Exortação Apostólica:Sacramento do Amor

O testamento de João Paulo II foi a Eucaristia. Foi através da reflexão do Corpo , Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo, que o Santo Padre marcou a fim do seu pontificado.

Eu não acredito em um comunicador, que não tenha a Eucaristia como centro de sua vida, que não adore, que não comungue.

Bento XVII, em sua exortação apostólica Sacramentum Caritatis (Sacramento da Caridade), apresenta a Eucaristia como a maior prova do amor de Deus. É a doação que Jesus Cristo faz de si mesmo, para demonstrar o seu amor infinito por nós.


Leia a Exortação Apostólica do Papa Bento XVI


Houve toda uma polêmica, no que diz respeito a este documento por meio da imprensa. O que aconteceu foi que não se preocuparam em ler o documento, mas somente em divulgar pequenos trechos soltos, que criariam mais polêmicas. Não fizeram um a leitura da totalidade do texto, e nem se procuraram observá-lo com atenção.

Há um capítulo na exortação, onde o Santo Padre fala dos sacramentos, e toca na questão matrimonial. Geraram uma grande polêmica sobre essas considerações. É preciso que o maior amor de um casal seja o amor a Deus, pois sendo assim tudo se resolve. Deus é o centro, Ele cuida de tudo. O Papa vai criticar a mentalidade divorcista, que não acredita na possibilidade de um amor total. O casamento é uma realidade belíssima, pois é um dom para sempre, assim como o amor de Deus para a Sua Igreja. Por isso, o Santo Padre vai defendê-lo, e considerar o divórcio como uma chaga que se propaga sobre o mundo.

 Ouça trecho desta pregação

A mensagem da Igreja incomoda a sociedade, pois a verdade incomoda. A Igreja, só vai continuar a ser Igreja, enquanto for perseguida.

Gostaria de ressaltar o trecho da exortação, que fala sobre a Adoração Eucarística. Quando estamos adorando, devemos falar com Jesus presente no meio de nós e não falar de Jesus. Na presença do Senhor renderemos a Ele todo o nosso louvor e nossa adoração.

A exortação termina falando da santidade. A santidade só é alcançada com uma vivência eucarístia contínua e verdadeira. Precisamos estar diante daquele que é o Santo dos Santos, para alcançarmos a nossa meta maior: a santidade.

Sejam divulgadores deste grande presente de Deus pelas mãos do nosso Papa. Busquem participar, se possível, de uma das missas que irão ser celebradas pelo Santo Padre aqui no Brasil. Não podendo estar presente, assista pelo menos pela TV, para você estar em comunhão com a Igreja, nesse momento tão especial para o Brasil. É o representante de Cristo que vem até nós. Vamos ouvi-lo e acolhê-lo, como um filho faz com o seu pai.


Dom Murilo Krieger, SCJ


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo