Ao entrar numa igreja

Quando eu fiz esta música, na capela de Lavrinhas, foi como se uma voz saísse do sacrário e o Senhor falasse: “Onde você andava que não veio a Mim?”

OUÇA: Diácono Nelsinho canta música de adoração

Vamos meditar, hoje, Atos dos Apóstolos, capítulo 9.

Saulo respirava ameaças e mortes. Ele perseguia Jesus. Para ele, seguir o Senhor era um erro, por isso ele matava os que O seguiam. Quando ele estava a caminho de Jerusalém, ele caiu por terra e ouviu uma voz que lhe disse: “Por que me persegues”? O "cavalo" do qual ele caiu, significava também o orgulho, arrogância, a prepotência… E você, de qual "cavalo" precisa cair? Para Saulo, era o "cavalo" do ódio, da prepotência… de onde ele precisava cair. E você? Em qual "cavalo" você veio montado e que precisa "cair" dele? Orgulho, raiva, ciúme, prepotência…? Talvez seja um "cavalo" no qual você esteja montado a vida inteira…

Quem é essa luz que você precisa encontrar para cair no chão? É Jesus. Adorar é cair "de boca" no chão. Quando temos um encontro com a luz, que é o próprio Jesus, precisamos "cair". Às vezes, você endeusa o namorado, o marido, e quando numa certa manhã, ele a chama de "vaca velha", a humilhando, – você, que colocou todo sentido da sua vida nessa pessoa, mendigando o amor dela – se revolta com Deus. Que coisa feia!

Saulo perseguia a Igreja, e quem é a Igreja? É Jesus Cristo. Perseguir e maltratar Jesus é maltratar as pessoas. Quantas pessoas não ajudam mendigos, chamando-os de vagabundos. Mas se esquecem que Jesus está disfarçado neles. O nosso encontro com o Senhor passa pelos irmãos. Jesus é seu filho, seu pai, a quem você não perdoa… Jesus é todas essas pessoas. Então, “por que me persegues”? Saulo entendeu. “Quem és tu, Senhor”, e Jesus lhe disse: “Eu sou Jesus”. Nisso, ele [Saulo] cai e fica cego, porque viu a luz.

Eu não tenho direito de fazer da vida do meu irmão um inferno. Eu tenho e preciso fazer da vida dele um céu!

OUÇA: Diácono Nelsinho fala de um encontro com Deus

Caia do "cavalo". É tristeza, é depressão? Caia desse "cavalo". Saulo pensou que Jesus ia dizer tudo para ele, mas o Senhor o mandou ir para a comunidade, onde é dito o que ele deveria fazer. Vocês vieram aqui para terem um encontro com Jesus, e agora Ele também os manda irem para a "comunidade". Não importa quem seja seu padre e como seja sua comunidade: é lá que você precisa estar.

Você precisa fazer a “cristoterapia”. Chegue diante de Jesus como você estiver, talvez com a "cabeça quente" porque seu marido lhe falou tanta coisa. Talvez sinta tanta dor que nem saiba o que falar para Ele. Fique ali diante d’Ele, mesmo se não sinta nada. Mas saiba que Jesus realizou algo novo na sua vida. Problema na cabeça, amor no coração.

Quando você vê aquela luz no sacrário, percebe que está diante de uma Pessoa. Saulo diante daquela luz "caiu" da prepotência. Ele viu que maltratar a Igreja, as pessoas, é maltratar Jesus. E Jesus o mandou para a comunidade. Ananias teve medo de rezar por ele [Saulo], mas o Senhor lhe disse que tinha um plano para ele, pois era um instrumento de Sua escolha.

Saulo era desprezado e odiado. E Jesus fala: “Eu tenho plano para este homem”. Ananias se encontra com ele [Saulo] com medo, impôs as mãos sobre ele e diz: “Saulo, meu irmão, o Senhor, esse Jesus que te apareceu no caminho, enviou-me para que recobres a vista e fiques cheio do Espírito Santo” (Atos dos Apóstolos 9:17b).

Quando você se encontra diante de Jesus, no ostensório, pode não sentir, mas a luz abre seus olhos e as "escamas" caem, e Deus enche seu coração de amor e perdão, e assim, você fica cheio do Espírito Santo.

Transcrição: Willieny Isaias
Fotos: Natalino Ueda
Áudios: Maurício Rebouças 


Diácono Nelsinho Corrêa


Cantor e Missionário da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo