Famílias edificadas para um mundo novo

Onde você tem edificado a sua família?

Padre Christyan Shankar. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Padre Chrystian Shankar – Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

“Reforma é coisa boa, só reformamos o que tem valor para nós, o que não tem valor jogamos fora”, ressalta Padre Chrystian

Para que possamos ter uma reflexão que transforme as nossas famílias convido você a abrir as escrituras em Mateus:

“Aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as põe em prática é semelhante a um homem prudente, que edificou sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, vieram as enchentes, sopraram os ventos e investiram contra aquela casa; ela, porém, não caiu, porque estava edificada na rocha. Mas aquele que ouve as minhas palavras e não as põe em prática é semelhante a um homem insensato, que construiu sua casa na areia. Caiu a chuva, vieram as enchentes, sopraram os ventos e investiram contra aquela casa; ela caiu e grande foi a sua ruína” (Mateus 7, 24 – 27).

Não somos chamados a edificar a nossa casa esperando que as coisas aconteçam, mas tendo atitudes concretas. Muitas vezes, nos reunimos em rodinhas de conversas e reclamamos da vida, do cônjuge e dos filhos e assim se tem impressão de que quem reclama do que está ruim quer melhorar, mas é mentira. O que prova que queremos mudar são as nossas atitudes concretas.

O primeiro homem deste Evangelho construiu a sua casa sobre a rocha que é Jesus, já o segundo construiu sobre a areia. Veja o que a Palavra de Deus está nos dizendo, você é o construtor da sua vida e da sua família.

Não podemos deixar a rocha para construir a nossa casa sobre a areia. Antes de procurar uma bênção é preciso criar vergonha, tomar decisão e construir a casa. Se você faz o que é errado, Deus não vai compactuar com você. Mais cedo ou mais tarde sua casa vai desmoronar.

Deus está dando a você uma oportunidade de construir a sua vida, casamento, lar sobre a rocha que é Jesus Cristo e são as nossas ações que erguem nossa casa sobre a rocha. Quando os problemas vierem saberemos recorrer ao Senhor porque a nossa casa está sobre a rocha que é Jesus.

O tema desta pregação é: “Famílias edificadas para um mundo novo”, precisamos compreender o significado da Palavra edificar, alguns de seus significados é: construir; erigir uma construção; fundar; instituir; infundir sentimentos morais e religiosos.

Edificar é sempre uma coisa boa. Muitos gostam de fruta, temos um grande exemplo com elas. Elas levam tempo para ficarem boas e para isto exige paciência. As frutas não nascem maduras, é preciso esperar um tempo para elas ficarem saborosas. A paciência é uma virtude que precisamos ter em nossas famílias. O bom da fruta não é ela nem verde, nem madura; enquanto está verde, está imprópria para consumo, quando está madura está perto de apodrecer. A fruta boa é enquanto amadurece, este é o melhor estágio.

Quero dizer com isso, se você puder escolher um destes estágios dentro de sua família, escolha o estágio de amadurecimento, fica melhor a cada dia. Cuidado com a autossuficiência, você pode ser uma fruta podre, estar achando que sabe demais, ser um chato e apodrecer os outros.

Famílias participam do Acampamento na Canção Nova. Foto: Wesley Alemida/cancaonova.com

Famílias participam do Acampamento na Canção Nova. Foto: Wesley Alemida/cancaonova.com

Nossa família precisa passar por uma reforma. Reforma é coisa boa, só reformamos o que tem valor para nós, o que não tem valor jogamos fora. Nossa família para ser edificada precisa de uma reforma. Reformar quer dizer colocar na forma de novo. Será que não precisamos de uma reforma para os maridos e as esposas?

Hoje todos querem ser reformados por fora, está na hora de reformar o coração. Existem muitas famílias bonitas por fora, mas por dentro não há amor, não há carinho, não há diálogo.

Quatro pontos concretos, para você guardar no coração, e restaurar sua família:

1º Passo: Relacionamento com Deus: Não acredito em mudança sem Deus. A reforma de que precisamos passa pelo nosso relacionamento com Deus. Rezar antes de conversas com a esposa e os filhos sobre um assunto delicado.

A oração me faz ver o invisível. Quando você reza, tem certeza de que aquilo que não vê é realidade, a oração abre os nossos olhos da fé. Existem muitos casais brigando, pais e filhos que não combinam porque não rezam. Existem muitas tentações querendo fazer com que você se separe, com que seus filhos caiam nas drogas, na perdição. A nossa luta não é contra a carne, mas contra os principados.

2º passo: Precisamos fazer de nossa casa um ninho de amor. No ninho os passarinhos dão de comer aos filhotes, defendem do inimigo, quando os filhotes criam pena a fêmea voa do ninho para buscar mais comida.

Você se sente a vontade em estar com sua família? Sente-se bem?

Podemos gostar de vários lugares, não há melhor lugar que a nossa casa a nossa família. Tenha pressa para estar com sua família, para voltar para casa. Transforme a sua casa em um ninho de amor

3º passo: Reunião familiar semanal. Marque no seu calendário um dia para sua família ficar junta. Reúna sua família, assistam um filme, joguem, rezem. Família que se reúne é mais feliz! Peçam perdão os que não conseguem se reunir mais por causa das mágoas e voltem a se reunir.

4º passo: Frequência a casa de Deus. “Bendito seja Deus que nos uniu no amor de Cristo”, é necessário frequentar a casa de Deus, vá ao sacrário, fale com Jesus, leve a sua vida para o Senhor. Frequentar a casa de Deus torna a nossa vida melhor. Reze, o Espírito Santo tem o poder de nos amadurecer.

Quando estamos verdes o Espírito Santo pode nos amadurecer e nos tornar melhores.

Transcrição e adaptação: Rogéria Nair


Padre Chrystian Shankar


Pároco do Santuário Nossa Senhora Aparecida em Divinópolis – MG

Facebook
Twitter
Blog

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo