A cura na Igreja

Roberto Tannus
Foto: Natalino Ueda


“Depois dessas palavras, soprou sobre eles dizendo-lhes: Recebei o Espírito Santo. Àqueles a quem perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos” (João 20,22-23).

Jesus dá aos apóstolos a autoridade de perdoar os pecados. A Igreja que não tem sacerdote não tem autoridade para perdoar pecados. Se falta um padre na Igreja, falta a ela muita coisa. Mas muitas pessoas relutam para não ir até o sacerdote, para não confessar.

“Em verdade, todo pontífice é escolhido entre os homens e constituído a favor dos homens como mediador nas coisas que dizem respeito a Deus, para oferecer dons e sacrifícios pelos pecados. Sabe compadecer-se dos que estão na ignorância e no erro, porque também ele está cercado de fraqueza. Por isso, ele deve oferecer sacrifícios tanto pelos próprios pecados quanto pelos pecados do povo. Ninguém se apropria desta honra, senão somente aquele que é chamado por Deus, como Aarão” (Hebreus 5,1-4).

O sacerdote é constituído para a cerimônia, para a celebração do perdão dos pecados. Ele é um homem pecador como nós, mas recebeu o chamado do Senhor. Deus instituiu o sacerdócio ministerial. Um dos motivos pelos quais o sacerdote escolhe não se casar é uma escolha própria, uma vocação; há também o motivo cristológico, porque, para a Igreja, a referência do primeiro Sacerdote é Jesus Cristo, Aquele que não se casou e se manteve virgem. Outra razão é o fato de a Igreja ser a esposa do Sacerdote.

“Alguém entre vós está triste? Reze! Está alegre? Cante. Está alguém enfermo? Chame os sacerdotes da Igreja, e estes façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor. A oração da fé salvará o enfermo e o Senhor o restabelecerá. Se ele cometeu pecados, ser-lhe-ão perdoados.16.Confessai os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros para serdes curados. A oração do justo tem grande eficácia” (Tiago, em 5,13-16).

A parte alta que circunda o altar na celebração da Santa Missa se chama presbitério, o lugar do presbítero, do sacerdote, daquele que tem o poder de curar. A Igreja nos apresenta os sacramentos da cura e da reconciliação. O sacramento é algo que foi constituído pelo próprio Cristo, não pelo homem.

A confissão é sacramento de cura, salvação e misericórdia. Mas como está a sua confissão? Coloque-a em dia.

Sobre o sacramento da Eucaristia, João nos diz em 6,51: “Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente. E o pão, que eu hei de dar, é a minha carne para a salvação do mundo”.

A garantia de vida eterna é a Eucaristia e todo o mundo precisa comungar o Corpo de Cristo na Santa Missa. Aqueles que estão em segunda união devem ir à igreja e comungar o pão da Palavra, pois ele tem o mesmo efeito, a mesma validade e gera vida em abundância.

"O cálice de bênção, que benzemos, não é a comunhão do sangue de Cristo? E o pão, que partimos, não é a comunhão do corpo de Cristo?" (1Cor 10,16).

"Nada pode impedi-lo de buscar a salvação", afirma Tannus
Foto: Natalino Ueda

Somente na Igreja Católica o sacerdote levanta a hóstia e diz: “Eis o Corpo de Cristo”, porque ele leva essa palavra ao pé da letra. Se você não é católico, abra o coração e tire a capa do seu coração para a Palavra entrar. A Eucaristia é a atualização da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. A Palavra é verdadeira.

Se Jesus não estivesse no pão nem no vinho, São Paulo não nos deixaria duas advertências: “Se algum infiel vos convidar e quiserdes ir, comei de tudo o que se vos puser diante sem indagar de coisa alguma por motivo de consciência.28.Mas se alguém disser: Isto foi sacrificado aos ídolos, não o comais, em atenção àquele que o advertiu e por motivo de consciência.Dizendo consciência, refiro-me não à tua, mas à do outro. Com efeito, por que razão seria regulada a minha liberdade pela consciência alheia?” (ICor,10,27- 29).

Se alguém se aproxima, em pecado, do pão e vinho da Eucaristia comete um grave pecado para sua condenação. Isso é claro demais!

Quantos católicos estão se afastando da Missa, da confissão, dos sacramentos! A razão para que haja, entre nós, muitos doentes, fracos e mortos é a fata de comunhão com Deus. Nada pode impedi-lo de buscar a sua cura, a sua salvação. Deixe-se ser invadido pela misericórdia de Deus.

Agora, o Senhor Jesus toca no coração de pessoas que não são católicas, mas que estão se convertendo. Peça, de todo o coração: “Jesus, eu não quero ficar longe do banquete do Cordeiro. Quero agradecer ao meu sacerdote, quero rezar por ele, porque sei que, quando ele está vestido com a túnica e a estola, está na Pessoa de Cristo, que é a Cabeça da Igreja.

Hoje, jesus está tocando no coração de jovens que querem viver a virgindade. Jovens que querem consagrar seu corpo ao Senhor.

Não tenha medo de dar a sua juventude a Jesus. Diante dos desafios do mundo e dos prazeres, Cristo toca seu coração. Não olhe para as consequências, dê o seu 'sim' para o Senhor.



Adquira esta pregação pelo telefone (12) 3186-2600



Veja mais:


:: "No labirinto, jovens refletem sobre as escolhas feitas na vida'
:: "Sempre tive vontade de ter uma foto de família"
:: Trilha no Acampamento Revolução Jesus

:: Meu pai não é quadrado – pregação da Magda
:: Quero um amor maior- pregação padre Paulo Ricardo

:: Quero pegar, mas Cristo me pegou- pregação Emanuel
:: Modulo "Anazopiren"

 

Conheça mais do nosso conteúdo:

:: WebTVCN, muitos vídeos para você
:: Gente de fé, a sua comunidade de relacionamento cristã
:: Podcasts: ouça áudios sobre variados assuntos
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

Para o seu celular:

:: Canção Nova Mobile
:: CN Chama, a Palavra de Deus no seu celular
:: Iphone

Mais canais na web:

:: meadiciona.com/cancaonova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo