As vestes do cristão

Padre João Gualberto
Foto: Wesley Almeida
Amados irmãos, povo precioso de Deus, a liturgia de hoje nos apresenta textos que nos chamam à reflexão sobre nossa própria história de salvação. Sabemos que Deus nos criou e jamais abandonou a Sua criação. Ele tem sempre nos dito que sustenta a nossa vida, tem cuidado de nós e, muitas vezes, também nos diz: “Eu sou único e não há outro”.

Deus é santo, é perfeito, único, verdadeiro e eterno. Ele é bom, é misericordioso e manifesta a Sua santidade quando se manisfesta a Seu povo e o salva, porque é deste povo que Ele vai perdoar os pecados. E o mundo não espera outra coisa de nós senão o testemunho da fé que proclamamos.

O Senhor não é o Deus apenas de Israel, mas de todas as nações. Ele escolheu Israel para que ela fosse um sinal, por isso traz para este lugar pessoas de todos os lugares para formar um novo povo. Mas o povo distante de Deus caiu no pecado e na idolatria, acreditando num falso deus.

Nós sempre buscamos a nossa purificação, e quantas ideologias existem para o homem se purificar! Uns gostam de perfumes, outros de cristais, mas quando Deus nos oferece o perfume que nunca se acaba, o perfume de sua santidade, Ele tira de nós tudo o que nos desfigura e que não é digno de nossa condição humana.

O Senhor nos dará um coração novo e colocará dentro de nós um Espírito novo. Ele vai transformar o nosso coração em lugar para o Espírito Santo e nos dar força para obedecer-Lhe. Obedecer a Deus é fácil, difícil nos é romper com o nosso pecado.

"O mundo não espera outra coisa de nós senão o testemunho da nossa fé"
Foto: Wesley Almeida

No Evangelho de hoje, olhemos além da parábola que Jesus nos conta em Mateus 22,1-14.

Imagine você preparando uma festa, convidando seus parentes, mas ninguém aparece. Você ficaria magoado, não ficaria? É diante desta comparação que Jesus nos diz que Deus chamou seu povo para uma aliança, mas ninguém o ouviu. Então, Ele mandou seus profetas, mas também ninguém aceitou seu convite. Meus irmãos, o Senhor está sempre nos chamando, sempre nos convidando. E hoje Ele continua a nos chamar.

Quando havia um casamento em Israel, as pessoas convidadas para a festa recebiam uma veste. Esta era colocada sobre os ombros e o convidado podia entrar na festa. Trazendo hoje essa parábola para nossa realidade de Igreja, eu pergunto a vocês: qual o primeiro sacramento que recebemos da fé cristã? O batismo; é nele que a criança recebe um veste nova, a porta de entrada para a comunidade cristã.

Quando Jesus vai voltar? O que Ele fará? Vai separar os bons dos maus, por isso fazemos parte dessa festa dos convidados do Senhor. Jesus chama a todos nós, bons e maus, para fazer parte de sua festa. Deus não faz distinção de pessoas, Ele quer salvar a todos; mas é preciso uma resposta radical dentro de nós, é preciso que assumamos a nossa vida cristã radicalmente. Não podemos perder a graça que nos foi dada.

O cristão batizado já morreu para o pecado, por isso o pecado não tem vida em nós. É dessa maneira que devemos nos apresentar diante do Rei que fará a definitiva divisão entre bons e maus. Devemos lutar e trabalhar pela nossa conversão e do nosso irmão. Nós, que participamos do banquete da Eucaristia, qual é a nossa veste? Ela está manchada, surrada? É preciso purificá-la. Por isso, busque os sacramentos. Quais tem sido suas obras, o que você tem feito como filho de Deus neste mundo?

Transcrição e adaptação: Michelle Mimoso


Adquira essa pregação pelo telefone
(12) 3186-2600

Veja também:

:: Canção Nova lança Bíblia on-line para dispositivos móveis

Conheça mais do nosso conteúdo:

:: WebTVCN, muitos vídeos para você
:: Gente de fé, a sua comunidade cristã de relacionamento
:: Podcasts: ouça áudios sobre variados assuntos
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

Para o seu celular:

:: Canção Nova Mobile
:: CN Chama, a Palavra de Deus no seu celular
:: Iphone

Mais canais na web:

:: meadiciona.com/cancaonova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo