamos também. Vamos modificar o mundo com nosso cristianismo!

Você pode dizer: “Ah, padre, estou tão ferido!”. Eu respondo: “É no caminho que vamos alcançando nossa cura”. Deus precisa ter acesso a nós, e é no caminho que vamos alcançando aquilo que Ele quer de nós.

Chega de preguiça! Naquilo que Deus permite, naquilo que Ele lhe nega, você vai tendo a graça de crescer.

Minha história não foi fácil não! Mas eu não me sinto vítima, não quero me sentir vítima. Sigo agradecendo às pessoas que foram passando pela minha vida e me colocando no lugar em que Jesus pudesse me encontrar.

A pessoa certa no lugar errado

Quais as pessoas que eu escolho? Quais têm influência sobre mim para que Deus construa o padre Fábio que eu sou? Lembro-me da tia Ló, uma pessoa que já morreu, mas que uma vez me disse: “Você não pode ficar aqui! Vá buscar o que Deus tem para fazer em você!”. Naquela expulsão, que eu não entendi, fui buscar a vontade de Deus.

pe fábio 800x300

Padre Fábio de Melo – Créditos: Daniel Mafra/Canção Nova

Eu era a pessoa certa no lugar errado. Então, vem aquela pessoa que lhe diz: “Opa, vem aqui!”. Essa pessoa é o melhor amigo que você pode ter na vida. Aquele que lhe propicia a salvação. E a melhor amizade acontece pela misericórdia.

Hoje é o dia favorável, não é amanhã, não! É hoje!

Obrigado, Senhor, por me trazer ao Hosana Brasil, para me mostrar que hoje é o dia favorável para a minha salvação.

Veja também:
Ninguém seja deixado para trás
Prega tuas derrotas na cruz de Cristo
Deus é o vencedor do nosso presente, passado e futuro

Este Hosana é especial

Este é o Hosana da vida. Se somos cristãos e temos a oportunidade de sermos visitados por Deus, não podemos viver isso sozinhos, temos de promover que outros se encontrem com essa misericórdia.

Hoje, é o dia de olharmos para nós mesmos, olhar aquilo que não nos identifica com Jesus.
A graça de Deus está à sua disposição, mas o descer da árvore é particular. Começamos a viver esse processo e ele não terá fim. Quanto mais caminhamos em Deus, mais nossa consciência vai ficando clara sobre o que fazer, como ser; por isso vamos ficando melhores em indicar o caminho para os outros.

Deus ainda não desistiu de você. Desça da árvore.

Hoje, estou consagrando o dia 4 de dezembro como o Dia da sua salvação.

Transcrição e adaptação: Sandro Arquejada

Assista a essa pregação pelo Canção Nova Play 


Padre Fábio de Melo


Sacerdote da Diocese de Taubaté – SP

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo