Até que a morte nos separe

:: Leia a liturgia desta quinta-feira

Padre José Augusto
Foto: Wesley Almeida/ Foto CN

O casamento foi instituído por Deus, foi Ele que o criou, não os homens. Hoje é dia de celebrarmos e vermos o casamento como algo bom, não como algo ruim; pois o casal participa da celebração do Senhor. O Pai podia criar o ser humano sozinho, mas Ele quis fazer o homem e a mulher para se completarem.

Essa mulher, que Deus deu a você, homem; esse homem, que Deus deu a você, mulher; é adequada para a sua vida. Se o capítulo 3 do livro do Gênesis não existisse como ali está escrito, as dificuldades no matrimônio nunca existiriam. É por causa do pecado que há os problemas. As dificuldades têm que ser o motivo para a busca de uma solução.

Hoje, as barreiras e os obstáculos estão sendo motivo para que os casais se separem. A felicidade não é a ausência de problemas, mas, sim, como os superamos. O fato de um homem e uma mulher se casarem não quer dizer que eles não vão passar por tentações, muito pelo contrário, elas vêm do mesmo jeito. Mas precisamos ser fortes. A humanidade atualmente é muito manhosa, fraca.

Busque Deus para superar as dificuldades da sua vida, busque a Palavra do Senhor. O que é que existe nessa vida sem luta? Nada! Hoje é o dia dos casais agradecerem pela vida dos seus conjugues. Foi Deus que criou um para o outro e os uniu. Amém!


ADQUIRA ESTA PALESTRA PELO TELEFONE (12) 3186 2600


Padre José Augusto


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo