Santidade: caminho para felicidade

/Foto: Wesley Almeida

Dhyne Eliz/Foto: Wesley Almeida

Não precisamos buscar a santidade nas coisas grandes e, sim, nas coisas pequenas. Como está sua vida? Como está seu quarto? Precisamos todos os dias nos exercitar para sermos santos. Cada dia é uma oportunidade para ser santo.

Deus olha para o seu coração hoje, Ele acredita em você e nos criou para sermos felizes. Deus trouxe um novo sentido à nossa vida. Há um Deus que nos ajuda a sermos santos nas pequenas coisas. Em um olhar há santidade. Hoje Deus quer purificar o nosso olhar. Santidade não é nada mais nada menos que amar em todas as situações.

Eu não sei o que você vive em sua casa, mas sei que você tem pessoas que te amam e que são amadas, mas muitas vezes há brigas. Hoje não vamos olhar aquilo que é ruim, mas o que é bom e tudo que é bom foi Deus quem fez. Deus respeita a nossa liberdade, Ele não nos violenta, Deus não nos fez robozinhos que ele programa e pronto. Deus nos fez livres, por causa do Seu amor.

Muitas vezes temos medo da vontade de ser Deus, temos vontade de ser donos de nós mesmos. Eu preciso me deixar encontrar com Deus. Precisamos ter cuidado com que o mundo tem nos oferecido.

Eu tenho uma família maravilhosa, só que não dava valor, eu e meu irmão queríamos ser livres, não concordávamos com minha família. Minha mãe queria me preservar. Aos meus 13 anos eu busquei a minha liberdade e ali eu deixei ser envolvida pelo mal, comecei a fumar, a beber, assim minha vida foi mudando, eu queria curtir, ir para balada e quantas vezes eu menti e saí à noite para encher a cara. Quantas vezes eu me deixei ser usada pelos meninos, na hora é bom, mas quando chegava em casa, que trancava no meu quarto eu tocava na minha infelicidade.

Eu deixei o pecado me tomar de um jeito, que eu ignorava as pessoas que estavam ao meu lado. Eu não estudava, só colava, fui crescendo sem conteúdo, fazendo minha família sofrer. Chegou uma época que fiquei desesperada, achava que estava grávida, me envolvi com um homem que me prometeu mundos e fundos e fui me deixando levar.

Em 2007 tive meu primeiro encontro com Deus, vim aqui na Canção Nova para um encontro, aí encontrei a verdadeira felicidade. Fui descobrindo o amor de Deus, que me esperou e cuidava de mim e de quantas coisas me preservou! Não deixe nada nem ninguém tirar sua dignidade. Deus espera por você!
Transcrição e adaptação: Míriam Bernardes

contribuicaocn1

 


Dhyne Eliz


Missionária da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo