Um só Senhor no Santíssimo Sacramento

Padre Roberto Lettieri
Foto: Weslei Almeida

Primeiramente é essencial ter a experiência com Jesus, pois ninguém é católico na essência, sem uma experiência pessoal com Jesus.

Hoje a necessidade do anúncio de que Jesus Cristo está vindo, a profunda necessidade da purificação, de colocar a comunhão dos santos no lugar certo. O que importa ao Senhor é ver sua Igreja latente anunciando a Verdade.

Precisamos anunciar Jesus com experiência de vida. Se não temos uma experiência com Jesus, o anúncio não dá frutos.

A comunicação visual é importantíssima em nossa liturgia que é tão rica e tantas vezes banalizadas por alguns padres.

Somos chamados a nos alimentar com o ‘Pão do céu’, é a grande alegria para nós católicos, mas muitas vezes desprezamos aquilo de mais preciso que temos a Eucaristia: Jesus, o altar de Deus que é a nossa alegria para adorar o Senhor.

Quando você católico diz, que não tem necessidade da missa, é como se estivesse jogando fora o corpo de Deus. Católico que não conhece Jesus ainda fica a mercê de outras doutrinas.

É a nossa missão, como Paulo nos diz em I Coríntios 11, 23 e 25. ”Eu recebi do Senhor o que vos transmiti: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão e, depois de ter dado graças, partiu-o e disse: Isto é o meu corpo, que é entregue por vós; fazei isto em memória de mim. Do mesmo modo, depois de haver ceado, tomou também o cálice, dizendo: Este cálice é a Nova Aliança no meu sangue; todas as vezes que o beberdes, fazei-o em memória de mim.” Pergunto como alguém ousa duvidar que não é corpo de Jesus na Santa Missa. Quero saber, de quem não acredita como interpretam essa passagem? Queria um fundamento para recusar tudo isso.

Hoje ainda há muitos católicos na ignorância. Como alguém tem coragem de falar que a Eucaristia é símbolo ou uma simples significação, é impossível dizer que é um fundamento não autêntico, quem vai ao coração da Palavra não tem como negar que o “pão é a carne de Jesus”. Mas ainda há católicos que vivem de meio termo, no relativismo.

Ninguém é católico na essência, sem uma experiência pessoal com Jesus.
Foto: Wesley Almeida

Papa Bento XVI nos diz que a Igreja não é irmã, ela é a mãe que saiu do coração aberto do Senhor, aquela que alimenta do seio puríssimo, e muitos católicos não querem saber disso, e ficam comparando o Senhor Jesus com Maomé.

 

Os três fundamentos preciosos da Igreja são: primeiro crer que Deus é único e trino, Pai, Filho e Espírito Santo, um só Deus em três pessoas; segundo toda Santa Missa é o prolongamento da consagração do corpo de Jesus, terceiro Jesus Cristo ressuscitou e está vivo.

Católico, o que você está fazendo nas seitas? Com o poder da mente, com as doutrinas orientais, em livros budistas, adorando falsos deuses, querendo completar o evangelho com aquilo que o homem escreve. Volte para o altar de Deus , volte a comungar o corpo de Deus.

Proclame: Jesus é o único Senhor de sua vida. Mesmo dentro da Igreja precisamos ter uma posição muito firme, pois a apostasia continua entrando no coração de muitas pessoas, a negação dos sacramentos da Igreja. Muitos dizem: eu não preciso da missa. É pela falta de fé que satanás está entrando na vida dos cristãos que abandonam toda a verdade de Deus. .

Quantos católicos dão mais valor a uma imagem que ao corpo de Cristo. A idolatria é tudo que se coloca no lugar de Jesus. Estou dizendo isso para colocar as coisas em ordem. O que vai crescer a fé é levar os católicos a experiência com Jesus.

Proclame: Jesus é o único Senhor de sua vida
Foto: Wesley Almeida

O Papa disse: “Ajoelhar-se diante de Jesus no Santíssimo Sacramento é um ato irrenunciável” Ele é o Senhor único e é uma presença por excelência no Santíssimo sacramento: Corpo, Sangue, Alma e Divindade.

Então vejam: a adoração começa na alma, e não é proibido comungar de joelhos. Quando se fala de adoração, é a experiência profunda da alma com Jesus, é o culto de adoração: eu adoro, espero e acredito que Jesus é o alimento de minha vida.

Nunca é excesso de amor cuidar do Santíssimo Sacramento, ter o máximo de cuidado para não derrubá-lo e sujá-lo, pois é Jesus.

Volte para Deus, volte a participar da missa com o coração cheio de alegria, volte a crer nos sacramentos. Não negligencie os sacramentos em sua vida. Volte a beber do Sangue e da carne do Senhor, não comungue com os ídolos. O único caminho é o Santíssimo Sacramento, não há outra saída se não colocar o povo ajoelhado diante do Santíssimo Sacramento, como nos diz o Papa Bento XVI.

 

 

Transcrição: Eliziane Alves 


Padre Roberto Lettieri


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo