Quem teve o encontro com o Cristo é capaz de dividir o que possui

Diácono Paulo
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

Pela Palavra nasceu a Canção Nova e junto com a evangelização nasceu o social.

Tudo o que se faz em prol de alguém nasce no Coração de Jesus, o dar-se ao outro passa pelo encontro pessoal com o Cristo. Ele é a fonte de caridade.

Hoje apresento dois momentos de encontros transformadores narrados na Palavra de Deus.

Atos dos Apóstolos 9, 1- 5: “E Saulo, respirando ainda ameaças e mortes contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote. E pediu-lhe cartas para Damasco, para as sinagogas, a fim de que, se encontrasse alguns daquela seita, quer homens quer mulheres, os conduzisse presos a Jerusalém. E, indo no caminho, aconteceu que, chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu. E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? E ele disse: Quem és, Senhor? E disse o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro é para ti recalcitrar contra os aguilhões.”

O apóstolo Paulo teve um encontro com uma grande Luz, e esta iluminou as trevas do seu coração, que estava cheio de ódio. Essa Luz é Jesus Cristo, que uma vez que se revela a nós nos mostra as nossas trevas. Esse encontro com o Cristo nos leva à consciência do pecado, como ocorreu com o apóstolo.

Você precisa ter esse encontro com o Cristo. O que ainda é treva em sua vida? É preciso fazer escolhas definitivas a partir do encontro com o Cristo.

E o Evangelho de São Lucas, capítulo 19, versículos de 1 a 10, traz a história de Zaqueu.

"E, tendo Jesus entrado em Jericó, ia passando. E eis que havia ali um homem chamado Zaqueu; e era este um chefe dos publicanos, e era rico. E procurava ver quem era Jesus, e não podia, por causa da multidão, pois era de pequena estatura. E, correndo adiante, subiu a um sicômoro bravo para o ver; porque havia de passar por ali. E quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, viu-o e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, porque hoje me convém pousar em tua casa. E, apressando-se, desceu, e recebeu-o alegremente. E, vendo todos isto, murmuravam, dizendo que entrara para ser hóspede de um homem pecador. E, levantando-se Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado. E disse-lhe Jesus: Hoje veio a salvação a esta casa, pois também este é filho de Abraão. Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido.”

" Tudo o que se faz em prol de alguém nasce no Coração de Jesus," ressalta o diácono Paulo

A Igreja nos ensina que os pobres precisam ser generosos com os pobres. O rico também precisa ajudá-los os mais necessitados.

Quem teve o encontro com o Cristo é capaz de dividir o que possui como Zaqueu.  “Zaqueu disse ao Senhor: 'Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado'”.

Hoje a Canção Nova é voltada para os mais pobres, o Instituto Canção Nova ajuda tantas crianças e também o Posto de Saúde beneficia a muitos. Zaqueu teve o encontro com Deus, saiu do emocional e foi para racional. O encontro levou a uma ação.

Há famílias nas quais não há solidariedade entre os membros delas; é preciso ter conversão para que isso ocorra. Precisamos deixar o egoísmo, o individualismo de lado. Precisamos ser generosos.

Precisamos colocar em prática o que aprendemos de Deus, que nossa atitude não seja pagã. 

O nosso encontro com o Cristo precisa nos fazer melhores.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo