Nossas misérias são alvo da misericórdia

As nossas misérias não conseguem superar a misericórdia de Deus

o-advento-e-para-preparar-o-seu-coracao-para-ser-santificado

Padre Fabrício Andrade. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

No segundo domingo do Advento, a Igreja, com sua liturgia, coloca-nos a caminho, em preparação para o Natal, mas ela não faz isso sem a nossa participação.

Você já tentou ajudar uma pessoa que não quer ser ajudada? Quando tentamos ajudar um alcoólatra – e há tantos meio para fazer isso! –, ele diz: “Eu não sou viciado!”. Enquanto a pessoa não aceitar ajudar, nenhum tratamento será eficaz para ela.

Todo ano, a Igreja nos coloca em preparação para o nascimento de Jesus, mas pensamos que a liturgia é para o marido, para o padre e outras pessoas. Gastamos tanto tempo pensando nos outros, e nem percebemos que Deus estava falando conosco. Mas, hoje, essa mensagem é para você.

Deus lhe trouxe a este encontro para estender Sua mão até a direção do seu coração. Mas para isso você precisa querer ser ajudado e preparado, porque, quando tomamos consciência, temos disposição para a preparação.

meu _presente
Não há como entrar no Ano da Misericórdia sem encontrar os miseráveis. Estou fazendo um caminho para dizer aquilo que você já sabe, mas não quer ouvir. A sua doença é não querer ser preparado. O Papa, no entanto, convida-o a preparar-se na escola de João Batista, a deixar-se ser alcançados por essa preparação.

A verdade dói mas precisa ser dita

Gente, não é fácil amansar um ser humano dizendo a verdade para ele, porém não tem outro jeito de nos aproximarmos dele sem lhe dizer a verdade. Verdade é algo que todo ser humano precisa ouvir, mas dói ouvi-la. É igual a uma gordinha dizendo: “Comecei a tomar shake ontem. Olha como emagreci!”. Gente, ela se olha, vê que está gorda, mas quer que alguém minta para ela. Nós queremos alguém que minta para nós, porém a mentira não nos prepara, ela nos deforma. A mentira nos amansa, mas o que nos tornará realmente mansos é a capacidade de dizermos: “Eu preciso ouvir a verdade”.

Pegue o Evangelho de hoje, que está em Lucas 3,1-6 (eu vou mais adiante até o versículo 10): “E a multidão o interrogava, dizendo: Que faremos, pois? E, respondendo ele, disse-lhes: Quem tiver duas túnicas, reparta com o que não tem, e quem tiver alimentos, faça da mesma maneira.” João Batista estava dizendo à multidão para que praticassem a caridade, fizessem com a vida aquilo que eles escutavam. João Batista foi dizendo a verdade para amansar aquele povo.

Veja também:
Um ano da dedicação do Santuário do Pai das Misericórdias
Manter a coroa de glória
Eu quero a misericórdia
Operários do tempo da misericórdia
Volta pra casa do Pai, é tempo de misericórdia


O Evangelho continua: “E chegaram também uns publicanos, para serem batizados, e disseram-lhe: Mestre, que devemos fazer? E ele lhes disse: Não peçais mais do que o que vos está ordenado.” João Batista estava tocando nas autoridades que estavam roubando o povo. Deus também vai nos tocar, mas para nos mostrar as nossas feridas e misérias.

Aqueles homens eram pecadores públicos e foram atrás de João Batista para lhe perguntar o que deviam fazer. Faça a pergunta ao Senhor: “Deus, o que eu devo fazer?”. Só faz essa pergunta a Ele quem sabe que precisa ser preparado. Os pecadores públicos foram amansados por João Batista, que lhes dizia para pararem de roubar.

o-advento-e-para-preparar-o-seu-coracao-para-ser-santificado00

“A nossa miséria não consegue superar a misericórdia de Deus” afirma padre Fabrício. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Essas palavras são para você que não dá o braço a torcer em casa, quando é você quem faz alguma coisa errada, mas joga a culpa nos outros.

Querem um copo com água e açúcar para ficarem calmos? Então, dê-lhes a água com açúcar e lhes diga a verdade. Nós chegamos num ponto em que a pessoa que fala a verdade é inconveniente. Se você tem um irmão, um amigo ou companheiro que só diz o que você quer ouvir e não a verdade, caia fora dessa relação. Antes só do que mal acompanhado!

João Batista atraiu a multidão e continuou anunciando: “E uns soldados o interrogaram também, dizendo: E nós, que faremos? E ele lhes disse: A ninguém trateis mal nem defraudeis, e contentai-vos com o vosso soldo”. O profeta falava à multidão e cada um ia sendo tocado.

É preciso abrir o coração para receber a misericórdia

O Advento é para preparar o seu coração para ser santificado. Não adianta abrir a Porta Santa se você não abrir o seu coração para receber a misericórdia.

Quando Deus estende a mão e o toca, Ele fala a verdade que você precisa ouvir; e, às vezes, isso causa dor. É comum as pessoas fugirem de quem lhes diz a verdade. “Me engana que eu gosto!”… Mas João Batista, como profeta, foi chamado para preparar o caminho do Senhor. Não porque Jesus precisasse, mas porque se Ele chegar sem que você seja amansado, vai fugir da Sua misericórdia.

Só há sentido na misericórdia se você reconhecer que é alvo dela. É isso que a segunda leitura está dizendo para nós hoje: “E isto eu peço a Deus: que o vosso amor cresça sempre mais, em todo o conhecimento e experiência, para discernirdes o que é melhor. E assim ficareis puros e sem defeito para o dia de Cristo, cheios do fruto da justiça que nos vem por Jesus Cristo, para a glória e o louvor de Deus (Fl 1,9-11).

A nossa miséria não consegue superar a misericórdia de Deus. Você se entortou tanto, que parece não ter mais jeito, mas a salvação é para todos, ela alcança a todos. Para que um dia você possa cantar “maravilhas fez comigo o Senhor”, é necessário passar pelo processo de reconhecer “eu sou miserável e trago as minhas misérias”. Se você se deixar ser alcançado, será purificado por Deus.

Eu preciso lhe mostrar que Deus é capaz de fazer e realizar o impossível. Sabe qual é o grande grito do Hosana que precisamos dar hoje? A entrega do nosso coração. A misericórdia pede a confiança e lhe diz: “Entregue-me tudo”. Padre, mas os meus pecados? Entregue-os a Deus, deixe-O cuidar do seu coração.

Transcrição e adaptação: Fernanda Soares

meu presente(1)


Padre Fabrício Andrade


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo