A revolução sexual quer nos escravizar

A revolução sexual tem muito impacto na nossa vida quando não nos aprofundarmos na vida de oração

Profº Felipe Nery. Foto: Paula Dizaró/cancaonova.com

Hoje, o tema proposto para refletirmos é a revolução sexual. Pode parecer que não tem muito a ver conosco, pode parecer alguma coisa já passada na história e, talvez, nem percebamos o impacto disso em nossa vida. Por que é importante falar sobre essa temática da revolução sexual, se é algo que alguns ouviram falar na década de 50 e 60?

Precisamos refletir sobre alguns pontos. Um deles é sobre a manipulação da massa. Pensamos que nunca seremos manipulados, não conseguimos enxergar isso, inclusive, porque parece teoria da conspiração e, isso, é deixado de lado.

O Papa João Paulo II chamou-me a atenção sobre esse assunto. Na oitava Jornada Mundial da Juventude, ele disse: “Com o tempo, as ameaças contra a vida não diminuem. O século XX será considerado uma época de ataque massivos contra a vida. Os falsos profetas e falsos mestres conseguiram o maior êxito possível além das intenções que podem ser várias, e apresentam aspectos convincentes, até mesmo em nome da solidariedade. Estamos, na realidade, diante de uma conspiração objetiva contra a verdade”.

Ele estava dizendo aos jovens: “Levanta, estão te alienando de propósito”. Ele estava tentando mostrar que tinham pessoas contra o povo. É preciso diagnosticar isso para poder ajudar o próximo.

Uma nova cultura, uma nova ideia de homem, uma nova sociedade, questões como essas estão sendo tocados no Brasil e no mundo.

Colocam em nós várias vontades

Quando eu era pequeno, lembro-me de um judoca que ganhou uma medalha e, depois disso, muitas pessoas foram fazer judô. Com isso, quero dizer que, nos apresentam uma coisa e logo a queremos fazer. Se um novo sanduíche é apresentado na televisão, então, queremos experimentar; quantos adolescentes veem que lançou um iPhone novo e pedem aos seus pais. Colocam em nós várias vontades.

Os programas de TV usam várias técnicas para implementar um novo ser, querem mudar o nosso modo de ser.

O campo onde mais se fala contra a Igreja é a sexualidade, mostram como se a Igreja fosse repressora. O que não nos contaram está descrito na parábola do filho pródigo, onde um jovem considerava o pai como morto, e acaba apascentando os porcos. É exatamente esse o problema da liberdade, quando se afasta de Deus Pai para fazer uma nova experiência, a vida se torna ruim.

O que é o gênero? É fazer com que o homem se revolte contra si mesmo e, com isso, muitos problemas estão sendo ocultados. O número de suicídio no Brasil tem aumentado, e aumentará ainda mais, porque existe uma revolução silenciosa na educação infantil, onde estão fragilizando as pessoas.

Crise da verdade

Estamos diante de uma crise da verdade e do amor. A questão da verdade é o tema central da revolução sexual, pois só quem é livre tem o domínio para se entregar. Querem nos levar para esse amor livre por vias que não estamos enxergando.

A impopularidade por falar a verdade causa medo nas pessoas. A sociedade não quer admitir a verdade e não pensam que ajudarão outras pessoas falando da verdade.

É importante perceber que, há um processo que quer nos escravizar e, a tal revolução sexual, foi trazendo consequências. Como não conhecemos a verdade, achamos que está tudo certo. Foram mostrando às famílias como era difícil ter filhos, colocaram na cabeça das famílias uma série de justificativas para não se ter muitos filhos.

As grandes mídias nos sabotam 

O cérebro é divido em três partes, uma delas é o córtex cerebral. Esse é responsável pela parte que cuida da reflexão e da atenção para entender as coisas. Como as grandes mídias acabam nos sabotando? Elas não querem nos dar tempo de entender as coisas, ficam estimulando a límbica para que tenhamos repulsa a qualquer coisa que seja mais profunda, que nos ajude a pensar e mudar. A cabeça está fragmentada com coisas rápidas, somos estimulados e reféns das coisas rápidas.

A liberdade é, justamente, fazer o que se deve, o que é a vontade de Deus. A revolução sexual tem muito impacto na nossa vida (e ainda terá mais ainda), se não nos aprofundarmos na vida de oração. “Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus” (Mateus 5,8).

Confira também: 
.:A adaptação sexual no início do casamento
.:Sexualidade: entenda o seu verdadeiro significado
.:Abuso sexual infantil: como identificar uma possível vítima?

Banner do canal PlayCancaonova no Youtube

Transcrição e adaptação: Karina Silva

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo