O que é a celebração da Epifania?

A Solenidade da Epifania é uma das festas mais importantes da Igreja

Padre Paulo Ricardo/arquivo cancaonova.com

Celebramos, com alegria, a solenidade da Epifania do Senhor. E, com essa solenidade, encerra-se o Tempo do Natal. Temos duas festas na Igreja mais importantes: a Páscoa do Senhor e o Natal.

O que rege e governa a data do Natal é o ciclo solar, por isso, é sempre no mesmo dia, 25 de dezembro. Já, a Páscoa, é marcada pelo ritmo da lua, ou seja, em cada ano é numa data diferente, pois a Páscoa é marcada pela primeira lua cheia, do início da primavera na terra de Jesus.

A Igreja, ao encerrar as festas de Natal, com a solenidade da Epifania, anuncia as festas móveis que se movem no calendário de acordo com a lua: Quarta-feira de Cinzas, Paixão do Nosso Senhor. Então, na festa de hoje, se deve anunciar a Festa da Páscoa.

O que é a celebração da Epifania?

É a manifestação de Deus. Quando Jesus nasceu, Deus manifestou o Salvador para o mundo inteiro. Nós que não somos judeus sabemos que, durante séculos, Deus preparou o povo para a vinda do Salvador.

Quando Deus criou o paraíso, Adão e Eva viviam em harmonia, mas a partir do pecado, o mundo perdeu essa harmonia. Desde então, vemos um mundo como o nosso, onde há morte, dor, pecado, sofrimento.

Porém, Deus que não abandona seu povo, já no primeiro momento após o pecado dos nossos primeiros pais, Ele já prometeu um Salvador. A partir de Adão e Eva estávamos fadados ao inferno, mas Deus, em sua bondade, resolveu nos enviar um Redentor para que fossemos salvos.

Confira também:
.: Veja outras pregações do “Acampamento Revolução Jesus”
.: Veja como foi o “Aprofundamento Radical 2019”
.: Confia as foto do “Acampamento Revolução Jesus”

Então, surgiu Abraão, 2 mil anos antes de Cristo. Deus manda Abraão sair da terra dele e  promete a ele uma descendência. Assim, o Senhor começou a traçar o percurso da nossa salvação. Depois vem toda a história dos profetas que você já conhece.

Não estava claro para aquele povo que o Salvador que viria seria somente para a salvação dos judeus ou de todos os homens, mas na festa de hoje, isso se revela, pois quando o Senhor se manifesta aos magos, eles eram pagãos.

O Salvador veio para todos, Deus usou do povo judeu, ele escolhido para a salvação de toda a humanidade. Jesus é a descendência da mulher, filho de Abraão, filho de Davi, filho de Deus.

Hoje, celebramos os reis magos vindos do oriente. Estamos tão acostumados com o Evangelho, que não sabemos o que são magos. Eles são feiticeiros, seguidores de falsas religiões. Seguiam uma falsa religião, mas ainda assim, Deus toca o coração deles, eles seguiram a estrela, e encontram o menino.

A tradição nos diz que eles são magos, reis daquela certa religião. O Evangelho diz que eles despuseram das suas coroas e adoram o Menino. Era para ser Herodes o adorador do Menino, mas ele se apegou em sua coroa e quis matar o Menino.

Transcrição e adaptação: Rogéria Nair

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo
Pregações Youtube