"Grávidos" da criatura nova

.: Assista ou ouça essa pregação, na íntegra

Em primeiro lugar é certo que o Pe Léo está nos acompanhando pela TV lá no InCor ( Instituto do Coração do Hospital das Clínicas em SP).

No Livro de Romanos capítulo 8, versículo 18: \’ Tenho para mim que os sofrimentos da presente vida não tem proporção alguma com a glória futura que nos deve ser manifestada. Por isso a criação aguarda ansiosamente a manifestação dos filhos de Deus.
Hoje Deus nos dá a graça de retomarmos e fixarmos neste último versículo.
No Livro de I João capítulo 3: \’Considerai com que amor nos amou o Pai para nos sermos chamados filhos de Deus. Caríssimos, desde agora somos filhos de Deus, mas ainda não se manifestou o que deveremos ser.

Os dois trechos falam da manifestação do Filho de Deus. É como está dizendo em Romanos: a criação toda aguarda esta manifestação. A mulher nova, o homem novo que está dentro de você.

Todos nós estamos como uma mulher grávida; posso até dizer que todos nós estamos grávidos de uma criança nova em nós. É como o jovem Jonas de 20 anos que trabalhava conosco aqui na Fundação Joçao Paulo II, e num domingo sofreu um acidente e veio a falecer. Veja bem: para ele foram 20 anos para a criatura nova ser manifestada. E para você quantos anos serão para que a criatura nova se manifeste em você?

Este corpo que nós temos, que é precioso, é como a casca do ovo que vai se romper e de dentro de nós vira a mulher nova e o homem novo.
Que transformação linda acontece com o ovo!

Você já viu um ovo gorado? Você já abriu um ovo gorado? Já viu que diferente é daquele de onde nasceu o pintinho?
Então são bem diferentes. O ovo de onde nasceu o pintinho não tem cheiro ruim.

A tentação nos faz \’levar a vida com a barriga\’, mas estamos aqui para que a criatura nova de Deus se forme. Estamos sendo gerados, pois a criação inteira anseia pela manifestação da criatura de Deus e você é uma dessas. Mas se a criatura dentro de você gora, que perda para Deus, para o céu inteiro, pois assim como uma mãe anseia pelo seu filho, o Pai anseia por você. ´
Já imaginou a frustração que você vai causar para o Pai que investiu tudo em você, inclusive o seu Filho? O Pai quer você salvo. Ele não quer você como mais um ovo gorado.
Diga para você mesmo: “Eu não posso frustrar os planos do Pai. Eu devo me tornar uma mulher e um homem novo à imagem do Pai, para que o Pai me veja um dia, e para que eu veja o Pai face a face”.

Diga comigo: “Eu tenho origem divina. Eu vim de Deus”, mas há uma outra coisa, o seu destino é Deus. Você precisa estar nos braços do Pai, mas para você chegar lá, você precisa passar por uma transformação, como a criança que vai se transforamando no ventre da mãe.
Você não foi feito para ser abortado nesta vida, e esta é a audácia do inimigo, que vive nos pregando muitas mentiras.
O demônio quer que tenha muitos \’ovos\’ fedendo na face da terra, e você não pode ser mais um.
Foi justamente para isso que Jesus veio: \’Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará\’, e a principal verdade é esta: a nossa origem divina e destino divino, como a criança que é gerada no ventre da mãe tem como destino os braços da mãe.

Para irmos para o Pai precisamos gerar a criatura nova que está em formação dentro de nós, e o inimigo está escondendo de você mesmo esta verdade. O inimigo é terrível. Ele não apenas coloca uma venda em nossos olhos, mas coloca um capuz, para que não entendamos, não ouçamos, não vejamos; podemos comparar como um saco que ele amarra em nós e que nos faz viver numa total ignorância, achando que está sendo o máximo, mas você esta sendo \’gorado\’.
Este corpo que você está se formando a nova criatura. Apalpe o seu corpo, e diga comigo: “Eu vou romper com esta mentira do inimigo, porque eu tenho origem divina e eu vou para Deus. A minha vida agora é uma transformação. Há uma criatura nova se formando em mim, eu vou para o Pai. Ele me espera. O Espírito Santo forma a criatura nova em mim para o Pai”.

O Espírito Santo veio para formar você para o Pai, pois nenhum de nós tem algo para ser filho do Pai, é uma graça de Deus, que enviou o Espírito Santo para assumir esta causa e transformar você na criatura nova.

O inimigo está fazendo o contrário, está nos matando no espírito e na alma. Ele nos colocou uma venda nos olhos, um saco em nós e não estamos vendo nada. Ele está nos iludindo, nos matando. Você precisa se desvencilhar do pecado. Temos muitas manifestações de morte, veja quantas pessoas em depressão.

No livro de I João capítulo 5, versículo 19: \’Sabemos que somos de Deus e que o mundo todo jaz sob o maligno\’. Nós também jazíamos sob o inimigo. A palavra de Deus tem uma lógica admirável, pois quem jaz está no cemitério, porque o príncipe deste mundo é um príncipe de morte. O que você quer morte ou vida, tristeza ou felicidade? É claro que você quer alegria. Então diga comigo: “não vou mais atrapalhar o Espírito Santo, vou deixar Ele formar em mim a criatura nova. Eu me liberto, hoje, de toda mentira que o inimigo me disse. O Espírito Santo está fazendo uma criatura nova em mim. Não sei quantos anos ainda me resta, nem dias, nem horas, por isso preciso aproveitar todas as horas, dias, meses e anos para que a criatura nova se forme em mim. Já perdi muito tempo, agora basta, dou agora o primeiro passo para uma vida nova, para o meu destino divino, e a criatura toda aguarda a manifestação da criatura nova que há em mim. Eu serei a nova criatura”.

Muitas das pessoas que rodeiam você estão de olhos fechados, estão ainda jazendo sob o maligno, e por isso que nós que fomos arrancados de tudo isso, que somos diferentes de todos, pois o nosso jeito não é o jeito deles precisamos arrancá-los dessa forma de viver.
Mas nós, infelizmente, não temos tido a coragem de remar contra a correnteza; precisamos fazer isso para arrancar outros dessa correnteza que está levando todo mundo para baixo, e eles não percebem, estão sendo enganados. Precisamos remar contra a correnteza!
É proibido ser diferente? É preciso ser diferente. Diga comigo: “Vou ser diferente, vou ser livre!”. Nós pensamos que ser livre é fazer o que todo mundo faz, mas isso é trouxismo e não liberdade.

Ser diferente é duro. Ser diferente do seu pai e da sua mãe que não pensam como você não é fácil, mas é preciso ser diferente e faze-los diferentes, para fazer a diferença, e quando fazemos a diferença os fazemos diferentes, e assim podemos ser iguais.

Transcrição: Ana Paula Rosa

Você pode adquirir essa palestra através do telefone:
0(XX)12 3186 2600


Monsenhor Jonas Abib


Fundador da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo