Oculpe o seu lugar no céu

Padre Arlon
Foto: Maria Andrea / Fotos CN

“Irmãos, descendentes de Abraão, e todos vós que temeis a Deus, a nós foi enviada esta mensagem de salvação. Os habitantes de Jerusalém e seus chefes não reconheceram a Jesus e, ao condená-lo, cumpriram as profecias que se leem todos os sábados.” Paulo, em seu discurso fala que esse tal Jesus foi preso e continua a pregar “Depois de realizarem tudo o que a Escritura diz a respeito de Jesus, eles o tiraram da cruz e o puseram num túmulo. Mas Deus o ressuscitou dos mortos e, durante muitos dias, ele foi visto por aqueles que o acompanharam desde a Galileia até Jerusalém. Agora eles são testemunhas de Jesus diante do povo.” At 13, 26-31

Nós estamos indo para o quinto domingo da Páscoa, ainda temos o Círio em nosso meio, que representa o Cristo Ressuscitado, você pôde participar em sua paróquia dessas atividades. Paulo nos questiona: você já se esqueceu que o Cristo ressuscitou e que o túmulo está vazio?

Muitos de nós, já nos esquecemos que a poucos dias estávamos celebrando a Ressurreição de Jesus, um marco forte para a humanidade. Estamos no ano de 2013 do seu nascimento e a história mudou a partir desse fato. Se isso não tivesse acontecido, estaríamos vivendo o ano 5778 como os judeus. O sepulcro vazio mudou também a linguagem de alguns povos, pois o Domingo é o Dia do Senhor, somente os americanos que continuaram a chamar como o Dia do Sol [Sunday]. Se o sepulcro não estivesse vazio não existiria a Igreja.

Todos nós participamos da celebração da Páscoa de Cristo. Nesta celebração, temos o Círio Pascal, no qual está gravado as letras Alfa e Ômega, onde Jesus é o Senhor do tempo, Senhor do princípio e do fim; no Círio também temos o ano correspondente, neste caso o ano de 2013, pra dizer que Jesus, é o Senhor da história, da sua vida e de tudo o que você irá fazer neste ano.

Quando Maria Madalena encontra o Senhor ela estava abatida. Foi de madrugada para que ninguém a visse chorar, mas ela tem o “encontro com Jesus”. Ele a chamou pelo nome, da mesma forma Ele faz conosco, e desta forma nós O conhecemos. Maria Madalena, viveu uma mudança drástica e sai gritando para todos: “Eu vi o Senhor”. Jesus apareceu às mulheres pois elas foram fiéis a Ele até a Cruz. É bonito quando nós somos fiéis a Deus mesmo diante das dificuldades de nosso dia a dia, o Senhor está conosco. Amados irmãos, não existe ressurreição sem cruz. Não foge da Sua Cruz, se você quer ressuscitar, não tenha medo do sofrimento, pois eles nos fazem abraçar Jesus. Sabemos muito bem, que quando as coisas estão bem, por vezes nem lembramos d'Ele, mas quando as coisas apertam é para Ele quem gritamos.

Maria Madalena não é a mesma diante do encontro do Senhor, pois àquela que foi ao túmulo não tinha esperança, mas a Maria madalena que se encontra com o Senhor, é uma mulher de fé, busquemos através dessa Santa Missa, este mesmo encontro. Temos como ela a missão de ascendermos nossas velas, que por vezes estão apagadas. Ela, depois de ter encontrado o Senhor, foi sua grande evangelizadora, e nós, quem estamos evangelizando? Nossas velas e as velas de nossa família estão apagas, nós precisamos nos animar, nos alegrar e não viver reclamando. Existem pessoas anêmicas espiritualmente!

No evangelho de hoje, Jesus chama seus discípulos e diz “Não se perturbe o vosso coração. Tendes fé em Deus, tende fé em mim também. Na casa de meu Pai, há muitas moradas. Se assim não fosse, eu vos teria dito. Vou preparar um lugar para vós, e quando eu tiver ido preparar-vos um lugar, voltarei e vos levarei comigo, a fim de que onde eu estiver estejais também vós. E para onde eu vou, vós conheceis o caminho” Jo 14, 1-4. Este fato aconteceu num ambiente tenso, Jesus havia ressuscitado, e mesmo assim seus discípulos estavam com medo.

Ter fé em Deus e acender a vela é o melhor remédio que existe para a angústia. Queira se encontrar com Jesus, pois sem ir ao encontro dele você não conseguirá ascender a sua vela.

"Não existe ressurreição sem cruz," exorta Padre Arlon
Foto: Maria Andrea / Fotos CN

Irmãos, o Senhor tem lugar para cada um de nós no Céu, e quando nós não vamos ocupar este lugar, até mesmo o Senhor sente-se frustrado.

“Tomé disse a Jesus: “Senhor, nós não sabemos para onde vais. Como podemos conhecer o caminho?” Jesus respondeu: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim”. Jo 14, 5-6 Jesus é O caminho, Ele não diz que é “um” caminho, mas é somente por Ele que encontraremos no Céu a nossa morada.

Sabemos muito bem que trilhar no caminho do Senhor é um caminho difícil, pois os pecados, muitas vezes, nos tiram do caminho do Senhor. Quando nós pecarmos, precisamos parar, pedir ajuda e voltar para o caminho do Céu. Se você errou, não tenha medo de voltar, de retornar ao caminho que é certo. Deus está te esperando!

Se você percebe que precisa de ajuda, não tenha medo, pois a humildade arrasa com o mal, se reconheça, portanto pecador. Se faz tempo que você não se confesse, vá se confessar. O que hoje lhe tira para fora do caminho correto? Volta, porque o Pai está sempre de braços abertos, não querendo saber quais foram os seus erros, Ele quer ter de volta a sua presença.

Deus se alegra com o seu retorno e saiba que você não está sozinho. Deus não desiste de você, portanto não desista das pessoas que você ama. Mesmo diante dos sofrimentos, Deus lhe acolhe, lute, seja perseverante, o Senhor está ao Teu lado. Lembre-se que Ele é Caminho, a Verdade e a Vida!

 

 

Transcrição e adaptação: Luana Oliveira

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo