No colo da Virgem Maria

Padre Paulinho
Foto: Foto: Wesley/CN

A Canção Nova é feita das pequenas coisas e dos pequenos fatos e temos muita história para contar. A minha vocação, o meu chamado, veio por meio das ondas da Rádio Canção Nova. Eu escutava a rádio no quintal da minha casa e perseverava ouvindo esta rádio do Senhor, pois ela leva pelas ondas o Cristo palavra, o Cristo Eucarístico.

Na minha casa eu costumava ouvir muita música e inclusive coloquei uma caixa de som no banheiro, e enquanto eu estava lá fazendo a barba, por exemplo, escutava o rádio, porém nesta época eu ainda não havia tido o encontro com Jesus, ouvia outras rádios de músicas seculares.

Minha mãe ouvia a rádio Canção Nova e eu comecei a ouvir também e através desta rádio Deus foi fazendo uma obra em meu coração, pois eu não pensava em ser padre, em vir para a comunidade, mas Deus entrou na minha vida.

É deste Deus que entra em nossas vidas que hoje eu quero falar, é por Ele que hoje eu sou sacerdote. Este Deus veio pelo ventre de uma mulher, Maria fora a escolhida para gerar no seu ventre aquele que ia trazer ao mundo a Salvação, Maria foi aquela que disse sim a Deus.

Maria nos acolhe, Maria nos empurra, nos conduz para frente e como filhos nós não podemos ficar parados, numa vida cômoda, como filhos ela nos acolhe e nos conduz. Conta a história que a irmã Lúcia, no convento em que ela ficava em Portugal, ela estava num dos corredores do convento e a madre veio e lhe perguntou porque ela conversava sozinha e ela respondeu para a madre que não falava sozinha, mas conversava com Maria e disse que podia vê-la e por isso conversava com ela, embora os outros não a vissem, Maria caminhava por ali, nos corredores daquele convento.

Nós não precisamos ver Maria para ter um relacionamento com ela, nós somos filhos de Nossa Senhora, ela é a mãe da Canção Nova, nós somos da estirpe de Maria, ela visita nossas casas, ela caminha em nosso meio.

Quando eu era pequeno, tinha muita dor de ouvido, minha mãe pegava uma colher colocava óleo, amassava alho e colocava no meu ouvido e eu chorava demais porque doía e ela me pegava nos braços e com seu carinho de mãe, logo eu dormia.
Devemos fazer esta experiência de nos deitar no colo de Nossa Senhora.

Ela nos pega no colo e eu peço a ela: “Maria acolha cada filho teu em seu colo, toma cada um como eles estão hoje” . Nós podemos fazer a experiência com Maria nas coisas mais pequenas e muitas vezes nós complicamos, com tantas coisas no mundo a gente vai deixando as simples devoções de lado.

Quantas vezes eu indo ao trabalho, ia rezando o terço e nas contas da Ave Maria, Nossa Senhora ia me conduzindo ao amor de Jesus e forjando em mim um homem novo. Maria é mãe de Deus e muitas vezes nos temos a mentalidade de que adoramos Maria, mas isso não é verdade, Maria é mãe de Nosso Senhor. A mulher geralmente tem uma facilidade maior de se aproximar de Maria, mas os homens às vezes não se achegam à Mãe. Não tenha receio, ela nos conduz sempre a Jesus e é Ele quem vai transformando nossos corações de homem e de mulher.

Acolha Maria na sua casa, ela vai levar o Espírito Santo a você, onde está Maria, está Jesus. Maria é a Virgem discreta, ela esta conosco nos nossos trabalhos, em casa, se você que tem um filho que está longe de Deus, ela está contigo e ela intercede por nós e pelas nossas situações a Jesus.

No Evangelho de São João capitulo 2 versículos de 1 ao 5 diz o seguinte:

“Três dias depois, celebravam-se bodas em Caná da Galiléia, e achava-se ali a mãe de Jesus. Também foram convidados Jesus e os seus discípulos. Como viesse a faltar vinho, a mãe de Jesus disse-lhe: Eles já não têm vinho. Respondeu-lhe Jesus: Mulher, isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou. Disse, então, sua mãe aos serventes: Fazei o que ele vos disser.”

O que Jesus tem falado ao seu coração para você fazer e você ainda não fez? Temos a graça de sermos cristãos e a graça que temos de sermos cheios do Espírito Santo e de levar a alegria por onde passamos, nós vivemos num mundo individualista, onde as famílias se separam dentro da própria casa, cada um tem seu computador, cada um tem suas coisas e onde está as famílias que se reúnem para partilhar em casa? Onde está nosso coração que muitas vezes se afasta de nossas próprias famílias?

'Acolha Maria na sua casa', diz Padre Paulinho
Foto: Foto: Wesley/CN

Como cristão temos a missão de estarmos com os nossos, temos que estar com eles enquanto estão vivos, pois depois que morrem não tem jeito, assim a graça de Deus vai nos transformando. E no colo da Virgem Maria hoje devemos ser dóceis a graça do Espírito Santo.

Comecemos meus irmãos a ter essa sensibilidade com a presença de Maria em nossas vidas e poderemos perceber que ela vai nos conduzindo, ela nos conduz ao perdão. Nós queremos ser feliz, mas essa felicidade não vem quando competimos com o irmão, mas se faz quando eu me faço um com ele, quando eu o amo, mesmo nas diferenças. O cristão é aquele que ama, sem impor, sem olhar as aparências, mas é olhando pelo coração; e Nossa Senhora nos conduz a isso.

Maria tem o poder, pois ela é intercessora, os méritos que ela tem não são por ela mesma, mas sim pelo seu Filho Jesus. O mundo futuramente estará exposto a muitas crises, mas hoje passamos por uma crise de fé, há muitas pessoas que rezam, vão a grupo de oração e hoje passam por esta crise.

Muitas vezes matamos alguém pela nossa palavra, Maria é uma mulher silenciosa e talvez hoje você precise desta graça do silêncio. O silêncio é virtude de Deus para nós e Maria foi esta mulher silenciosa. O silêncio é o segredo.

Quando eu era criança, como falei antes, sentia as dores de ouvido e não podia nem falar, só gritava e chorava, mas minha mãe sabia o que estava se passando comigo e cuidava de mim e é isso que Nossa Senhora faz conosco, ela nos toma nos braços.

Transcrição: Flávio Costa


ADQUIRA ESTA PALESTRA PELO TELEFONE:
(12) 3186-2600


Padre Paulinho


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo