"Sua família é a Igreja doméstica"

Padre Vicente
Foto: Mariana L. Gabriel/Cancaonova.com

Queremos que nossas famílias declarem que Jesus é o Senhor!

“Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a constroem. Se o Senhor não guardar a cidade, debalde vigiam as sentinelas. Inútil levantar-vos antes da aurora, e atrasar até alta noite vosso descanso, para comer o pão de um duro trabalho, pois Deus o dá aos seus amados até durante o sono. Vede, os filhos são um dom de Deus: é uma recompensa o fruto das entranhas. Tais como as flechas nas mãos do guerreiro, assim são os filhos gerados na juventude. Feliz o homem que assim encheu sua aljava: não será confundido quando defender a sua causa contra seus inimigos à porta da cidade.” Salmo 126 (127)

Dinheiro nenhum vale o fracasso da minha família, Deus quer quer sejamos abençoados. Se Deus não for o construtor em vão trabalham os construtores, ou seja, se Ele não o for o Senhor de nossa vida de nada valerá o nosso esforço. As crises também nos ajudam no nosso amadurecimento, isso vale para o matrimônio, para o relacionamento entre os pais e filhos, etc.

Os pais precisam ter a consciência da importância que eles têm sobre os filhos. As mães têm uma relação “umbilical” com seus filhos, a qual por ser tão forte precisa ser bem feita. A ausência dos pais na vida dos filhos pode trazer grandes traumas.

Os pais precisam zelar por seus filhos. Muitas vezes, os filhos podem não querer ir à Santa Missa, mas os pais devem dar um “jeitinho” para que eles possam ir. É de fundamental importância que isso ocorra porque isso vai contribuir o futuro de seus filhos. A criança precisa ver Jesus em sua casa através de seus pais. Mesmo nas dificuldades, nas lutas que são enfrentadas, os filhos terão como referência seus educadores de casa.

Deus, fé, religião, Igreja, padre… tudo isso fez a diferença em minha vida.

O grande desafio da família cristã hoje é ir contra o mundo, pois este quer tirar Jesus como o centro da nossa vida. E a Igreja mantém claros esses valores, para que Jesus continue no centro. A Igreja doméstica [famílias] precisa se conscientizar de que quando tiramos Deus do centro, outra coisa toma o lugar.

"Eu tinha Deus presente em minha família"
Foto: Mariana L. Gabriel/Cancaonova.com

.: Veja mais fotos no Flickr

Quando buscamos a nossa “autorrealização egoísta”, e passamos por cima de qualquer coisa, os valores são trocados e isso estraga as famílias. Muitos pais têm buscado isso como cura para suas dificuldades. Mas essa não é a saída correta, pois isso acaba acarretando a entrada do consumismo desacelerado em nossos lares, e a partir daí começam as lutas e as desavenças familiares. Precisamos reatar os laços que foram desfeitos, principalmente com o perdão entre os membros da família.

Os pais precisam conversar com os filhos, é preciso ter paciência com eles e ajudá-los diante do que estão vivendo. O pai precisa se tornar referência na vida de seus filhos. Reconheça a sua família como Igreja doméstica. Não se acanhe, não seja tímido diante de seus filhos! Não permita que o mundo influencie de maneira negativa na educação deles [seus filhos]. A força de Deus está em você, reze e escute a voz d'Ele em seu interior. O princípio do amor faz a diferencia em sua casa! Pais, deem amor aos seus filhos, elogiem-nos quando eles merecerem, façam com que eles se sintam amados!

“Felizes os que temem o Senhor, os que andam em seus caminhos. Poderás viver, então, do trabalho de tuas mãos, serás feliz e terás bem-estar. Tua mulher será em teu lar como uma vinha fecunda. Teus filhos em torno à tua mesa serão como brotos de oliveira. Assim será abençoado aquele que teme o Senhor. De Sião te abençoe o Senhor para que em todos os dias de tua vida gozes da prosperidade de Jerusalém, e para que possas ver os filhos dos teus filhos. Reine a paz em Israel!” (Salmo 127 (128)).

Tudo isso é promessa de Deus, não pare na emoção, mas transforme em vida! Pais, questionem-se: Que valores regem a sua casa?

Muitas vezes, ficamos motivados com situações que não merecem nossa atenção e não damos o devido valor às situações que realmente precisam de atenção. Isso acontece em nossas casas. Não deixe que o mundo tire o foco da sua família. Coloque prioridades para a sua casa neste ano, como irem à Santa Missa juntos, rezarem juntos… Sua família deve ter prioridade em sua casa e não o mundo. Comprometa-se com ela.

Aí sim poderemos dizer: “Eu me minha casa serviremos ao Senhor!”

Transcrição e adaptação: Luana Oliveira


Adquira esta pregação pelo telefone (12) 3186-2600


Veja também:

 
 

Conheça mais do nosso conteúdo:

:: WebTVCN, muitos vídeos para você
:: Gente de fé, a sua comunidade de relacionamento cristã
:: Podcasts: ouça áudios sobre variados assuntos
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

Para o seu celular:

:: Canção Nova Mobile
:: CN Chama, a Palavra de Deus no seu celular
:: Iphone

Mais canais na web:

:: meadiciona.com/cancaonova

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo