Não te disse Eu que se creres, verás a glória de Deus?

Padre Vagner Baia
Foto: Maria Andrea/Cancaonova.com

No dia de hoje, vamos aprender a tirar todo medo de nosso coração. O desejo de Deus é que experimentemos a vida nova, porém, é preciso ganhar resistência no amor de Senhor.

Não te disse Eu que se creres, verás a glória de Deus?” (João 11, 40).

A Palavra de Deus tem a força eficaz de mexer com nossas articulações e desejos. Muitas vezes, o mundo não quer que vejamos a glória do Senhor, mas que estejamos longe d'Ele. No entanto, é necessário que estejamos ao lado de Jesus Cristo, pois Seu amor sabe colocar todas as coisas no lugar. Também aprendemos com Ele a amar as pessoas, cada uma com jeito de ser. Até mesmo quando encontramos pessoas tristes, podemos, por meio de um sorriso, ser alegria para ela. Muitas vezes, temos de estender nosso braço para o próximo, e Deus nos capacitada para isso.

Estava, porém, enfermo um certo Lázaro, de Betânia, aldeia de Maria e de sua irmã Marta. E Maria era aquela que tinha ungido o Senhor com ungüento, e lhe tinha enxugado os pés com os seus cabelos, cujo irmão Lázaro estava enfermo. Mandaram-lhe, pois, suas irmãs dizer: Senhor, eis que está enfermo aquele que tu amas. E Jesus, ouvindo isto, disse: Esta enfermidade não é para morte, mas para glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por ela” (João 11,1-4).

Devemos dialogar com o Senhor, mesmo quando estamos desanimados, tristes e sem forças, em meio a tudo isso devemos dizer que queremos ver Sua glória.

Às vezes, nossa casa está em desacordo com as orações, porque cada um pede uma coisa diferente para Deus. É preciso fazer como Marta e Maria, ou seja, estar em oração juntos.

Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento, e lançada de uma para outra parte” (Tiago 1,6).

"Cada um de nós já é um milagre e uma bênção de Deus!", afirma padre Vagner Baia.
Foto: Maria Andrea/Cancaonova.com

Devemos pedir as coisa para Deus com fé; não de qualquer jeito, porque Seu poder é maravilhoso. Contudo, é muito importante falar d'Ele para nossos familiares, falar das dificuldades e lutas, porque, assim, o Senhor faz milagres.

Cada um de nós já é um milagre e uma bênção de Deus!

Os pecados nos levam à morte, são como uma grande lepra, uma droga, como a prostituição, o roubo e a mentira; além de tudo, o pecado envergonha a família.

Deus nos mostra que, quando perdoamos e obedecemos a Ele, conseguimos destruir o mal que está em cada um de nós, e Jesus Cristo começa agir em nossa vida. Ele quer que sejamos a glória onde estivermos, e, assim, dar-nos a vitória para que sejamos uma família em Cristo.

É necessário sempre abençoarmos tudo em vez de reclamar. Seja para lavar uma roupa, fazer comida, sair para trabalhar… Em tudo, Deus está presente, por isso é preciso aprender a abençoar nossos familiares e nosso trabalho.

Embora a bênção de uma mãe edifique a casa, temos de saber para onde estamos caminhando, porque o demônio vem em silêncio e nos afasta das bênçãos do Pai Amado. A primeira coisa que ele destrói é a afetividade; no lugar de Deus entram desgraças e, em segundo lugar, nossa saúde fica debilitada; com isso começamos a comprar remédios, mas não adianta, porque é uma doença espiritual.  As coisas pioram e, com tudo isso, queremos morrer, pois já não temos gosto pela vida.

Precisamos buscar o Senhor e obedecê-Lo. Temos de falar para os nossos filhos, esposos que estamos rezando por eles, para que a maldição vá embora e permaneça, na nossa casa, somente as bênçãos.

A nossa casa precisa viver no agir de Deus!

Transcrição e Adaptação: Thaís Rufino de Azevedo


Padre Vagner Baia


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo