Louvar e viver a Palavra de Deus

Dom Altieri

Perto de comemorarmos o Dia de São Jerônimo, que dedicou muito tempo para traduzir a Bíblia, lembramos que temos dois documentos que nos falam da importância de nos dedicarmos à Palavra de Deus. O Dei Verbum nos fala, sobretudo, de valorizar a Palavra na Santa Missa, de ter  comunhão com esta Palavra. Na primeira parte da celebração da Santa Missa, equiparando com a Eucaristia, diz: “Não se aproxime do banquete Eucarístico quem não participou do banquete da Palavra”.

E enquanto a Palavra não penetrar em nós, não podemos dizer que somos amigos de Cristo, pois não há como sermos amigos de Jesus se não fazemos aquilo que Ele manda.

Jesus veio para nos lembrar quem somos: filhos de Deus. Precisamos reassumir essa condição e se temos essa certeza temos tudo, pois somos herdeiros do céu. Cristo renunciou a Sua condição divina assumindo a condição humana para estar no nosso meio e com isso nos elevar.

O tema deste AVIV: “Mudar para transformar” nos faz refletir: nós podemos mudar, não devemos nos impor as mesmas coisas, Deus nos permite sermos novos, ou seja, de vivermos a novidade que Ele mesmo nos dá. Para isso, precisamos fazer nossa parte acreditando sermos filhos de Deus. Ele nos criou sem a nossa participação, mas não quer nos salvar sem a nossa participação.

"Devemos nos dedicar cada dia mais à leitura da Palavra."

Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

O Evangelho relata a história de dois filhos, o primeiro fala que vai e não vai e também o segundo que diz que não vai, mas na hora vai. Devemos nos perguntar em qual grupo estamos, estamos seguindo a lei pela lei, achando que somos melhores, os escolhidos? Lembre-se de que Jesus condenou os hebreus que O louvavam com lábios, mas os corações estavam longe. Ele acolheu as prostitutas, os coletores de impostos. Somos o primeiro ou o segundo filho? Ou somos o terceiro, aquele que fala que vai e realmente vai.

A celebração de hoje nos convida a fazer mais do que cantar louvores à Palavra, nos convida a tomar a decisão de vivê-la.

Papa Bento XVI escreveu um outro belíssimo documento Verbum Domini [sobre a importância de nos dedicarmos à Palavra de Deus], que também fala da riqueza da Palavra do Senhor, um Deus que nos fala, que nos responde. Devemos nos dedicar cada dia mais à leitura da Palavra.

Com a decisão de viver a Palavra de Deus no dia a dia, com louvores, mas não somente, mas também vivendo, continuemos nossa caminhada.

Transcrição e adaptação: Regiane Calixto


Dom Antonio Carlos Altieri


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo