Você está disposto a mudar?

Padre Toninho / foto: Daniel Mafra

Padre Toninho / foto: Daniel Mafra

De acordo com o tema deste Encontro da Divina Misericórdia: “Sede testemunhas da misericórdia de Deus”, temos uma missão a partir do encerramento deste evento, ou seja, devemos ser anunciadores da misericórdia. E como podemos ser testemunhas da misericórdia do Senhor nos dias de hoje? A liturgia desta Santa Missa nos ajuda a responder isso: “Buscai o Senhor, enquanto pode ser achado; invocai-o, enquanto ele está perto. Abandone o ímpio seu caminho, e o homem injusto, suas maquinações; volte para o Senhor, que terá piedade dele, volte para nosso Deus, que é generoso no perdão” (Is 55, 6-7). O Senhor espera a nossa conversão, isto é, uma mudança de vida.

Cada cristão tem que ter Deus como seu “GPS”, permitir que Ele assuma o controle da sua vida e, sempre que for necessário, mudar a rota. Você faz isso? Você é dócil à vontade de Deus? Essa mudança deve acontecer dia após dia, pois o Senhor sempre o espera. Uma coisa é certa: mais do que uma mudança física, a misericórdia tem que transformar a nossa atitude interior. A verdadeira mudança acontece de dentro para fora e é Deus quem a faz.

O que adianta colocar uma bela roupa apenas para ser visto. Se você se deixar moldar pela misericórdia, tanto por dentro como por fora, você será uma pessoa nova. Tudo isso acontecerá se nós invocarmos a todo o momento a misericórdia, pois como diz a Sagrada Escritura devemos insistir nisso oportuna e inoportunamente, pois “O Senhor está perto da pessoa que o invoca!” (Salmo 144).

Estamos sempre à procura de novidades. E Deus tem sido sempre uma novidade para você? O Evangelho tem sido uma novidade para sua vida? Deus tem sempre algo novo a nos mostrar. E hoje, o que você viu de novidade? No Evangelho de hoje, lemos a parábola do vinhateiro que foi em busca de trabalhadores para a sua vinha. Assim é o Senhor conosco: Ele sai, a todo momento, à nossa procura. E você, tem permitido que o Ele o encontre? Se você quer ir para o céu, abra o seu coração e permita-se ser visitado por Deus. Não seja um homem, ou uma mulher, que diz para Deus quando as coisas não dão certo: “Senhor, eu faço isso, faço aquilo. Rezo muito e todos os dias”. Não! Pare de falar seu currículo de misericórdia para Deus.

"A misericórdia de Deus vai dar um jeito em sua vida," disse padre Toninho / foto: Daniel Mafra

“A misericórdia de Deus vai dar um jeito em sua vida,” disse padre Toninho / foto: Daniel Mafra

O Senhor é um bom pagador, pois aos olhos de Deus somos todos importantes. Se você fez, durante toda a sua vida, obras de caridade, continue as fazendo, mas faça-as com o coração aberto e não para as incluir em sua “lista de bondade”. Queremos sempre mostrar para Deus as melhores coisas que fazemos. O Senhor nos conhece, é justo e age com misericórdia: “os últimos serão os primeiros, e os primeiros serão os últimos”. Faça uma revisão e pense: “Em que eu preciso mudar?”

As palavras convencem, mas é o testemunho de vida que arrasta. Saiamos deste encontro com o coração aberto a mudanças. Reze: “Espírito Santo, não me deixe esquecer tudo aquilo que aprendi nestes dias”. Se colocarmos em prática, ao menos uma frase daquilo que ouvimos nestes dias, saiba que já possuiremos a certeza do céu. A misericórdia faz milagres, assim como fez e faz na minha vida, com certeza fará na sua. Não pare em suas misérias, mas confie que tudo pode ser mudado pela força da oração.

Transcrição e adaptação: Luana Oliveira


Padre Toninho Justino Filho


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo