O Reino de Deus está em você

Padre John Baptist
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Uma vez que Deus habita em nós, o demônio tem problemas, pois estamos nos planos do Senhor. Queremos, ao encontrá-Lo, dar um passo, deixar de lado aquilo que nos afasta d'Ele. Mas é preciso que saibamos o quanto isso vai enfurecer o demônio, pois desejamos andar na vontade do Pai.

Irmãos, estamos ligados ao Céu, mas estaremos ainda mais ligados a ele se nos afastarmos do mal. Quando assumimos a nossa fé, deixamos que o Espírito Santo aja em nós. Ao fixarmos nossos olhos em Deus, Ele fixa em nós o Seu olhar, mas quando isso não acontece, deixamos de vivenciar o Seu amor e não conseguimos fazer com que Ele esteja junto de nós.

Sinto muito se eu feri Deus, mas Ele me trouxe aqui para que pudéssemos, todos juntos, tocar nos ferimentos de Jesus, para que Ele toque em nós. Sejamos alegres, meus irmãos, pois Deus está em nós! Nós temos a força, pois O Senhor mesmo disse: “O Reino de Deus está entre nós”. O amor do Senhor está sendo derramado sobre nós.

Certa vez, eu estava no avião e ouvi as pessoas falando a respeito de Bento XVI. Descobri, naquele momento, que ele havia renunciado. Então, pensei: “Acabamos, fomos derrotados, pois a razão de termos um Papa é para que ele seja para nós um sinal de fé. Nada pode romper isso; o Santo Padre é sinal visível daquilo que Deus faz!”. Em seguida, ao ver os noticiários, percebi que somos Igreja e que ela é governada pelo Céu, pelo Pai, pelo Filho e pelo Espírito Santo. É um relacionamento de amor, pois eu e você somos amados por Deus!

Hoje, o Senhor está soprando uma vida nova em nós. Foi isso que vi, naquela cadeira branca, quando Bento XVI renunciou. O Reino de Deus não é algo que se vê, mas algo que experimentamos e que está em nós. A força do Espírito está em nós.

A renúncia de Bento XVI fez com que retomássemos os fundamentos da glória, ou seja, quando falamos aquilo que a Bíblia diz: “Havia um certo caos quando Deus criou o Céu e a Terra”; da mesma forma, Ele quer fazer conosco: em meio ao caos da nossa vida, o Senhor quer soprar sobre nós o Seu Espírito Santo. Ele quer nos colocar em ordem.

Saiamos daqui, pois, renovados pela vida que Cristo nos deu após ter carregado a cruz e derrotado a morte. As pedras que estão em nosso caminho serão retiradas e haverá paz em nossos corações.

"Sejamos pois, pessoas doces, amadas!", padre John Baptist.
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Afirmo que Deus está conosco e o inimigo não tem poder sobre nós. O Senhor quer que compreendamos que Ele pode agir sobre cada um de nós e, assim, experimentarmos algo que nunca havíamos experimentado. Quando temos o Espírito Santo, estamos dispostos a sofrer para entregarmos todo o nosso ser a Deus.

Jesus prometeu que o Paráclito seria derramado sobre nós e é Ele quem prevalece em nossa vida. A partir daí, devemos odiar o pecado à medida que nos aproximamos do amor de Deus.

Estou aqui, porque Deus quer caminhar comigo. Há três dias, estava em uma de nossas paróquias e, num momento de oração, vi pessoas se levantarem de cadeiras de rodas e saírem correndo. Então, disse ao Senhor: “Jesus, eu sou tão pequeno!”. Ele me respondeu: “Você não é merecedor. Eu é que sou merecedor em você”. Nós precisamos de Deus, meus amados. Sejamos, pois, pessoas doces, amadas!

 

 

Transcrição e adaptação: Luana Oliveira


Padre John Baptist Bashobora


Sacerdote da diocese de Mbarara, Uganda/África

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo