Proclamar a vitória em Jesus, mesmo nos sofrimentos

proclamar-a-vitoria-em-jesus-mesmo-nos-sofrimentos

Heloísa Paiva – Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Proclame a vitória: Diante dos sofrimentos somos abatidos, mas não destruídos

“Porém, temos este tesouro em vasos de barro, para que transpareça claramente que este poder extraordinário provém de Deus e não de nós. Em tudo somos oprimidos, mas não sucumbimos. Vivemos em completa penúria, mas não desesperamos. Somos perseguidos, mas não ficamos desamparados. Somos abatidos, mas não somos destruídos. Trazemos sempre em nosso corpo os traços da morte de Jesus para que também a vida de Jesus se manifeste em nosso corpo. Estando embora vivos, somos a toda hora entregues à morte por causa de Jesus, para que também a vida de Jesus apareça em nossa carne mortal” (II Coríntios 7,4-11).

Existe aqui uma promessa maravilhosa! Quem não tem dificuldades e desafios? Foi-nos prometido uma vida fácil? Não! Quantos dissabores enfrentamos no dia a dia! Isso faz parte da nossa vivência.

Às vezes, quando algo “aperta nosso calo”, não conseguimos reagir, mas precisamos ter fé, olhar além, enxergar que temos um Deus que tudo pode. Não podemos nos esquecer de que Jesus morreu e venceu a morte. Essa é a nossa fé. Cremos num Deus que venceu a morte e que nos tornou capazes de vencer as tribulações.

O Senhor nos faz transcender, Ele nos faz mais forte após cada luta e nos fortalece no espírito e não na carne. O que é visível vai passar, mas a nossa alma, onde Deus habita, torna-se mais forte na fé após cada tribulação.

Deus quer manifestar a graça da ressurreição em nós, mesmo que nos sintamos frustrados. Temos de acreditar que Ele age em nossa vida, mesmo diante daquilo que parece impossível aos nossos olhos.

Mesmo com câncer, senti-me a pessoa mais amada por Deus

Estou na Canção Nova há 16 anos. Cheguei na comunidade no ano 2000; em 2002, no auge da minha entrega a Deus, descobrir que estava com câncer.

Sou enfermeira e queria oferecer todo meu trabalho no Posto Médico Padre Pio, mas não era o que Deus queria para mim naquele momento. Ele me disse: “Pare tudo, não é isso que eu quero de você”. O Senhor quis me amar por meio daquele câncer. Não foi fácil! Foram nove meses de quimioterapia e radioterapia, mas eu digo com muita serenidade: “Eu nunca me senti tão amada por Deus e por meus irmãos!”. Mesmo que nosso físico vá se arruinando, nosso interior vai se renovando dia a dia.
meu _presente

Deus cumpriu sua palavra e me curou do câncer

Eu fiquei assustada no início e fui fazer uma adoração. Então, disse ao Senhor: “O que está acontecendo? Eu lhe dei a minha vida! E agora?”. Deus falou comigo muito forte: “Não se preocupe, você não vai morrer”.

Durante o tratamento, fiz novos exames e já não encontraram mais células doentes em mim. Já estava na metade do tratamento, as células doentes não existiam mais. Deus falou novamente: “Você percebeu que não murmurou? Então, eu pude fazer o milagre, e o que eu faço é inteiro”.

O maior milagre não foi a cura física, mas a cura do coração

Hoje, estou diante de vocês para confirmar a graça de Deus em minha vida. Mais que curar meu físico, Ele curou meu coração. Esse foi Seu maior milagre. Eu não tive medo de morrer, porque o Senhor falou que ia me curar, mas a cura que me sustentou foi a do meu coração, das minhas feridas de vida. Foram nove meses de cura interior.

Todos nós necessitamos de cura interior. Foi um tempo de graça em que o amor penetrou em minha vida. A medicina agiu com os medicamentos, mas a cura que recebi não foi a cura por condições humanas.

evento_cancaonova

Fiéis acompanham atentamente a pregação – Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Precisamos buscar Deus nas situações que vivemos, no dia a dia. Às vezes, sofremos, porque não buscamos Deus, que está escondido nas situações; não olhamos para Ele com os olhos da fé. Precisamos buscar a intimidade com o Senhor. Eu só vivi assim, porque havia experimentado o encontro com a pessoa de Jesus, que está comigo o tempo inteiro. Precisamos dar tempo para Deus, porque senão nos tornamos pessoas fracas diante das tribulações.

Transcrição e adaptação: Willieny Casagrande

Participe da ação “Meu presente Canção Nova”

Livro Mário Mendes_30 mi para mudar seu dia

Adquira este produto em nossa Loja Virtual

 

Saiba como ajudar a Canção Nova


Heloísa Paiva


Membro da Comunidade Canção Nova. É celibatária, formada em enfermagem e atua na Equipe Vocacional.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo