A cruz é a chave para entrarmos no Reino do céu

É inútil milagre sem transformação de vida, por isto, a cruz é a chave para entrar no Reino do céu

Vamos perceber as direções que Deus dá às nossas vidas vislumbrando àquilo que Deus fala aos nossos corações nas celebrações da Santa Eucaristia. A liturgia dá o tom para nossos encontros.

269x329---vertical-materia

Padre Roger Luís – Foto: arquivo cancaonova.com

A última Palavra será do Deus que é justo e não da injustiça. Será daquele que julgará o mundo com justiça.

O que o Senhor quer nos falar?

Veio ao meu coração uma direção de Deus pedindo que déssemos um passo, o de buscar uma fé amadurecida, trabalhada por Deus. Essa fé se dá na descoberta da vontade de Deus a nosso respeito. A vontade de Deus para nossa vida é a nossa salvação. Nossa fé precisa caminhar nessa certeza.

O grande temor que trago no coração é de promover no meio do povo uma realidade materializada.

Jesus nunca pregou uma fé materialista, ele sempre agiu no poder. Fico preocupado com a fé que se dá no material, Deus até nos dá. Se vivemos uma fé material não ficamos em nossa Igreja, porque se não der certo vamos para onde tem bruxos, feiticeiros e outros que nos oferecem facilidades. Ficamos a mercê do inimigo de Deus que quer nos confundir a nossa fé. Acreditamos em um Deus que se deu por nós, Ele realiza curas e libertações, mas o melhor ele já fez que foi salvar você. Isso precisa entusiasmar nosso coração, está é a fé da Igreja.

Na primeira Carta aos Coríntios 1, 18 -24; São Paulo vai dizer que: “Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus.
Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, E aniquilarei a inteligência dos inteligentes. Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo? Visto como na sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação. Porque os judeus pedem sinal, e os gregos buscam sabedoria;
Mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos. Mas para os que são chamados, tanto judeus como gregos, lhes pregamos a Cristo, poder de Deus, e sabedoria de Deus”.

A graça que temos de nos aproximar do salvador, da cruz de Cristo pregar a Cruz de Cristo, experimentar o poder da Cruz de Cristo nos dá o poder de caminhar dias após dia sobre a face da terra. A vitória de Deus sobre nossa vida de cristão, nossa casa, sobre o mal e o pecado é a cruz de Jesus

Você já pensou no seu julgamento?

Devemos ter a fé que não nos permite sentirmos medo de olhar para nossa vida e meditar sobre o juízo. Os místicos da Igreja nos ensinam que meditar sobre a morte é um exercício espiritual constante de conversão.

O profeta traz a realidade do acampamento Clamando por Milagres, não adianta ser curado na saúde e minha vida, minha história não ser transformada. De que adianta Deus resolver minha vida financeira, se no dia da minha morte não for para junto Dele?

595x420-Materia

Padre Roger Luís preside Santa Missa de abertura do acampamento Clamando por Milagres – Foto: arquivo cancaonova.com

É inútil milagre sem transformação de vida. Que maravilha a pessoa que foi curada do câncer, mas e o câncer do pecado? Levantou da cadeira de rodas, mas e a paralisia da vida afastada de Deus?

Estou pedindo a Deus de coração sincero, que aconteça milagres de conversão em nosso meio. A convocação de Joel, o profeta de que fala a liturgia de hoje, é para a conversão: prescrever o jejum sagrado, chamar o povo para clamar ao Senhor Deus.

O dia do Senhor está às portas, chegando com a força devastadora da tempestade, o dia do Senhor está chegando para cada um de nós. A palavra de Joel não massageia nosso ego, nem nos deixa em nossa área de conforto,  nos coloca em estado de solidariedade.

Joel nos traz a graça de Deus: “Tocai trombeta em Sião, gritai alerta em meu santo monte; tremam os habitantes da terra, pois está chegando o dia do Senhor, ele está às portas. É um dia de escuridão fechada, dia de nuvens e remoinhos; como aurora espraiada nos montes, assim é um povo numeroso e forte, tal como jamais se viu algum outro nem jamais se verá, até os anos de gerações futuras”. Todos nós somos chamados a este clamor.

Chamado de Deus para a Igreja

Este é o chamado para a Igreja de Cristo: penitência, quebrantamento, clamor em assembleia e resposta à experiência de Deus.

“Repreendestes as nações, e os maus perdestes, apagastes o seu nome para sempre. Os maus caíram no buraco que cavaram, nos próprios laços foram presos os seus pés. Mas Deus sentou-se para sempre no seu trono, preparou o tribunal do julgamento; julgará o mundo inteiro com justiça, e as nações há de julgar com equidade.” (Salmo 9)

Se passarmos pelo vale da morte saberemos que o Senhor está conosco e Ele nos honrará. Muitas vezes, parece que estamos na Igreja e só padecemos, parece inútil servir a Deus, isto é uma crise que vem quando não fundamentamos nossa fé. Mas a palavra diz: “O Senhor tem o nome dos justos na cabeça, mas do ímpio não”.

A Palavra de Deus é dura, exigente mas nos coloca na realidade. O Senhor se deixa encontrar, tocar. Desejo que você queira tocar no Senhor com fé, nos abaterão dificuldades, mas sabemos que Deus está conosco. É pelo dedo de Deus que acontecem as libertações.

O maior milagre que buscamos é o nosso coração transformado. Curado do câncer, com o coração transformado, tenho a garantia do céu.

Transcrição e adaptação: Rogéria Nair 

Adquira esta pregação pelo telefone: (12) 3186 – 2600 

contribuicaocn1

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo