Anjos da confiança, não temas!

Ouça: Luzia se emociona ao falar para os arrecadadores

Hoje a Canção Nova além de contar com a comunidade e com os sócios, conta também com os “anjos da confiança”, que estão aqui presentes – são os nossos arrecadadores.

A inspiração que Deus me dá é que não vamos apenas arrecadar dinheiro junto às pessoas, mas levamos o consolo, a presença de Deus para as pessoas. Muito mais do que angariar dinheiro é levar a vida em Jesus para as pessoas.

Quando nós adquirimos a Rádio CN éramos uma comunidade iniciante. Em novembro de 1977, o padre Jonas disse a alguns jovens reunidos “quem quer dar um ano de sua vida para Deus vivendo em comunidade?” Eu estava lá e tive a graça de dar o meu sim.
Começamos a trabalhar e adquirimos a rádio sem ter dinheiro no bolso.

Naquele tempo acontecia o mesmo que acontece hoje, a única diferença é que ninguém nos conhecia. O padre Jonas então me chamou e disse que eu precisava sair e arrecadar dinheiro para que pudéssemos nos manter.
Deus quer nos manter por Ele mesmo, pela Divina Providência e não que dependamos do comércio.

Ouça: Luzia fala sobre sofrimentos e humilhações no início da Rádio CN

Eu tinha uma relação de lugares que eu precisava ir para pedir dinheiro para a Rádio. No primeiro lugar em que chegamos me disseram: “menina, vai trabalhar”.
Fiquei muito frustrada, pois trabalhamos o dia inteiro e não conseguimos nada. Mas Deus me falou por meio desta palavra:
“Jesus disse a Simão: Faze-te ao largo, e lançai as vossas redes para pescar. Simão respondeu-lhe: Mestre, trabalhamos a noite inteira e nada apanhamos; mas por causa de tua palavra, lançarei a rede. Feito isto, apanharam peixes em tanta quantidade, que a rede se lhes rompia. Acenaram aos companheiros, que estavam na outra barca, para que viessem ajudar. Eles vieram e encheram ambas as barcas, de modo que quase iam ao fundo.”(São Lucas 5,4-7)

Você não pode lutar sozinho. Busque parceiros para não se desanimar com aqueles que não acreditam na obra de Deus.
Rezando com dois amigos da comunidade, Deus nos mostrou que deveríamos lançar as redes para o outro lado: buscar os mais pobres.

Não podemos entrar em discussão com aqueles que não acreditam na Obra, porque o nosso defensor é o Espírito Santo. Já fomos muito caluniados, mas o importante é lançar as redes para as águas mais profundas. O julgamento caberá somente ao Senhor que é o nosso Juiz.

Ouça: Não podemos mais perder tempo, precisamos preparar a vinda do Senhor

Precisamos preparar a vinda gloriosa do Senhor com um povo bem disposto. Digo às mulheres: não percam tempo reclamando por causa de situações que não tem solução humanamente. A esperança que nos anima é a fé de que um dia veremos a glória de Deus na nossa casa.

Na inspiração para este nosso encontro o Senhor diz: \’chamai os valentes, até o covarde diga, “eu sou guerreiro”\’. Não podemos ficar na covardia, na frustração, nos complexos, mas precisamos gritar “mesmo enfermo, sou guerreiro!”.
Peço a você que a partir de agora, aconteça o que acontecer, você assuma esta vitória, pois Cristo virá e não tardará.

Naquele dia eu, sendo apenas uma menina, me determinei a continuar. Muitos de vocês escutam que a Canção Nova não paga nada pelo trabalho de vocês.
Eu posso testemunhar que não tenho salário, sou voluntária e o meu salário é a salvação dos meus irmãos, ver o céu povoado quando chegarmos lá. Quando você tiver o seu rosto cheio de vergonha para pedir para a Canção Nova, com o sentimento de que não vale a pena, lembre-se do que Jesus disse a Pedro: “Não temas” (São Lucas 5,10)
Não temas – essa cura que vai se dando todos os dias, a cada vez que você se coloca a serviço de Deus.
Você será pescador de homens, leve um sorriso que pesca homens para Deus.

Transcrição: Tatiana Gomes
Fotos: Paulo Sérgio


Você pode adquirir esta pregação em CD ou VHS pelo telefone: (0xx12) 3186-2600


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo