Jesus quer purificar o nosso coração

Padre Fabrício
Foto: Robson Siqueira

Muitos de nós, cristão, quando tocamos numa Palavra dura do Evangelho como a de hoje, ficamos assustados, porque fomos nos deixando convencer pela imagem de um Jesus romântico, de fala mansa. Se você comprou esse Jesus, deve ter ficado de "cabelo em pé" com o Jesus da Sagrada Escritura.

No Evangelho, Jesus não se apresenta como um romântico, pois diz: “Eu não vim trazer a paz. Eu vim trazer a divisão.” Ele está cumprindo uma profecia em relação à sua vida, dita por Simeão: “Esse menino será causa de queda, um sinal de contradição”. É essa a experiência que você precisa viver. Se você se encontrou com Jesus, mas não fez uma experiência de divisão, desconfie do Jesus com que você encontrou.

Quando alguém realmente se encontra com o Senhor, sempre rompe com alguma coisa para, de livre decisão, assumir um compromisso com o Jesus que encontrou. Não há como andar por uma pista com bifurcação, sem escolher pela direita ou pela esquerda.

Jesus faz a divisão do mesmo jeito que a luz divide, pois não é possível haver luz e escuridão num mesmo lugar. É deste rompimento, desta divisão que Ele está falando. Ele não veio para ser a opção da coluna do meio. A verdadeira experiência exige uma decisão, um rompimento com a via errada, com as pessoas que nos levam para uma vida errada. Se isso não acontece, não é validada a experiência de conhecimento de Jesus.

Quando não queremos romper nem cortar nossos laços com o mundo, somos capazes de moldar a Palavra com a nossa vontade só para não fazermos esse rompimento.

Quem fez uma opção por Jesus, por causa dEle, tem de romper com as trevas, pois escolheu a Luz. A divisão que Jesus está dizendo é a divisão da purificação.

"Jesus não veio para ser a opção da coluna do meio."
Foto: Robson Siqueira / Arquivo Fotos CN – 02

Se a sua família está dividida por causa da sua “boa intenção” em levá-los para Igreja, mas se só de ouvir isto a família vira um inferno, é porque você não aprendeu a fazer a coisa da forma correta. Quanta esposa rala o joelho na Igreja para levar seu esposo para a Igreja, mas quando chega em casa, é muito bruta com ele!?

Quer um argumento forte? Rompa com a murmuração. Enquanto continuarmos sendo chatos, nossa família não vai para a Igreja.

Não estou dizendo que temos de desistir, mas não estamos sabendo convencer os nossos. Precisamos deixar que em mim e em você esteja acesa a chama o fogo da purificação. Mas este fogo não é para estar na língua.

“Serdes robustecidos, por seu Espírito, quanto ao homem interior, que ele faça habitar, pela fé, Cristo em vossos corações, que estejais enraizados e fundados no amor” (Efésios 3, 16-17). A divisão precisa estar no coração para separar o que você tem de chato do Jesus que você precisa anunciar. O lugar da purificação é o coração.

Se você quer conduzir os seus para que não sejam uma família dividida, é preciso ser robustecido no coração. O Evangelho nos ensina que precisamos estar cheios do Espírito para falar e anunciar.

Há três situações: podemos estar apagados, e o Espírito precisa acender a chama dentro de nós; pode ser também que haja uma brasa em nós, mas ela precisa ser reacesa; ou, num terceiro caso, pode ser que ainda haja fogo em nosso coração, mas ele precisa ser alimentado com a força do Espírito Santo.

 

Transcrição e adaptação: Michelle Mimoso


ADQUIRA ESSA PREGAÇÃO PELO TELEFONE
(12) 3186-2600


Conheça mais do nosso conteúdo:

:: WebTVCN, muitos vídeos para você
:: Gente de fé, a sua comunidade cristã de relacionamento
:: Podcasts: ouça áudios sobre variados assuntos
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

Para o seu celular:

:: Canção Nova Mobile
:: CN Chama, a Palavra de Deus no seu celular
:: Iphone

Mais canais na web:

:: meadiciona.com/cancaonova

 


Padre Fabrício Andrade


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo