Temos dons diferentes segundo a graça que nos foi dada

Nilton Junior
Foto: Maria Andrea / Fotos CN

A nossa vida é o maior dom que Deus nos deu. Muitas vezes, não damos o devido valor a ela, e nos é muito fácil dizer que existimos, porque Deus quis. Mas, por vezes, não assumimos esse dom.

As situações e os problemas arrancam de nós a nossa maneira de viver e de termos o desejo de céu. Precisamos conquistar o céu, pois é para lá que nós vamos. Quantas vezes reclamamos por uma coisa que não aconteceu e não damos valor a todas as outras que aconteceram?

Valorizamos os erros dos outros, principalmente daqueles que nos provocam tanto dentro quanto fora de casa. Comece a enxergar também os dons que os outros possuem. Você não pode tirar os dons que Deus deu ao outro. Somos, por vezes, invejosos, querendo ter aquilo que o outro tem ou mesmo o dom que o outro tem. Deus quer dizer para nós que a vida é um dom, pois Ele mesmo quis a sua existência.

Deus não errou nos cálculos em sua vida ou na maneira que Ele deseja com que você viva, seja na família ou no trabalho que você tem. Por mais simples que sejamos, o Senhor nos escolhe. Seja até mesmo àquela pessoa que errou de todas as formas em sua vida, Ele não a deixa de amar.

Talvez você se reconheça com nenhum dom, tenha sofrido violência ou tenha sido abandonado por seus pais. Deus diz para você hoje: por mais simples que você seja, eu quero entrar na casa do seu coração.

Deus nos escolheu e quer que tenhamos um coração rico de felicidade por todos os dons que Ele nos deu, principalmente o dom da vida. Pela nossa experiência e pelo dom que Ele tem para nós, Ele quer nos amar, por isso não queira aquilo que Deus não quer para você.

Muitos de nós tínhamos sonhos quando ainda éramos crianças. Alguns sonham ser astronautas… Eu queria ser trapezista ou trocador de pedágio. Sabe por que que eu queria ser trocador? Para sorrir para as pessoas; bem com o ser trapezista: duas coisas que levasse Deus às pessoas. O que você vive, hoje, no ordinário da vida, tem levado para a vida das pessoas? Lembre-se: temos dons diferentes conforme a graça que nos foi conferida.

"Eu sou teu Deus, quero habitar em tua casa, por mais simples que ela seja."
Foto: Maria Andrea / Fotos CN

Nós temos muitos dons, mas, mesmo assim, queremos e temos inveja dos dons dos outros. Se você tem uma vocação, contagie os outros. Eu tenho o dom da alegria e quero compartilhá-lo com os outros, e eu quero levar essa alegria ao coração de tantos irmãos.

O Senhor nos chama e nos conduz, por isso não tenha medo em usá-lo. Quando Deus nos dá um dom, ele nos dá a graça de vivê-lo. Quais são os dons que você tem? Onde estão enterrados? Dons de serviço? Dons para a Igreja e para sua família?

Dedique-se à sua vocação, não a empurre com a barriga. Deus lhe deu o dom, portanto, cuide dele! Devemos fazer com que eles aconteçam. Qual dom Deus quer que você seja em seu trabalho ou em sua casa? Você gostaria de ter outra família? Em vez de você pedir uma outra família, seja um dom para ela. Deixe que o Senhor toque o seu coração para que você seja bom para o outro. Amar a família é fácil? Nem sempre! Mas precisamos nos decidir a amá-la.

Às vezes, ficamos pensando em ter outros dons: pregar, cantar… Irmãos, Deus quer que usemos bem aquele dom que você temos. Você que é mãe, assuma sua vocação! As nossas casas precisam do dom do amor. Chega de pessimismo. Devemos acordar e sorrir, sejamos alegria para os outros!

 

Transcrição e adaptação: Luana Oliveira


Nilton Junior


Consagrado da Comunidade Católica Pantokrator

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo