PHN

Deixe a mão de Deus alcançar você

“Você hoje tem duas opções: você chama a Deus numa queda de braço ou você estende as mãos a Ele e O acolhe em um abraço”, exorta padre Fabrício

Padre Fabrício Andrade - Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Padre Fabrício Andrade – Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

No Evangelho de São Mateus, capítulo 12, versículos de 46 a 50, vamos nos ater ao gesto de Jesus em vez de ficar preocupados se aquelas pessoas eram os irmãos e a Mãe d’Ele. Vale lembrar que Jesus não estava em crise de identidade, despreocupado, nem havia se esquecido quem era a Mãe d’Ele. Tampouco Ele não estava maltratando os parentes; Ele queria apenas dar um passo a mais.

Jesus estendeu as mãos olhando para os discípulos: “Estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: ‘Eis minha mãe e meus irmãos. Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe” (Mt 12, 49-50). Nosso Senhor queria alcançar os discípulos lhes estendendo as mãos. Será que hoje Jesus, ao nos estender as mãos, também vai conseguir nos alcançar? Ao lhes estender as mãos, o Senhor quer dizer que aqueles que estavam diante d’Ele faziam a vontade do Pai.

Ao lhe estender as mãos Jesus pode dar esse testemunho sobre você? Você hoje tem duas opções: ou você chama a Deus numa queda de braço ou você estende as mãos a Ele e O acolhe em um abraço. Deus o trouxe aqui para lhe estender as mãos e receber o seu abraço. Precisamos estender as mãos para Deus e receber o descanso d’Ele. Todas as vezes em que “vencemos” a Deus tentando impor a nossa vontade, na verdade, não vencemos nada; pelo contrário, perdemos.

Sabe quem foi o primeiro modelo de quem fazia a vontade do Pai? A Virgem Maria. No dia de hoje, qual é sua escolha? Acolhe o Senhor numa queda de braço ou O acolhe em um abraço?

Muitos de nós deixamos de fazer a vontade de Deus para fazer nossa própria vontade. Há muita gente querendo provar que “quem manda na minha vida sou eu!”. Deus está lhe estendendo as mãos, o que você vai fazer? Vai lutar contra Ele ou vai trilhar um caminho de cura interior?

Santa Missa desta quinta-feira no acampamento PHN - foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Santa Missa desta quinta-feira no Acampamento “PHN 2015” – foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Não estou lhe dizendo que você deva virar uma pedra, você pode continuar tendo os seus projetos; mas, em primeiro lugar, que seja a vontade de Deus a imperar em sua vida. Precisamos permitir que a mão de Deus nos alcance. Fazem parte da família de Jesus aqueles que se deixam tocar pelas mãos de Deus Pai.

O Salmo de hoje fala sobre aquela que obedeceu a Deus, veja o que fez nela o Todo-poderoso. Veja o que Deus quer realizar em você, até mesmo em sua vida profissional.

Pense neste cenário: uma pessoa, por estar cansada do que tem vivido, precisa gritar socorro. Imagine-a em meio a este tumulto, então ela avista alguém lhe estendendo o braço. Certamente, essa ajuda lhe dará um sentimento de alívio. Se você está assim, então é hora de experimentar a cura interior. Pare de lutar contra Deus!

Cura interior começa nas mãos de Deus. Ele sabe ser firme com Seus filhos sem perder a ternura. Dentro de casa, estendemos as mãos uns para os outros o tempo todo para que nos ajudemos mutuamente ou fazemos isso para nos acusar dizendo: “A culpa é sua!”. Jesus não nos acusa, Ele quer nos curar e diz: “Eu posso curá-lo. Eu quero curá-lo, mas Eu o respeito”.

Você pode estender as mãos para o Senhor, falar para Ele de seus problemas e dos caminhos que você percorreu esperando encontrar alegria em seu caminho. Entregue-se nas mãos do Senhor. Deixe-O curar seu coração.

Jesus está estendendo as mãos para você e quer curá-lo. Deixe que as mãos estendidas do Senhor o alcancem. Não existem distâncias físicas ou geográficas que barrem a mão de Deus!

Transcrição e adaptação: Rogéria Nair

Adquira esta pregação pelo telefone: (12) 3186 – 2000

contribuicaocn1

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo