Conversão condição para salvação

Padre Michel Sakr
Foto:Robson Siqueira

Vamos fazer um estudo de alguns exemplos de conversão dentro do Evangelho. O primeiro está em Mateus 9,9-13. Darei quatro exemplos, pois eles nos ajudam a trilhar o caminho da conversão.

"Partindo dali, Jesus viu um homem chamado Mateus, que estava sentado no posto do pagamento das taxas. Disse-lhe: 'Segue-me'. O homem levantou-se e o seguiu. Como Jesus estivesse à mesa na casa desse homem, numerosos publicanos e pecadores vieram e sentaram-se com ele e seus discípulos. Vendo isto, os fariseus disseram aos discípulos: 'Por que come vosso mestre com os publicanos e com os pecadores?' Jesus, ouvindo isto, respondeu-lhes: 'Não são os que estão bem que precisam de médico, mas sim os doentes. Ide e aprendei o que significam estas palavras: Eu quero a misericórdia e não o sacrifício. Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores' (Os 6,6).

Mateus sentiu-se amado, pois todos que o olhavam só o criticavam, mas Jesus olhou e o chamou. O olhar de Jesus o amou profundamente e o levou à transformação de vida e ao seguimento.

Todos somos pecadores. 'Eu quero a misericórdia; não o sacrifício'. Há um conflito entre ritos, regras e misericórdia. Os fariseus escolheram fazer somente os ritos e se esqueceram da misericórdia.

O nome de Jesus é Emanuel, que quer dizer 'conosco'. Jesus disse ao discípulos: "Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Eu estarei com vocês".

Jesus veio para a misericórdia, por isso chamou Mateus. Os pecadores têm lugar no Reino do Céu. Não podemos ser como fariseus, mas sim misericordiosos. Jesus senta à mesa com os pecadores, pois Ele veio ao mundo para buscá-los e salvá-los.

Padre Michel Sakr,pároco da Catedral Nossa Senhora do Líbano
Foto: Elcka Torres / Fotos CN

"Um fariseu convidou Jesus a ir comer com ele. Jesus entrou na casa dele e pôs-se à mesa. Uma mulher pecadora da cidade, quando soube que Jesus estava à mesa, na casa do fariseu, trouxe um vaso de alabastro cheio de perfume; e, estando a Seus pés, por detrás d'Ele, começou a chorar. Pouco depois, suas lágrimas banhavam os pés do Senhor e ela os enxugava com os cabelos, beijava-os; e os ungia com o perfume. Ao presenciar isto, o fariseu, que o tinha convidado, dizia consigo mesmo: Se este homem fosse profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que o toca, pois é pecadora. Então, Jesus lhe disse: 'Simão, tenho uma coisa a dizer-te'. 'Fala, Mestre', disse ele. 'Um credor tinha dois devedores: um lhe devia quinhentos denários e o outro, cinqüenta. Não tendo eles com que pagar, perdoou a ambos a sua dívida. Qual deles o amará mais?' Simão respondeu: 'A meu ver, aquele a quem ele mais perdoou'. Jesus replicou-lhe: 'Julgaste bem'. E voltando-se para a mulher, disse a Simão: 'Vês esta mulher? Entrei em tua casa e não me deste água para lavar os pés; mas esta, com as suas lágrimas, regou-me os pés e enxugou-os com os seus cabelos. Não me deste o ósculo; mas esta, desde que entrou, não cessou de beijar-me os pés. Não me ungiste a cabeça com óleo; mas esta, com perfume, ungiu-me os pés. Por isso te digo: seus numerosos pecados lhe foram perdoados, porque ela tem demonstrado muito amor. Mas ao que pouco se perdoa, pouco ama'. E disse a ela: 'Perdoados te são os pecados'. Os que estavam com ele à mesa começaram a dizer, então: 'Quem é este homem que até perdoa pecados?' Mas Jesus, dirigindo-se à mulher, disse-lhe: 'Tua fé te salvou; vai em paz'" (Lucas 7,36-50).

Jesus perdoou e amou profundamente. O Seu amor gera perdão. A partir deste encontro, aquela mulher sentiu-se tão amada, pois a misericórdia de Jesus a envolveu.

Outro exemplo da misericórdia é a parábola do 'filho prodigo'. Depois, há a parábola da ovelha perdida. Nesta, o pai revela a misericórdia de Deus.

As conseqüências do pecado são lamentáveis, mas a conversão nos leva à nossa dignidade. Outro exemplo que dou é Zaqueu, que era rico e chefe dos publicanos. Sabendo que Jesus iria na sua cidade, Zaqueu foi vê-lo, então Jesus o viu e lhe disse: "Vou jantar na sua casa". Muitos reclamaram, pois Jesus iria à casa de um ladão. O encontro com o Filho de Deus mudou o coração de Zaqueu, e ele foi um rico que entrou no céu. Jesus disse a Zaqyeu: "Hoje, a salvação entrou nesta casa". Ele olhou e amou Zaqueu; em nenhum momento o Senhor o condenou.

Vivemos o sacramento da confissão e, buscando a conversão e a cura, seremos salvos. A conversão depende de um firme propósito de nunca mais pecar; o perdão nos recupera, nos leva a um estado de graça. Nem mesmo a estatura pequena de Zaqueu o impediu de encontrar-se com o amor de Deus. Nenhum defeito seu lhe impedirá de encontrar-se com a graça de Deus.


Padre Michel Sakr


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo