Jesus, o Senhor da vida

OUÇA esta pregação na íntegra

Quantas vezes Jesus está na nossa vida e nós não o reconhecemos? Ele subiu ao céu para preparar a nossa morada. A nossa vocação é o céu. Todos que nascemos temos como vocação a comunhão dos santos, a santidade, o céu. Jesus não ficou satisfeito de nos fazer a promessa do céu, mas quis permanecer conosco até o fim. Adoramos um Deus vivo que está no meio de nós.

Ser cristão é dar testemunho com a vida, demonstrar a fé no Deus ressuscitado. Testemunho daqueles que acreditam que o Senhor pode nos dar vida em abundância, que Ele nos deseja no céu.
Muitas coisas podem contribuir para que a vida em plenitude que Jesus quer nos dar não se concretize. As ameaças à vida são muito maiores do que podemos imaginar, principalmente no que diz respeito à vida humana intra-uterina e terminal.

O papa João Paulo II, já em 1991, percebendo o grande risco que a vida humana corria, convocou um Consistório onde foi redigida uma carta que foi enviada a todos os bispos do mundo e defendia a vida humana. Em 1995, o Santo Padre redigiu uma encíclica chamada Evangelium Vitae, endereçada aos presbíteros, diáconos, religiosos, fiéis leigos e a todas as pessoas de boa vontade sobre o valor e a inviolabilidade da vida humana.

O mandamento de Deus não é não matar se não tiver motivo, mas é não matar de maneira nenhuma. Interromper uma vida é assassinato, é aborto. Por mais que as pessoas queiram mudar o nome, aborto é aborto e pronto. É matar, é um crime hediondo.

Querem fazer hoje como Herodes fez no tempo de Jesus, quando buscando o Messias mandou matar todas as crianças com menos de dois anos. Jesus como muitas crianças, foi perseguido. Quantos Herodes hoje andam livremente por aí, tentado matar crianças.

Há um movimento de controle populacional no Brasil e no mundo inteiro. Os impérios econômicos do norte do planeta estão com seus dias contados por causa da falta de natalidade. Países do sul como o Brasil, são os grandes fornecedores de matéria-prima para esses países do norte, e possuem uma taxa de natalidade muito grande. Se países como o Brasil são os celeiros do mundo, quanto mais pessoas habitarem esses países, menos eles irão exportar por causa de uma necessidade interna do seu povo.

O pensamento é o seguinte: Se nos "celeiros" há muitos "ratos", matemos os "ratos" então. Assim sendo, aborto, eutanásia e outras formas de morte se tornam prioridades de debate e de aprovação nos países do sul, para que o plano de "controle de natalidade" seja posto em prática.

Nós não podemos nos calar, diante desse atentado contra a vida. Precisamos nos tornar missionários da vida.

.: Leia artigos sobre aborto

Mulheres que cometeram aborto têm seqüelas físicas, psicológicas e espirituais irreversíveis. No âmbito físico, um aborto, pode gerar até mesmo câncer.

Eu tenho a esperança de que o Brasil pode dar uma reposta diferente a esse movimento mundial. Deus têm olhado de maneira especial para o Brasil, no que diz respeito aos milagres, que aqui ocorrem com relação a gestação.

Os milagres para a beatificação e canonização de Santa Gianna Beretta Molla, foram brasileiros. O milagre da canonização foi experimentado por Elisabete Arcolino Comparini, casada com Carlos César, ambos da Diocese de Franca (SP), quando, no início do ano 2000, o quarto bebê que havia concebido começou a passar por sérios problemas, tendo, no terceiro mês, a jovem mãe perdido totalmente o líquido amniótico. A intercessão da Santa Gianna foi pedida, ainda no hospital, na presença do Bispo de Franca, Dom Diógenes Matthes.Face a negativa do aborto e à intercessão da Santa Gianna Beretta Molla, após uma gravidez sem presença de líquido amniótico; sem explicação científica, no dia 30 de maio de 2000, nasceu Gianna Maria, nome que foi dado em homenagem àquela médica e mãe heróica.

Invocado por orações, frei Antonio de Sant’Anna Galvão teria intercedido para que um parto de alto risco fosse bem-sucedido. Esse milagre foi o responsável pela aprovação de sua canonização, que se realizará no próximo dia 11 de maio. O primeiro santo brasileiro, intercedeu à Deus por uma mãe.

Eu conclamo o Brasil a defender a vida! Além de uma causa divina que defendemos, é uma questão de patriotismo.


Dra. Dolly


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo