Acerte os ponteiros com o seu pai

Padre Paulo Ricardo
Foto: Flávio Pinheiro

Saul era verdadeiramente ungido, só que ele se tornou desobediente, se deixou levar pela vaidade. Vocês sabem que a vaidade é capaz de enlouquecer uma pessoa.

Vanglória é nós aplicarmos a nós mesmos uma glória que não é nossa, mas de Deus. Saul tudo recebeu do seu Pai do céu, recebeu a beleza física, a unção, e recebeu a missão de ser rei, apesar dele não merecer. Saul começou a se encher de orgulho e começou a desobedecer a Samuel. Quando ele já tinha desobedecido, Deus foi em busca de um outro rei e escolheu o pequeno Davi.

Davi que era um menino bonito, pelo jeito, aparentemente não era muito valoroso, e sim o mais fracote. Deus deixa de lado o vaidoso e escolhe o fraco que confia  n'Ele, porque Davi demonstra a sua confiança em Deus lutando contra o gigante Golias, com suas pedrinhas ele o vence, mas confiando em Deus e não em si próprio.

O povo começa a cantar as glórias de Deus comparando Davi a Saul. Quanto mais a pessoa se envaidece, mais as pessoas fazem piada e chacota. Nisso a vaidade de Saul chega a demência, Saul começa a ver naquele pequeno menino um adversário e tenta matar Davi duas vezes.

Deus entrega Saul nas mãos de Davi, aquele homem vaidoso é colocado em uma posição vergonhosa. Davi não era somente um ungido de Deus, ele tinha o coração de filho. Ele mal tinha cortado o manto e já se sentia culpado. Davi já aqui nessa passagem era o sinal de Jesus que perdoa o seu inimigo.

"Deixe de ser vaidoso e aceite e carregue a sua cruz com Cristo", exorta padre Paulo Ricardo
Foto: Flávio Pinheiro

Davi tem um coração de filho, sabe ser um súdito e soube obedecer mesmo Saul sendo um rei injusto e criminoso, ele o respeita. Qualquer um de nós teríamos dito: não tem porque ele respeitar Saul, ele não obedeceu a Deus, ele é um pecador", mas no entanto Davi respeita e diz no seu coração: "Que o Senhor me livre de fazer mau ao Seu ungido". Davi o chama de pai porque Saul era o rei.

Esse mandamento de Deus honrar pai e mãe é um mandamento de que se comenta dentro do Catecismo da Igreja Católica (CIC) sobre as autoridades. Exatamente aqui Davi chama Saul de pai, e Saul chama Davi de filho.

Se existe um bem espiritual, é você aprender que é preciso perdoar o seu pai, isso é uma tarefa e um dever espiritual.

Saul era tão vaidoso que ficou paranóico e achou que Davi estava fazendo um complô contra ele. O rei Davi só assumiu o reinado depois da morte de Saul. O triste final da história foi que na batalha Saul não suporta a derrota e se mata.

O vaidoso se acha melhor que os outros, todo mundo pode ter doenças, mas ele não. Deixe de ser vaidoso e aceite e carregue a sua cruz com Cristo.

Estamos no ano sacerdotal, vocês sabiam que os padres são pecadores? Sim, sabemos, mas sabemos também que eles são ungidos de Deus. Nós não gostaríamos que houvessem tantos escândalos com os sacerdotes, por isso Bento XVI proclamou o Ano Sacerdotal e pede para rezarmos pela conversão dos sacerdotes. Nós somos padres por misericórdia de Deus.

A Igreja Católica tem traidores do sacerdócio de Cristo, mas Ela prega, suplica, e diz aos menores de idade e aos jovens: não façam sexo antes do casamento, esta é a pregação da Igreja. Se tem uma instituição que protege os seus filhos é a Igreja Católica, enquanto os outros estão colocando camisinhas nas mãos dos seus filhos. Mas infelizmente existe traidores da castidade, traidores do sacerdócio de Cristo, mas porque é que se tem que colocar a culpa na Igreja quando é totalmente o contrário? Quando é a Igreja que prega a verdade.

Saul era um traidor de Deus, mas Davi não o tocou. Embora um padre cometa um pecado terrível de pedofilia, nós precisamos separar o homem pecador, do homem ungido de Deus.

Um filho que se revolta contra o seu pai, e não interessa se ele tenha cometido o maior pecado do mundo, seja ele, um alcoólatra ou seja o que for, não perdoá-lo é cortar o próprio galho onde se está sentado. Ainda que ele seja um traficante, não é ser cúmplice, mas de alguma forma você precisa perdoar o seu pai. Se você não perdoa faz mal a você mesmo, porque ele é a sua raiz, você estará cortando os seus próprios pés não perdoando-o.

"Se você não perdoa faz mal a você mesmo", diz padre Paulo Ricardo
Foto: Flávio Pinheiro

O filho que não perdoa o seu pai, termina repetindo os seus erros de alguma forma. Quem não perdoa o pai, acaba se destruindo, e muitas vezes acaba repetindo os mesmo erros, porque não consegue perdoar.

Nós temos que perder este vasto quadro de orfandade, mas de que forma? Perdoando os nossos pais. Davi nos ensina hoje quando ele perdoa Saul, porque sabia que se não perdoasse Saul quando ele fosse rei também não iria conseguir perdoar.

Do seu pai você recebeu o dom preciso de entrar nessa vida, então perdoe, porque o filho deve respeitar o pai, do contrário, estaremos cortando o galho que estamos sentados, é o mesmo que rejeitar a nós mesmos, porque 50% nós somos o nosso pai. Não é ser cúmplice, mas é preciso paciência, peça a ajuda de Deus, lance um grito a Deus Altíssimo. Davi perdoou Saul não porque tinha forças, mas porque pediu ajuda, era um ungido e recebeu a graça de Deus.

Acerte os ponteiros com o seu pai. Se o seu pai está vivo também reze por ele, dê o primeiro passo no seu coração, escreva cartas mesmo que você não as entregue naquele momento, mas faça até que você esteja pronto, dê passos. Quem sabe o seu pai está esperando que você vá até ele porque ele não tem coragem. Não espere seu pai morrer, beije seu pai agora que ele está vivo. Siga o exemplo de Davi, peça a ajuda de Deus.

No evangelho Jesus escolhe aqueles que Ele quis. Nós já falamos dos ungidos de Deus, então veja que a liturgia nos introduz nesse Ano Sacerdotal, onde Deus pede a nós que rezemos pelos sacerdotes.


Transcrição e adaptação: Célia Grego

 Assista trecho dessa homilia

 


Acompanhe as pregações pelo twitter @cancaonova e
retuite a mensagem que mais falar ao seu coração.

ADQUIRA ESTA PALESTRA PELO TELEFONE:
(12) 3186 2600

Veja também:

:: Leia este conteúdo no Iphone
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

 

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo