A Deus cabem as decisões

A essência da alegria ou da tristeza estão aqui: quando eu decido por Deus, isso me traz uma alegria, mesmo com algum sofrimento inicial. Quando decido pelo mundo, a alegria vem de início, mas é passageira.

Se existe alguém triste nesse mundo, é o diabo. Ele vive uma tristeza eterna, pois está condenado a isso. A nossa maior tristeza nesse mundo é viver fora de Deus. Se você é filho de Deus, é um perseguido do diabo, pois você vive a alegria. Essa alegria não será tirada de você, a não ser que você queira. O demônio só tem o poder quando você dá a ele. Qual é o poder do demônio sobre a sua vida?

O plano de Deus não é causar o mal para você, causar angústia, mas que você prospere, que seja santo. A decisão do Senhor é: você vai pro Céu. Mas ele precisa saber se essa é a sua decisão também.

Deus não negocia decisões

Não adianta fazer algo só se tiver outro em troca. Deus não fica negociando conosco. É preciso nos unirmos à vontade de Deus, pois só Ele sabe o que é melhor para nós. A partir de uma decisão tomada da parte dEle, Ele não volta atrás. Ser cristão no dia de hoje é uma decisão muito difícil.

Mesmo numa decisão tomada por Deus, foi preciso um sim humano, o de Maria. Deus tomou a decisão de que queria nascer em uma família, Maria Santíssima perguntou como isso aconteceria, e logo tomou sua decisão: Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a Vossa vontade! Ela não ficou questionando a Deus sobre o que aconteceria dali pra frente, mas aceitou a vontade de Deus para sua vida.

Quais são as suas decisões? Elas estão alinhadas juntas a Deus? Quando Ele toma uma decisão para nós, Ele sabe que somos capaz de realizar aquilo que nos foi escolhido. 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo