Maria sempre virgem

Celebrando o sacrifício do Senhor em honra a grande Mãe de Deus, a nossa alma e o nosso coração junto com ela e por ela também cantam o Magnífica. Senhor Jesus, a nossa alma, o nosso coração querem também ao lado dela, junto dela, por ela, cantar ao Senhor também o nosso Magnífica.

Senhor Jesus a nossa alma te engrandece nesta tarde e exulta de alegria por sua causa e deseja pela nossa vida derrubar do trono os poderosos e elevar os humildes.

Jesus Cristo Nosso Senhor, eu quero em meu nome e em nome de todos que estão aqui e daqueles que nos escutam, dar a nossa gratidão, pelo Senhor ter nos dado a sua mãe. Só o Senhor tinha a dignidade de ter a Virgem como Mãe, e o Senhor a deu a todos nós, e esta maternidade, por ela Senhor, nós agradecemos nesta Missa.

Filho e filha da Igreja que o teu coração nunca seja ingrato a grande Mãe de Deus. Que você nunca coloque a Virgem de lado da sua vida porque se você fizer isso está mancando o seu cristianismo de tal forma, com tal profundidade, que você vai perceber que o teu seguimento sem a Virgem, não vai se tornar esponsal, e será pautado numa realidade muito superficial.

Ora quantos profetas queriam ter a Virgem como mãe, mas não chegaram a tempo de tamanha graça. E hoje nós a temos. E de fato ela é a nova Eva. Porque está escrito que satanás iludiu a Eva, colocando nela o orgulho e Eva escutou, foi pelos ouvidos de Eva, que o pecado entrou.

Por isso o Apóstolo Paulo escreveu: “A salvação vem pelo ouvir”. Quando se anuncia o Evangelho a salvação entra pelo ouvir, no coração e na alma. Eva iludida pecou e deu do veneno do pecado a Adão, e por isso todos nós nascemos com o veneno do pecado original. A Igreja chama de mistério do pecado original. E este veneno de geração em geração passa por todos nós. Todos nascem com o veneno do pecado original, e o pecado não é uma ilusão. Sabemos que o pecado existe sim, e a Igreja fala que o pecado da iniqüidade vai atingindo o nosso coração, e o profeta diz hoje, que por causa disso muitos hoje oferecem sacrifícios ao demônio e não a Deus.

OUÇA: O Espírito Santo revelou a Igreja a virgindade de Maria

O que me encanta na grande Mãe de Deus, sendo a criatura mais linda, mais pura que o Senhor criou, em toda a sua liberdade. Ela virgem, enquanto Eva perdeu a virgindade pela desobediência e perdeu a pureza da nudez, enquanto a Virgem não, e é lindo poder dizer que a sua virgindade pode ser comparada a sarça ardente.

A virgindade de Maria pode ser comparada a sarça ardente. A sarça queimava e não se consumia, e a virgindade de Maria é assim, o Senhor entrou no ventre, o Senhor a consumiu, Ele foi gerado no seu ventre. O Senhor foi verdadeiramente gerado no seu ventre. Jesus consumiu o ventre da Virgem para ser verdadeiro homem, todo Deus e todo homem, exceto o pecado. E a virgindade de Maria pode ser comparada como a sarça ardente, porque o Senhor não violou a sua virgindade, muito pelo contrário Ele tornou a sua virgindade ainda mais santa.

Quem como a Igreja Católica que pode dizer: “Tu és virgem, mãe e esposa da Igreja”. Foi por Maria que a bebida celestial chegou até nós, o Sangue do Senhor. Enquanto Eva deu o veneno do pecado ao seu esposo, a Virgem dá o seu sangue puro, e pode dar ao mundo o seu Filho, e seu Filho pode dar o seu sangue a nós, e por isso a Igreja tem a bebida do céu, gerado no seio da Virgem e que destrói o veneno da serpente.

Por isso filhos, o nosso amor a Mãe de Deus não é um amor facultativo ou devocional, mas é uma necessidade interior. Quando o Espírito Santo veio a ela na anunciação ela já soube que ela seria sempre Virgem. Pois o Espírito Santo já falava que ela seria o sacrário do Senhor.

Eu gostaria de perguntar, gostaria de uma única justificativa para não amar a Mãe de Deus. Justificativa de quem conhece o Evangelho, não somente aos protestantes, mas também aos católicos. Porque quem não ama a Virgem é o raio que caiu do céu, é satanás que não ama Maria.

Aqui ninguém a faz virgem, Ela é virgem, e o Espírito Santo revelou a Igreja que ela é virgem, o Espírito do Senhor disse ao ventre da Igreja: “Ela é virgem, ela gerou Jesus o verbo de Deus, ela tem no seu ventre o sangue de Cristo. Ela é a nova Eva”.

 

A virgem pura, pobre e obediente. A pérola da vida consagrada é a Virgem Maria. A sua virgindade a leva a cruz, a sua virgindade deu a ela a coragem de ir aos pés da cruz. Por isso não caia nas heresias, Maria é a Virgem Mãe de Deus.

Recebe Mãe de Deus o louvor da Igreja. Não deixe nunca Maria, nunca tire da sua vida aquela que te deu o teu Deus. Desprezá-la é cuspir no ventre daquele que te deu o seu Deus.

Você que anda deixando a Virgem de lado, pensando que serás mais cheio do Espírito Santo, você estará sendo cheio de si mesmo. Porque é a Virgem Maria quem te leva sempre a fazer a vontade do Senhor. Sem a Virgem você pode ser cheio de si mesmo, e não do Espírito Santo.

OUÇA: Como posso anunciar Jesus e me esquecer da Virgem?

Como esquecer a Virgem? Como posso anunciar Jesus e me esquecer da Virgem. Até mesmo a brancura da hóstia consagrada nos lembra o leite materno de Vossa Mãe, a Virgem Mãe de Deus. A Virgem só fará do teu coração, o coração do Senhor.

A Virgem gera Deus e dá a Igreja o Sangue de Cristo. Enquanto o orgulho espiritual nos faz pensar, eu não preciso mais da Virgem, mas quem é servo se inclina, canta o Magnífica e faz da Virgem uma pérola ao seu coração.

O orgulho espiritual nos afasta da maternidade divina, mas ser servos como Maria nos coloca dentro da maternidade divina.

Se o Senhor Jesus não é mais alimento de vida eterna por tantos é porque a Virgem foi esquecida também. E não existe evangelização sem a Virgem Maria. Ninguém abra a boca para anunciar o Evangelho sem ter Maria no seu coração. Por isso Paulo VI disse: “A Virgem é a estrela da evangelização”.

Transcrição: Célia Grego
Fotos: Renan Felix


Adquira esta pregação
pelo telefone (12) 2186 2600

Padre Roberto Lettieri


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo