Receba a alegria de Deus

Padre Adriano Zandoná

Receba a alegria de Deus

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, padre Adriano Zandoná falou sobre a alegria em sua homilia durante o Acampamento Revolução Jesus.

Meus queridos irmãos e irmãs, o Evangelho de hoje é muito conhecido, pois ele fala sobre as Bodas de Caná.  No Evangelho de João, existem sete principais sinais que demonstram a divindade de Jesus. Desses setes sinais, o primeiro foi realizado numa festa de casamento.

Festa de casamento é um lugar de alegria. O vinho, na Bíblia, é símbolo de alegria, e isso mostra que Deus gosta da alegria. Deus é alegre, e onde Ele está, está a alegria.

Para nós que estamos concluindo este Acampamento Revolução Jesus, precisamos viver esta metamorfose, o cristão precisa se transformar para ser semelhante a Cristo.

Jovem, saiba que um sinal autêntico do seu cristianismo, da sua fé, é a sua alegria.

Alegria não quer dizer agitação, barulho, mas sim aquilo que vem de dentro, da certeza de Deus, é jubilo, é celebrar a vida.

Deus, em Cristo encarnado, quis fazer o Seu primeiro sinal numa festa, justamente multiplicando, transformando a água num elemento que simboliza a alegria, o júbilo.

As festas de casamento demoravam sete dias. As pessoas viajam para chegar ao lugar da festa, então, sem o vinho, a festa ficava destituída da alegria. Deus, justamente, quis fazer o seu primeiro sinal num casamento, dizendo: “Onde eu estou, a alegria está, a alegria verdadeira, a alegria que vem de dentro, a alegria que não é  falsa, uma alegria que não é ilusão”.

↑ topo