Jesus expulsa o demônio e cura

Padre Jhon Baptist
Foto: Natalino Ueda/Cancaonova.com

Louvado seja o Senhor!

Meus irmãos, Deus compara sua relação com o homem ao matrimônio, ou seja, o Senhor deseja que tenhamos um só coração, um vínculo de comunhão com Ele, e quem estabelece este laço é o Espírito Santo.

Mas existem algumas situações que nos impedem de termos uma verdadeira comunhão com o Senhor, para explicar bem isto, utilizo o exemplo do guarda-chuva, imaginemos que o Senhor queira derramar sobre nós a água da chuva, mas não nos deixamos nos lavar por inteiro, porque abrirmos um grande guarda-chuva. Ora, muitos de nós vivem assim, não se abrem as bençãos do Senhor, são católicos, batizados, mas não assumiram ainda o senhorio do Senhor em sua vida.

Meus irmãos, precisamos abrirmos a um novo Pentecostes, este é o desejo da Igreja para nós, por isso, precisamos voltar ao Catecismo, sobretudo neste Ano da Fé. Devemos saber a razão pela qual estamos no mundo, ou seja, assumirmos que estamos neste mundo pelo fato de sermos criados imagem de Deus, somos seus filhos, por isso, somente teremos a felicidade quando “voltamos” para Deus, vivendo em plena comunhão com Ele.

Por isso, quando nos afastarmos Dele precisamos recorrermos ao sacramento da Confissão, e assim, restabelecermos nossa aliança filial, nossa comunhão com o Pai. Esta é a vontade de Deus: Que vivamos unido a Ele, de fato como homens convertidos, caso contrário, não tomaremos posse das graças que o Senhor deseja derramar em nós, por meio e através de Deus.

"Volte para o Senhor", afirma Padre Jhon Baptist
Foto: Natalino Ueda/Cancaonova.com

 :: Veja mais fotos no Facebook
:: Mais fotos no Flick
r

Queridos irmãos, o Senhor deseja que coloquemos nosso coração unido a Ele, e isto se dar por meio da fé, pois é ela quem nos permite irmos até Ele, semelhante aquele homem paralítico que entrou pelo telhado, esta deve ser nossa atitude, não podemos ter medo de entrar pelos telhados afim de encontramos com o Senhor.

Agora é a hora de abandonarmos a vida velha, e assumirmos que Jesus é o Senhor, Senhor do meu coração, pois somente Ele é o caminho, a verdade e a vida. Em nosso batismo nos tornamos membros do corpo de Cristo, nele participamos do sacerdócio de Cristo, quanto mais assumimos esta verdade de fé, mais caminharemos unidos ao Senhor, e seremos santos.

O inimigo sabendo disso faz de tudo para que esqueçamos esta realidade, mas ele não tem força em nossa vida, a não ser que damos a ele esta liberdade. Meus irmãos, fomos lavados pelo sangue de Jesus, e quando vamos a Santa Missa e rezamos: “Venha a nós o Vosso Reino, que Seja Feita a Tua Vontade”, nos colocamos inteiramente a disposição, assumimos o seu senhorio em nossa vida.

Quando rezamos em nome de Jesus o céu se abre, Ele escuta a nossa oração, pois foi Ele mesmo quem nos ensinou a rezar. Desta forma, por sermos discípulos do Senhor, Ele quer usar de nós para sermos canais de seus milagres, de sua vontade, inclusive para a vida de muitos. Precisamos desta fé e caminharmos na certeza que Jesus habita em nós, que somos um povo sacerdotal, somos profetas e reis.

No Evangelho de São Lucas (Lc 9, 37 ss) vimos os discípulos assustados com um menino que estava possuído pelo demônio , mas Jesus falou com eles: “Ó geração incrédula e perversa, até quando estarei convosco e vos aturarei? Traze cá teu filho.”

Meus irmãos, somos templos do Espírito Santo, o Senhor quer realizar milagres por meio de nós, quer libertar muitos através de nós, por isso, não podemos temer, sabemos que em nosso mundo existem muitas situações que querem tirar de nós a coragem, mas se estivermos unidos a Ele, nada poderá tirar de nós a coragem.

Hoje o Senhor quer te salvar, quer estabelecer em você a aliança filial, pois deseja acima de tudo que você assumo o seu senhorio em sua vida.

Tome posse do amor do Senhor por você, e viva em profunda comunhão com Ele.

Deus vos abençoe.

Transcrição e adaptação: Ricardo Gaiotti

 

Confira um trecho da pregação:

 


Padre John Baptist Bashobora


Sacerdote da diocese de Mbarara, Uganda/África

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo