Ajoelhar-se é adorar

Padre Roberto Lettieri
Foto: Nara Bessa

Há uma tendência muito forte em banalizar a presença real de Jesus na Eucaristia. Isso se dá através de liturgias mal celebradas, ministros e ministras da Eucaristia mal formados ou que não tiveram a experiência pessoal com Jesus.

Ajoelhar-se na consagração é um gesto penitencial e de adoração a Deus. Ajoelhar-se é uma questão da alma, da presença real, uma questão da alegria da presença única de Jesus. E se não bastasse tudo isso, Jesus Cristo está sendo imolado na Santa Missa. Então, o Senhor não merece seus joelhos?

Será que esqueceram que a Santa Missa é o sacrifício de Cristo?
Em algumas paróquias, desrespeitosamente põem alimentos no altar, Missas que não têm espiritualidade nenhuma, e há crianças, por exemplo ,que comem de tudo na igreja, como pipoca, bolacha, etc., não tendo respeito algum.

Celebrando a Missa não podemos dessacralizar o Corpo de Cristo, pois Ele é digno de toda honra, toda glória e todo louvor. Ele é o Santíssimo Sacramento. Quantos ministros deixam Jesus cair no chão e outros que vêm atrás até pisam no Senhor, esquecendo-se de que a hóstia consagrada é Jesus. Dessa forma, muitas vezes, Ele é tratado de forma insignificante. Vocês têm mais cuidado com tantas outras coisas, tipo pulseira de ouro, coisas de valor, com as coisas de sua casa, e não têm com Jesus no Santíssimo Sacramento. Ele deve ser adorado, por isso se ajoelha diante d'Ele.

Quantos cristãos estão abandonando a Igreja, e tudo porque não estamos adorando da maneira que Jesus precisa ser adorado. As Missas não estão sendo presididas corretamente. Agora muitos estão proibindo de se ajoelhar na Santa Eucaristia e dizendo que não é Jesus, que é somente um pão. É dever de quem ama e de quem adora amar Jesus assim respeitosamente pela presença real (Jesus como Rei), podendo tocar no sacrifício.

Como então ter interioridade sem adorar Jesus? Adorar é a essência da Missa. É sublime adoração. É um ato de tua alma, pois é o teu interior que leva teu corpo exterior a ajoelhar-se.

Em Atos 7, 59 e 60 “Estêvão, que orava e dizia: Senhor Jesus, recebe o meu espírito. Posto de joelhos, exclamou em alta voz: Senhor, não lhes leves em conta este pecado… A estas palavras, expirou”. Estevão se colocou diante de Jesus, ajoelhando-se, entregando o seu espírito, totalmente tomado por Deus. É um ato da alma que perpassa nosso físico. O 'olhar' Jesus na consagração da Missa é uma adoração. Se um cristão que fica olhando para os lados ou até atende um celular e não adora Jesus na consagração, como então ele pode receber Jesus da devida forma? É como a sua posição na Santa Missa: o olhar , o cantar, o desejo de comungar Jesus, o estar sedento de Jesus. Quantas pessoas ficam inertes sem nenhum sentido interior e recebem Jesus na Santa Eucaristia?

'O teu amor por Jesus tem que conquistar aos outros'
Foto: Nara Bessa

Talvez a posição de joelhos é estranha pela cultura moderna, esta que quer que cultuemos o demônio, assim como cultuamos o dinheiro, a fortuna, o carro e tantas outras coisas. E tudo o que é para o Santíssimo Sacramento é perseguição. Quantos bingos que fazem nas paróquias até altas horas, mas para a vigília, as igrejas não se abrem, os padres não deixam. Criam um monte de desculpas: que é tarde demais, que é perigoso e etc. E agora porque os católicos estão se distanciando?

O seu amor por Jesus tem que conquistar aos outros, o seu desejo de Jesus, sua adoração, sua fidelidade e gosto pela Santa Missa levarão os cristãos a se voltarem a Deus.

Na Missa o Senhor está com o coração aberto, Ele não merece seus joelhos no chão? Na sensibilidade de estar com Deus, de entregar a razão ao mistério de Jesus acontecerá a mudança. Teu canto na Missa será outro, você não ficará preocupado em olhar seu celular ou relógio e não vai se aproximar do Senhor com frieza de coração. Se você participar calorosamente da Santa Missa tudo será diferente.

O Papa disse: “Por meio do crucificado cumpre-se agora a segurança , tudo se dobra perante Jesus como o único e verdadeiro Deus.”

Quem vai à Missa com sede de comungar tem Jesus no Santíssimo, que é o Corpo, Alma e Divindade. É isso que dá o crescimento da graça em nossa vida.

A Missa é o lugar onde alimento minha vida. Um dia me perguntaram por que vou à Missa todos os dias. Respondi: “Porque não vivo sem Jesus, eu preciso d'Ele como alimento, é o momento mais belo de minha alma”. Esse amor vai levando os corações a adorarem também a Jesus. Só com Jesus você enfrentará as situações mais difíceis em sua vida. Comungar Jesus é o nosso tudo.

O Papa disse que "quem aprende a ter fé também aprende ajoelhar-se. Uma liturgia eucarística que desconhece o ajoelhar-se seria afetado no seu ponto central, e uma Igreja sem a presença de Jesus Eucarístico de uma certa maneira é morta, mas uma Igreja onde esteja acesa a luz eterna em frente do tabernáculo será viva, será sempre mais que uma construção de pedra, pois o Senhor estará sempre a minha espera e chama-me para consumir a vida por Ele”.

Que ao comungar você possa dizer que é o momento mais extraordinário de sua vida. Que todos adorem a Jesus!


Transcrição: Eliziane Alves 


Padre Roberto Lettieri


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo