Toda criatura espera, ansiosamente, a revelação dos filhos de Deus

Flavinho
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com

Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus” (Romanos 8,19).

O mundo, hoje, está dependendo das manifestações dos filhos de Deus, porque se isso não acontecer, almas e corações vão se perder. É filho de Deus aquele que assumiu o Senhor como Pai, pois Ele, com Seu infinito amor, nos enviou Jesus.

Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome” (São João 1,12).

Jesus veio para nós, mas muitos não O acolhem. No entanto, só é filho d'Ele quem O reconhece. Os filhos do Pai são aqueles que conhecem Seu amor. A criação espera, ansiosamente, a manifestação dos filhos de Deus. É uma ansiedade boa!

Jesus Cristo veio, mas não foi acolhido pelos Seus. A nossa filiação divina não foi nada fácil, pois custou o Sangue de um Deus que se pregou na cruz. Somos filhos do Pai, por isso a criação está aguardando nossa manifestação. Cristo tinha muitos seguidores; hoje não é diferente. Mas Ele espera a manifestação dos Seus, porque, nem sempre, Seus seguidores têm a coragem de manifestar o amor que sentem por Ele.

E havia entre os fariseus um homem, chamado Nicodemos, príncipe dos judeus” (São João 3,1).

Nós somos chamados filhos de Deus por causa de Jesus, e o mundo aguarda a manifestação daqueles que O conheceram, a fim de que, os que ainda não O conhecem, também possam amá-Lo. Para que não nos enganemos com este mundo nem fiquemos nas trevas, precisamos nos manifestar como filhos do Senhor, aqueles que já O conhecem e O amam.

Devemos ter cuidado com este mundo, pois o Senhor diz que o diabo é o príncipe deste mundo e também tem poder. Enquanto os filhos do Senhor não se manifestam, os filhos das trevas já o fazem e deixam todos confusos.

"Temos de ter a coragem de nos manifestar como filhos de Deus!", afirma Flavinho.
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com

Precisamos ter uma referência para que não nos percamos. Temos de buscar a Igreja que acolhe seus filhos. Muitos filhos querem apenas milagres, mas se esquecem que o diabo também tem poder. Se não tomarmos cuidado, nós nos perderemos, pois, queremos somente coisas boas, sem sofrimentos. E para seguir Jesus temos de carregar nossa cruz, pois, por meio dela, podemos ver nossas graças.

Temos de ter a coragem de nos manifestarmos como filhos do Senhor; lembrando que seguir o Pai exige sofrimentos. A cada dia basta seu cuidado para que possamos superar nossos sofrimentos e lutas.

A manifestação de Deus por nós é Jesus!

O mundo tem nos submetido às ilusões deste mundo; estamos vivendo tribulações e nossa família está sendo destruída. Temos que buscar e crer em Jesus Cristo para que tudo possa ser renovado, e lutar com o sofrimento de cada dia, pois seguir os passos do Senhor não é fácil. No entanto, com Ele tudo pode ser restaurado. Por isso temos de nos assumir como filhos de Deus, para que o mundo não seja confundido.

Nós, como filhos deste mundo, não podemos nos conformar com as coisas negativas, mas ter coerência, aprender a pensar, julgar as situações. Para isso precisamos pedir a Deus esta graça de distinguir as coisas do mundo.

Somos filhos do Senhor, porque O reconhecemos e assumimos, crermos no Seu poder. Temos que, definitivamente, assumir essa condição e mostrar para o mundo o amor de Cristo por nós.

Transcrição e Adaptação: Thaís Rufino de Azevedo


Flavinho


Cantor e compositor católico

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo