Natal, tempo de preparação para a volta do Senhor

Robson Luis

Robson Luis
Foto: Larissa Carvalho

O tempo do advento

O advento é tempo para nos preparamos para receber Jesus, sendo tempo propício para reconciliação; primeiramente com Deus e também com o próximo. Temos de preparar nossa vida para receber Aquele que é a manifestação da misericórdia de Deus para a humanidade.

Natal não é tempo de comida

Como estamos preparando o nosso Natal? Comida e festividades são coisas muito boas, alegram o coração, permitem a comunhão da família, mas não é o objetivo do Natal. O Senhor nos chama, neste tempo, a algo muito maior: a celebração da vida do Senhor, a memória de que um dia Ele virá e nós precisamos estar prontos para acolhê-Lo, prontos a ir cear com Ele.

A importância da preparação

Meditemos com o Evangelho de Lucas 12, 35 a 38:

“Estejam cingidos os vossos rins e acesas as vossas lâmpadas. Sede semelhantes a homens que esperam o seu senhor, ao voltar de uma festa, para que, quando vier e bater à porta, logo lha abram. Bem-aventurados os servos a quem o senhor achar vigiando, quando vier! Em verdade vos digo: ele há de cingir-se, dar-lhes à mesa e os servirá. Se vier na segunda ou se vier na terceira vigília e os achar vigilantes, felizes daqueles servos!”

A Palavra nos recorda que a preparação para a volta do Senhor não é passiva, e sim executa o trabalho que Ele nos deixou.

Tempo de perseguição

Vivemos tempos de perseguição em que ser cristão não é fácil. A cultura tenta nos convencer a não seguir a Cristo. Os filmes, o ensino, a sociedade se voltam contra os valores cristãos, tentando incutir, em cada um de nós, a ideia de sermos inimigos da cruz.

Não podemos nos iludir

A natureza nos mostra que Ele vem, que o fim dos tempos se aproxima. Deus tem abreviado os tempos, conforme está escrito em Mateus 24,22, para que os escolhidos não se percam. Não devemos nos iludir pensando que Ele ainda vai demorar, iludidos pelo desejo das coisas deste mundo: relacionamentos, trabalho, prazeres etc., pois o tempo de buscar a santidade é agora.

O tempo desta terra não se compara a eternidade

O tempo desta terra não se compara a eternidade, sejam dez, vinte, quarenta ou oitenta anos, isso passa como um sopro. A eternidade, por outro lado, não tem fim. No inferno não há salvação, e devemos nos acautelar para estarmos sempre preparados, pois, se hoje nos encontrarmos com Jesus, precisamos estar preparados.

Natal é tempo de rever a nossa vida

Que o Natal seja um tempo novo para que possamos rever nossa maneira de viver, a maneira como temos negligenciado. É tempo de escolher o banquete do céu e nos preparar para vinda gloriosa do Senhor.

Transcrição e adaptação por Jonatas Passos

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo