Permanecer vigilantes

É tempo de estarmos vigilantes, na alegre esperança do Senhor que vem

Permanecervigilantes

Padre João Marcos. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Jesus é louvado, para sempre, em sua vida? Muitas vezes, falamos sem dar a devida atenção ao que estamos dizendo.

Vivemos este tempo de graça na Igreja em que somos chamados a louvar o Senhor e louvar especialmente com nossa vida, com nossa entrega. Este tempo é de vigilância, súplica, de alegre esperança no Senhor que vem. Vivemos neste tempo de expectativa!

Experimentamos Jesus na Palavra, na Eucaristia, no irmão, mas aguardamos ansiosos a segunda vinda de Nosso Senhor, porque se vivo nesta expectativa consigo louvar a Deus todos os dias, com a minha vida, com tudo que vivo, com a minha família, com meu trabalho, com minha saúde ou na falta dela.

Vivemos nesta expectativa de que, a qualquer hora, Jesus pode voltar. Como está sua expectativa, como você tem se preparado para o encontro com Jesus? Não sabemos o momento em que Jesus virá, por isso precisamos ficar vigilantes. Não podemos perder essa expectativa!

Muitos não acreditam que Jesus é o Salvador, o Senhor, e como homens e mulheres de Deus não podemos perder essa expectativa da vinda de Jesus. Será que esperamos ardentemente o Senhor? Ele pode chegar a qualquer momento! Será que temos esse desejo de buscar a santidade?

Em 2 Cor 4, 1 lemos: “Por isso não desanimamos deste ministério que nos foi conferido por misericórdia.” Nós vivemos no tempo da graça, no tempo da benção de Deus e não podemos perder a oportunidade de mergulhar no amor de Deus, nesta graça. Muitas vezes, temos medo de mergulhar em Deus, temos medo de mergulhar na piscina da graça e nos encharcar da presença de Deus, de fazer uma experiência nova. Mas, não podemos nos acomodar!

O inimigo vai colocar em você o desânimo para rezar, mas não somos de perder o ânimo como diz a Palavra. É tempo de rezarmos, é tempo de vigilância! É tempo de fazer uma reflexão de vida. Na primeira leitura em Isaías 26, 2-4: “Abri as suas portas, para que entre um povo justo, cumpridor da palavra, firme em seu propósito; e tu lhe conservarás a paz, porque confia em ti. Esperai no Senhor por todos os tempos, o Senhor é a rocha eterna.”

O profeta Isaías anuncia tempos melhores para o povo que confiou no Senhor e que não voltou atrás. Ser de Deus é bom sim, preenche o nosso coração, mas ser de Deus custa, exige doação, exige dedicação.

“Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos Céus, mas o que põe em prática a vontade de meu Pai que está nos céus.” (Mateus 7, 21). Não basta dizer que sou católico, não basta usar um símbolo religioso se não permito que Deus transforme a minha vida, que Ele mude a minha mentalidade. Não podemos viver a hipocrisia! Precisamos deixar que Deus toque o nosso coração e nos converta.

Permanecer_vigilantes

“Onde está sua fé? Onde está sua confiança em Deus?” (Pe. João Marcos). Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Precisamos pedir ao Senhor a graça da libertação da fofoca

De nada adianta eu rezar o rosário e não permitir que essa oração transforme a minha vida. A Palavra de Deus precisa transformar o nosso coração. Peçamos ao Espírito Santo que vá transformando a nossa vida, transformando o nosso coração!

“Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as põe em prática, é como um homem prudente, que construiu sua casa sobre a rocha.” (Mateus 7, 24)

Construir a casa sobre a rocha depende de muita entrega, de muito sacrifício. Muitas vezes, desistimos fácil. Que tipo de casa você tem construído para você? Eu digo que creio que Deus é o Senhor da minha vida, mas se vem alguma enfermidade, já procuro uma benzedeira e não confio na Palavra de Deus, não confio na Eucaristia que recebo em todas as missas. Onde está sua fé? Onde está sua confiança em Deus? Que Senhor tenho invocado na minha vida?

“Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos deram contra a casa, mas a casa não caiu, porque estava construída sobre a rocha.” (Mateus 7, 25)

Veio o câncer, vieram tribulações, veio a falta de dinheiro, e não preciso buscar nada mais além do Senhor, porque eu confio Nele. Ele é o Senhor da minha vida! Muitas vezes, encontramos dificuldade para cavar sobre a rocha, mas mesmo na dificuldade para construir sua casa, não deixe de buscar a Deus. Você precisa ser mais firme nos seus propósitos, seja mais firme nas suas lutas! Construa sua casa na firmeza da rocha, mesmo que custe, mesmo que seja sofrido, porque vale a pena ser de Deus!

“Meu filho, se entrares para o serviço de Deus, permanece firme na justiça e no temor, e prepara a tua alma para a provação; humilha teu coração, espera com paciência, dá ouvidos e acolhe as palavras de sabedoria; não te perturbes no tempo da infelicidade, sofre as demoras de Deus; dedica-te a Deus, espera com paciência, a fim de que no derradeiro momento tua vida se enriqueça. Aceita tudo o que te acontecer. Na dor, permanece firme; na humilhação, tem paciência. Pois é pelo fogo que se experimentam o ouro e a prata, e os homens agradáveis a Deus, pelo cadinho da humilhação. Põe tua confiança em Deus e ele te salvará; orienta bem o teu caminho e espera nele. Conserva o temor dele até na velhice.” (Eclesiástico 2, 1-6)

Padre João Marcos Polak – Comunidade Canção Nova

Transcrição e adaptação: Míriam Bernardes

contribuicaocn1

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo