O amor vence tudo

Ouça essa pregação, na íntegra

A Campanha da Fraternidade está nos chamando a atenção para as pessoas com deficiência que foram convocadas a vir para o meio, para amar e serem amadas por esse Jesus tão acolhedor. O homem possui uma dimensão física, psíquica e espiritual. A dimensão espiritual é aquela que nos diferencia dos animais e nos leva a entender que somos criaturas de Deus e que podemos amar e ser amados.

A nossa proposta hoje é ver as pessoas deficientes além da patologia, porque muitas vezes nós as olhamos e só vemos as suas doenças, mas ali dentro tem uma pessoa inteira. Ele pode não ter a fala, não ter a audição ou a visão, mas é uma pessoa, por isso precisamos ir ao encontro destes especiais, pois eles são tesouros, e podemos perceber isso quando temos contato com eles.

Nós nos julgamos perfeitos porque temos a nossa integridade física e mental, mas muitas vezes, não somos inteiros porque não temos um coração completo. Quando nos aproximamos de uma pessoa com necessidade especial percebemos que ela não é uma pessoa fragmentada, ao contrário, ela é uma pessoa inteira. Olhar além da patologia é olhar a espiritualidade, é olhar o seu tesouro.

Vamos olhar hoje o nosso lado espiritual através de alguns testemunhos que serão dados por membros da Comunidade Jesus Menino:

\”O tempo que tenho de caminhada na Comunidade Jesus Menino é o mesmo que tenho de voluntariado. Cada vez nos tornamos mais pessoas, mais nos aproximamos de Deus. Sei que estou na Comunidade de Aliança para a conversão da minha família. Em 2003 minha mãe teve um câncer, quando ela estava saindo do hospital, o meu pai teve um aneurisma. Depois de se recuperar e estar pronta para voltar para casa, minha mãe adoeceu novamente e faleceu. Aprendi muito com as pessoas da minha comunidade, principalmente com as crianças\”.
Mariana
Consagrada

\”Conheci a Comunidade Jesus Menino há dois anos através do Dunga, por isso quero começar com uma frase que o Felipe, que é filho da comunidade, um dia me disse: \’as pessoas vêm até aqui dizendo que vão nos dar alguma coisa, mas na verdade são elas que saem daqui ganhando muito mais\’. Estou muito feliz de fazer parte dessa comunidade. Desde que estou na comunidade tenho ganhado muitas coisas, inclusive meu noivo que eu conheci na comunidade\”.

Viviane
Consagrada

\”Sou colombiano, sou de uma nação que ama muito o Brasil. Os momentos na Comunidade Jesus Menino são muito belos, meu coração bate a cada segundo pela graça de Deus. Não me importa se estes meus irmãos são pequenos aos olhos das pessoas, porque eu sei que eles são grandes diante de Deus. É muito difícil entende que a Camila, na sua cama de hospital, tenha tido uma missão muito linda diante de Deus. São segredos do céu\”.
Lucas
Colombiano

\”O que aproximou da comunidade Jesus Menino foi uma pregação que ouvi do Dunga sobre sexo, castidade e aborto. Na minha adolescência eu tive uma namorada que abortou um filho meu. Comecei a me lembrar das vezes em que eu aparecia drogado na casa dela, e de quando paguei para ela fazer um aborto e ela quase morreu também.

Enquanto ouvia o Dunga falar, lembrava-me de tudo aquilo e me sentia um assassino. Sofri muito com essa dor, mas quando fui à comunidade e vi todas aquelas crianças me emocionei muito e me lembrei de meu filho. Eles foram a presença de Deus que curou meus traumas\”.

Jorge
Consagrado

\”Conheci a comunidade através do meu amigo Pedro. Nós estávamos trabalhando e ele me convidou para ir conhecê-los. Fiquei encantado e então o Antônio me propôs que eu me reconciliasse com Deus no meu coração. Tive uma grande experiência e compartilhei com a Lívia. Nosso casamento estava terminando por falta de diálogo, mas graça àquela experiência que me propus a ter com Deus, comecei a dialogar com minha esposa e tudo foi acontecendo. Hoje fazemos parte da Comunidade Jesus Menino, e é ela que nos alimenta espiritualmente\”.

Raul
Consagrado

\”O Raul e eu temos três anos de casados, e passamos por muitos momentos ruins em nosso casamento, porque não vivíamos a quatro, ou seja, eu, ele, Jesus e Nossa Senhora, era só o Raul e eu.

O Antonio foi um anjo guiado por Deus na hora certa e no momento certo da nossa vida. Aos poucos fui conhecendo as crianças, mas ainda não conhecia a comunidade. Quando fui conhecê-la vi as outras crianças e pude, em apenas um dia, reconstruir a minha fé e o meu casamento com o Raul, principalmente colocar Deus a frente de tudo. Estas crianças especiais me ajudaram a salvar meu casamento.

Hoje, eu consigo olhar para o meu esposo e dizer que o amo do jeito que ele é, com suas limitações e imperfeições\”.

Lívia
Consagrada

\”Tivemos a graça de estar com os membros dessa comunidade algumas vezes. Fiquei certa vez, uns 15 dias numa casa de portadores de deficiência, e muitas vezes me perguntei: ‘O que tem por trás do nosso dia-a-dia, da nossa caminhada?’ Muitas vezes, atrás da música, nós fazemos das tripas coração para ajudar essa comunidade porque ‘tive fome e me deste de comer, tive sede e me deste de beber’. A Igreja nos ensina muito sobre isso, ela nos ensina junto com as crianças. Na comunidade um só menino ocupa o tempo de dois. Quando você se deixa viver para alguém especial, você também se torna muito especial, redescobre-se.

Todas as comunidades precisam de ajuda, e não é só o dinheiro, é a vida, porque esse projeto vai além do dinheiro, é preciso manter a vida. Louvar a Deus todo mundo quer, mas ficar ao lado d’Ele, ajudá-lo a carregar a cruz, poucos querem. Essa é uma verdade muito grande, pois muitos abandonam a cruz quando enfrentam dificuldades. Mas quando seguimos em frente Ele nos ajuda. O essencial não é o que queremos, mas o que o Senhor quer\”.
Eraldo
Anjos de Resgate

\”Eu vim de Brasília, e tenho uma deficiência na visão. Hoje tenho a graça de começar o meu caminho de aliança na Comunidade Jesus Menino. Muitas pessoas me perguntam se eu sou cega, mas eu digo que não, porque cego é aquele que não quer ver, eu apenas não enxergo.

Um dia o Ney da Codimuc me ligou perguntando se podia dar o meu telefone para o Antonio para que nós nos conhecêssemos, foi então que eu tive a oportunidade de conhecer a Comunidade Jesus Menino, um lugar lindo. As pessoas que estão na Comunidade são aquelas que foram transformadas por Deus, pois cada um deles, na sua necessidade, vêm completar aquilo que nos falta.

É como aquilo que Jesus disse a Pedro: \’Se eu não lavar os seus pés, não terás parte comigo\’. A comunidade Jesus menino quer ter parte com você, ela quer ficar no seu coração para que você possa olhar essa Páscoa como transformação para a sua vida\”.

Ângela Maria
Vocacionada

Site: www.comunidadejesusmenino.org.br

Contatos:

Telefone:
(24) 2242-4208

Endereço:
Comunidade Jesus Menino
Estrada Divino Espírito Santo, 577 – Carangola
Cep 25715-410 – Petrópolis / RJ


Antônio Tavares (Tônio)


Fundador da Comunidade Jesus Menino

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo