Somos os guerreiros do Senhor

Padre Fabrício
Foto: Wesley Almeida/CN

Filipenses 4, 11 ao 13: “Não digo isso por estar passando necessidade. Pois aprendi a me bastar em qualquer situação. Sei viver na penúria e sei viver na abundância. Aprendi a viver em toda e qualquer situação: estando farto ou passando fome, tendo de sobra ou passando falta. Tudo posso naquele que me dá força.”.

O que mais me chama atenção neste texto é que Paulo percorreu um caminho de aprendizado e por isso ele pôde dizer: “Tudo posso naquele que me dá força”. O mesmo caminho que devemos aprender, nós precisamos viver este caminho que Paulo viveu e experimentou, para dizermos nos dias de hoje esta Palavra que um dia ele disse.

Paulo teve uma escola e quero mostrar como ele viveu esta escola, este treinamento, pegue em sua bíblia a passagem de II Coríntios 1, 8 ao 10, que diz assim: “Com efeito, irmãos, desejamos que tomeis conhecimento da tribulação que nos sobreveio na Ásia: fomos oprimidos tão acima de nossas forças, que chegamos a perder a esperança de escapar com vida. Experimentamos, em nós mesmos, a angústia de estarmos condenados à morte. Assim, aprendemos a não confiar em nós mesmos, mas a confiar somente em Deus que ressuscita os mortos. Ele nos livrou, e continuará a livrar-nos, de um tão grande perigo de morte. Nele temos firme esperança de que nos livrará ainda, em outras ocasiões”.

Nesta passagem podemos ver que Paulo viveu tribulações que exigiu muito dele e que foi além de suas forças e nós também podemos estar vivendo isso. Paulo chega a dizer que perdeu as esperanças e o que é perder a esperança, é viver desesperado e você pode estar passando por isso também.

Você talvez tenha passado por um estado de angústia, de desespero, mas você precisa viver a escola que Paulo viveu e saber que é Deus quem fortalece a todos nós. Você precisa entender que a confiança será gerada em sua vida, dentro da sua casa, na sua família, se você enfrentar as tribulações, não adianta fugir. Assuma suas limitações, suas fraquezas e comece um caminho de fortalecimento. Paulo aprendeu na oficina da vida que ele não podia sozinho, não podia bater no peito e dizer: “Eu posso!”, sem fugir da sua realidade, na dureza dela ele reconhece que só em Deus ele poderia ser fortalecido.

As pessoas escolhem fugir dos seus problemas e por isso não aprendem a viver. Quem nunca passou por uma angústia, por um sofrimento é porque não viveu. Na segunda carta aos Coríntios 11, 23 ao 28, Paulo vai dizer: “São servos de Cristo? Delirando, digo: Eu ainda mais. Muito mais do que eles, pelos trabalhos, pelas prisões, por excessivos açoites; muitas vezes em perigo de morte; cinco vezes, recebi dos judeus quarenta chicotadas menos uma; três vezes, fui batido com varas; uma vez, apedrejado; três vezes naufraguei; passei uma noite e um dia em alto mar; fiz inúmeras viagens, com perigos de rios, perigos de ladrões, perigos da parte de meus compatriotas, perigos da parte dos pagãos, perigos na cidade, perigos em regiões desertas, perigos no mar, perigos por parte de falsos irmãos; trabalhos e fadigas, inúmeras vigílias, fome e sede, frequentes jejuns, frio e nudez; e, sem falar de outras coisas, a minha preocupação de cada dia, a solicitude por todas as Igrejas!”

"Deus quem fortalece a todos nós", diz padre Fabrício
Foto: Wesley Almeida/CN
:: Mais fotos no Flickr


Hoje há pessoas que são reprovadas na faculdade da vida porque faltaram na aula das duras provas da vida. Quanto pai já se arrependeu por proteger tanto o filho que não deu a ele a oportunidade de passar pelas duras provas?
Ensine seu filho a viver, sofra com ele, mas não ensine ele a correr das provas da vida. São Paulo não foi poupado do trabalho, você não pode ser poupado do trabalho. Você talvez não tenha levado chicotadas dos judeus como Paulo, mas quantas vezes você levou chicotadas da vida?

É essa a oficina da vida, é essa a oficina que Paulo viveu. Quantas vezes você foi apedrejado, maltratado e com isso você deve ter aprendido muito. Paulo foi um homem que viajou muito, mas sempre vivendo em meio aos perigos e você talvez com medo de todos os perigos se trancou dentro de casa e não vive mais, você tem se excluído das disciplinas onde Deus iria lhe formar e por isso não foi aprovado na escola.

Paulo fez diversas vigílias e você? Talvez você ainda não fez uma vigília em uma capela, mas fez inúmeras vigílias esperando seu marido, desconfiando que ele estava te traindo, talvez você tenha passado vigílias com alguém no hospital, não fuja das aulas difíceis da vida, pois ainda não recebemos o diploma do “Tudo posso naquele que me fortalece”, porque fugimos das aulas.


Assista trecho dessa pregação



São Paulo teve um segredo que nos ensina como ele conseguiu passar por todas as provas, pegue sua bíblia em II Coríntios 4, 16 ao 18: “Por isso, não desanimamos. Mesmo se o nosso físico vai se arruinando, o nosso interior, pelo contrário, vai-se renovando dia a dia. Com efeito, a insignificância de uma tribulação momentânea acarreta para nós um volume incomensurável e eterno de glória. Isto acontece, porque miramos às coisas invisíveis e não às visíveis. Pois o que é visível é passageiro, mas o que é invisível é eterno”.

Aqui esta o segredo, São Paulo nos ensina que a tribulação deve ser colocada no lugar dela, ela deve ser insignificante para nós. Tem gente que acha que a cruz é um lugar onde precisamos morar, na verdade nós precisamos passar por ela e não morar. Quem já percebe na própria vida uma insignificante tribulação? Isso acontece a partir do momento em que nós passamos a mirar o que é invisível e não o que é visível, pois o que é visível é passageiro e o que invisível é eterno.

Mulher, você que vive uma traição por parte do seu marido e consegue tornar as coisas invisíveis de forma que você vê ele de forma diferente e não o abandonará, você entendeu o que Paulo nos disse. Nós somos amados por Deus e muitas vezes a tribulação nos cega e não deixa que percebamos o amor de Deus por nós, pois nossa geração aprendeu a somente acreditar no que se vê. O pequeno príncipe nos ensina que o essencial é invisível aos nossos olhos. Os olhos não são capazes muitas vezes de enxergar, mas o coração pode sentir e assim vamos sendo preparados para permanecer de pé diante das tribulações e receber o diploma do “Tudo posso naquele que me fortalece”.

O “Tudo posso naquele que me fortalece” não é uma auto ajuda, não é uma muleta, mas é a certeza de que podemos tudo em Jesus que nos fortalece. Você já viu algum exército sendo fortalecido para um batalhão? Se são preparados, é porque enfrentarão uma batalha, se você foge das batalhas da vida, não pode pedir que seja fortalecido, pois o objetivo de todo o fortalecimento é enfrentar as lutas, as batalhas.

"Olhe para sua vida e ensine para as suas tribulações que elas são insignificantes…", diz padre Fabrício
Foto: Wesley Almeida/CN

“Tudo posso naquele que me fortalece” é profissão de fé, é um grito de guerra e muitos de nós estamos em guerra nos nossos relacionamentos. Imagine você cara a cara com seu problema dizendo a ele: “Tudo posso naquele que me fortalece”. Enfrenta o duelo da sua vida! E onde você vai ser fortalecido, em Jesus!

Aonde você está, com qual pessoa você tem enfrentado os problemas da sua vida? Se não for Jesus, você não conseguirá, pois somente Ele poderá nos dar forças diante das tribulações. Jesus não passou pela terra para fazer fãs, tem muita gente que é fã de Jesus e conhece alguns de detalhes da vida de seu ídolo, mas vive como quer, mas o guerreiro de Jesus pode dizer “Tudo posso naquele que me fortalece”. Se você quer ser um guerreiro de Jesus você tem que estar disposto a lutar contra as tribulações, contra os desafios da vida e não desistir de lutar sempre.

O grande segredo de um batalhão de qualidade são duas coisas a alimentação e o treinamento. Se o batalhão for alimentado com “gelatina”, diante de uma tribulação qual resistência terá? O batalhão deve alimentar-se com alimento sólido, o guerreiro de Deus precisa se alimentar da Palavra, da eucaristia e muitas vezes nós não superamos as dificuldades da vida porque estamos nos alimentando de “gelatina”.

Talvez você esteja se alimentando de “gelatina” e por isso está vivendo uma vida mais ou menos, no pecado, na prostituição, nas conversas fúteis. Não se alimente de gelatina, se alimente da Palavra de Deus. O outro segredo é a qualidade do treinamento, qual é a qualidade do seu treinamento? Para se entrar no céu, para sustentar uma família, para ser um homem ou uma mulher de verdade o minimo que podemos fazer é sermos treinados com a fé.

Caminhamos na corda bamba da vida, se equilibrando entre as exigências, não cair, não desanimar, o treinamento das nossas vidas precisa ser exigente, é exigente viver bem o casamento, criar bem os filhos, é fácil ser um jovem gelatina, um homem gelatina, o difícil é permanecer em Jesus, você quer ser um fã ou quer ser um guerreiro de Jesus?

Hoje Deus alista os mais novos guerreiros da tropa de elite do Reino dos céus, guerreiro de Deus tem como grito de guerra: “Tudo posso aquele que me fortalece!”. Na oficina da sua vida você aprendeu a dizer: “Tudo posso que me fortalece!”. Não é no livro de auto ajuda que dizia que você era o melhor e dava conta de todas as coisas sozinho, eu te dou um livro, as Sagradas Escrituras, que não é um livro de auto ajuda, mas de ajuda que vem do alto e você aprenderá a dizer: “Tudo posso naquele que me fortalece”.

Esta pregação começou com um padre cheio de medo nos bastidores, mas que porque se alimentou da Palavra de Deus e antes de vir aqui falar a vocês disse: “Tudo posso naquele que me fortalece!”. Olhe para sua vida e ensine para as suas tribulações que elas são insignificantes, fale dos seus problemas para Deus e proclame diante de todas as dificuldades, na traição, nas dificuldades que você traz com os filhos, nos sofrimentos e nas provas e bata no seu peito e diga como Paulo: “Tudo posso naquele que me fortalece!”.

Confira o recado que o padre Fabrício deixou para você!
 

Transcrição e adaptação: Flávio Pinheiro


Acompanhe as pregações pelo twitter @cancaonova e
retuíte a mensagem que mais falar ao seu coração.

ADQUIRA ESTA PALESTRA PELO TELEFONE:
(12) 3186 2600

Conheça mais do nosso conteúdo:

:: WebTVCN, muitos vídeos para você
:: Gente de fé, a sua comunidade de relacionamento cristã
:: Podcasts: ouça áudios sobre variados assuntos
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

Para o seu celular:

:: Canção Nova Mobile
:: CN Chama, a Palavra de Deus no seu celular
:: Iphone

Mais canais na web:

:: meadiciona.com/cancaonova


Padre Fabrício Andrade


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo