Quem acusará os eleitos de Deus?

Padre José Augusto
Foto: Regiane Calixto

(Romanos 8, 31).

Esta é a Palavra que direciona todo o nosso encontro. Muitas vezes, nós nos colocamos em uma atitude de achar que em uma determinada situação não tem mais jeito para a vida e, assim, acabamos andando muito tristes e nos autoacusamos, nos autocondenamos. Paulo, na Carta aos Romanos, diz: “Se Deus é por nós, quem será contra nós?”, antes, ele também afirma que de daquele momento em diante já não há mais condenação para aqueles que estão em Jesus Cristo. Se você foi uma pessoa que andou no pecado, mas já se arrependeu e já se confessou com um sacerdote, já não haverá mais condenação sobre você.

Existem mulheres que carregam dentro de si uma autocondenação por terem praticado um aborto no passado, mas Deus não se preocupa com o que fizemos, Ele na verdade, se preocupa se você continua praticando um pecado. Mas se você já se arrependeu, já se confessou, não há motivos para se condenar ainda mais, mesmo se você, em um momento de oração, ouve em uma palavra de ciência que há alguém ali que cometeu um aborto e que precisa se confessar. Se você já se confessou, essa palavra não é para você, pode ser para outra pessoa, porque você não será mais condenado por isso.

Uma vez que você se arrependeu e se confessou não haverá mais condenação para você, Jesus se colocou como seu Advogado, como Defensor seu. Eu falo do aborto, como exemplo, mas você pode incluir qualquer outra situação que ainda lhe traga sentimentos de condenação dentro de si. Muitas pessoas vão confessar muitas vezes o mesmo pecado para o sacerdote; mas eu digo a você: quando você volta a confessar aquilo que já confessou ao padre, isso é uma mentira, pois já não existe mais aquele pecado, você já foi perdoado ao se confessar pela primeira vez. A não ser que você continue cometendo o mesmo pecado.

Não se condene! Existem filhos que trazem um peso sobre si dizendo: “Eu não cuidei direito de meu pai, eu não cuidei direito de minha mãe”, quando, na verdade, eles cuidaram sim. Por isso, essas pessoas devem ter o cuidado de não dizerem mais isso, pois já não sofrem a condenação, pois se Deus é por nós, quem será contra nós? O demônio ficará buscando um situação, uma brecha para levá-lo a essa condenação; mas Jesus já o libertou! Diante de um perdão dado a você por Deus, quem ainda poderá condená-lo e acusá-lo?

Ninguém tem o direito de acusar ninguém, Paulo diz aos romanos, “Só Deus é quem nos julga!”. Você é um escolhido por Deus, Ele o libertou com Seu Sangue e você precisa assumir que é liberto em nome de Jesus!Cristo se coloca diante do Pai e pede por nós, você não pode se acusar diante de um pecado que já foi confessado se não o cometeu mais, pois essa é a maior mentira que o demônio quer colocar no meio de nós: que Deus não nos perdoou. Mas pecado confessado é pecado perdoado.

"Se você se arrependeu e se confessou não haverá mais condenação"Pe José Augusto
Foto: Regiane Calixto

Muitas vezes, após uma confissão esperamos uma penitência enorme e o padre vem e nos diz: “Reza uma Salve-Rainha” e nos surpreendemos, pois talvez esperássemos e até merecêssemos uma penitência maior, como, por exemplo, andar de joelhos de São Paulo até o Rio de Janeiro. Mas quando o padre nos pede uma penitência leve, isso demonstra o quanto Deus nos ama; o que acontece é que com nossa razão humana não entendemos o grande amor do Senhor, que é derramado sobre nós.

Quando saímos do confessionário precisamos ter a certeza de que Deus nos perdoou e devemos sair leves, sem fardos, pois Jesus sabe que nós pecamos e está lá intercedendo ao Pai, pedindo pela nossa santidade, pela nossa perseverança, para que continuemos nossa caminhada. Por essa razão: não desista, não ande por aí de cabeça baixa! Confie que o Senhor já perdoou você!

Eu quero dizer para você que participa deste encontro aqui ou em casa, que vive se condenando por algo que fez no passado: você já foi perdoado! No momento em que Nosso Senhor Jesus Cristo subiu com a cruz no Calvário e no momento e disse: “Pai, perdoai-lhes, pois eles não sabem o que fazem”, o perdão d'Ele já foi dado a você, pois foi um perdão passado de geração em geração. Se você sabe que pecou, mas ainda não teve coragem de se confessar, busque a confissão, o Pai o espera de braços abertos para perdoá-lo!

Talvez você ande nervoso, doente, com dores nas costas, colesterol alto, vai ao médico e faz vários exames e este diz que não há nada… Quem sabe seja justamente por essa condenação que você traz de si mesmo? Ninguém tem o direito de se condenar, pois temos Nosso Senhor Jesus Cristo, que é fiel e justo e tem o poder de perdoar todos os nossos pecados.

Se Deus é fiel e justo, quem vai nos separar do amor de Cristo?

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo