Deus hoje nos dá uma nova chance

Havia um pai que conhecia bem seu filho e sabia que, do modo como este levava a vida, não chegaria a lugar nenhum. Esse pai o chamou e lhe disse que iria morrer. Pediu ao filho que fosse com ele ao paiol e lhe mostrou uma forca e lhe disse: "Como você está vivendo é melhor que você se mate agora; se pendure nessa forca!". O filho espantou-se, mas não fez o que o genitor o aconselhara a fazer. Pouco tempo depois este pai morreu, e como este havia previsto, o filho gastou todo o dinheiro herdado. E este, quando estava sem nada, lembrou-se do conselho do pai, voltou ao paiol, viu a forca e pensou: "Só me resta seguir aquele conselho de meu pai", e se pendurou na forca, porém, a corda se rompeu e ele caiu no chão, e a cabeça dele bateu em um monte de diamantes, dinheiro e um bilhete do saudoso pai escrito o seguinte: "Eis que você tem uma nova chance! Saia dessa vida!".

Da mesma forma, Deus hoje nos dá uma nova chance! Você não pode perder essa chance, você não está sozinho, Deus esta com você! No Evangelho de hoje, vemos João dizendo: "Eis o Cordeiro de Deus!" Porque Jesus é o Cordeiro, e João já afirmava, com essas palavras, a forma como Cristo haveria de morrer, pois Ele seria morto pelos nossos pecados.

"Não devemos comparar nossas famílias com as outras!", afirma padre Christian
Foto: Arquivo CN

Antigamente o povo de Deus fazia sacrifício de animais para oferecer a Deus, hoje não é mais assim, antes Deus via a intenção do coração do povo e enviou Seu Filho único para morrer por nós, por isso não precisamos mais sacrificar animais. Deus Pai quer que nossas famílias sejam como João Batista e anunciemos o Cristo, o Cordeiro, e isso não é fácil de viver, exige muito sacrifício de nós.

Onde existe verdadeiro amor, aí sim é possível viver em Deus! É isso que João Batista vem nos apontar: O Cristo, que torna possível vivermos em família e superarmos as dificuldades. Os discípulos de João Batista perguntaram a Jesus onde Ele morava e Ele respondeu: "Vinde e vede!"  

Para vivermos bem nossa vida em família é necessário que deixemos a graça de Deus penetrar em nós, é necessário ter a experiência de Cristo, não porque alguém nos falou a respeito, mas porque a experimentamos, assim como aqueles discípulos que O acompanharam e fizeram a experiencia com Ele.

O primeiro a ser encontrado por um daqueles discípulos é Simão, que era da sua família, assim devemos ser nós: experimentarmos essa graça e a levarmos às nossas famílias. Quem tem a experiência com o Cristo deseja que outros tenham essa graça também. Quem vem à Cancão Nova pela primeira vez, quando volta é provável que traga alguém, pois fez a experiencia com o Senhor.

Famílias, não se deixem ser enganadas, porque hoje o certo virou errado e o errado virou o certo! A Palavra de Deus ensina que quem pratica o pecado é do diabo, então não devemos querer o mal em nossas casas; precisamos seguir o Cristo, que veio para destruir as obras do diabo.

Preste atenção no seu coração, cultive a semente de Deus, pois muitos corações estão cheios de "joio". Precisamos cultivar o "trigo" de Deus em nossas casas, em nossas famílias. Não durma nas coisas de Deus, não cochile nas coisas de Deus, pois, se isso acontece, o diabo vem e planta o seu "joio", ou seja, a semente do mal. Esteja atento!

O Papa Francisco, no mês de outubro do ano passado,  na Praça de São Pedro, pediu que as famílias fizessem três coisas: que elas rezassem mais, guardassem a fé e que vivessem a alegria. É preciso viver bem com sua família, quem ama cuida, você precisa conhecer sua família. Hoje gastamos tempo e conhecimento com muitas coisas e, muitas vezes, não conhecemos nossos filhos, esposa, marido. Não devemos comparar nossas famílias com as outras. Cuide de seus familiares, gaste energia com eles, foi Cristo quem os constituiu família.


Padre Chrystian Shankar


Pároco do Santuário Nossa Senhora Aparecida em Divinópolis – MG

Facebook
Twitter
Blog

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo