Lavados e curados pelo Sangue de Jesus

Lúcio Domício. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Lúcio Domício. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Meditemos a Palavra de Deus na Carta de São Pedro 1, 18: “Porque vós sabeis que não é por bens perecíveis, como a prata e o ouro, que tendes sido resgatados da vossa vã maneira de viver, recebida por tradição de vossos pais, mas pelo precioso sangue de Cristo”.

Qual foi o preço da nossa salvação? São Pedro diz, em sua catequese, que a nossa salvação foi comprada pelo Sangue de Cristo derramado na cruz, e este Sangue é a garantia da nossa salvação!

Elevemos o nosso coração e peçamos a Deus três coisas: cura, libertação e salvação. Estamos percorrendo a história da nossa salvação, assim como Jesus já fez. Fomos salvos e o preço da nossa salvação já foi pago por Ele. São Pedro faz essa catequese e explica para o povo e para nós que a nossa salvação teve o preço da encarnação do Verbo Divino.

Jesus nasceu, morreu da pior forma e ressuscitou, porque a morte não foi o fim para Ele; portanto a nossa salvação teve um preço de morte e ressurreição, porque o Senhor nasceu e morreu por nós.

Quando Cristo foi flagelado, maltratado e humilhado, Seu Sangue foi derramado na cruz, e a cada gota derramada Ele dizia: “Eu aceito, meu Pai!”.

Peregrinos participam da Quinta-feira de Adoração na Canção Nova. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Peregrinos participam da Quinta-feira de Adoração na Canção Nova. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Sem o ‘sim’ de Maria isso tudo não teria acontecido. Jesus sabe de tudo que estamos passando, e da mesma forma que Maria deu seu ‘sim’, Cristo assim também o fez. Ele pensava em nós, em nossa história, nas pessoas que não perdoamos, o Senhor pensava nas pessoas desonestas e naquelas que não agradavam Seu coração.  Quando Ele estava na agonia do Orto das Oliveiras, rezando com o Pai, pensou em nós e em nossa salvação.

O valor que temos para Deus é incalculável! Ao entender o quanto valemos, Ele decide doar-se por nós. O preço da nossa salvação é o Sangue de Cristo derramado na cruz, e fomos salvos por amor.

Jesus Cristo ressuscitou da morte e reafirmou que não estamos sozinhos, Ele nos mostrou que podemos sempre contar com Ele.

É muito bom saber que Jesus morreu por nós, mas isso é muito fácil; o que precisamos saber realmente é que o ‘sim’ de Cristo exige também o nosso ‘sim’!

Quem nos garante que passaremos o resto deste dia vivos? A vida passa por nossas mãos como um sopro, e precisamos em vida entender o valor da cruz de Cristo. Não podemos fazer do sacrifício da cruz um teatro; Jesus fez um pagamento muito grande para voltarmos à casa do Pai. A decisão depende de nós: agarramos a salvação ou deixamos que ela escorregue pelas nossas mãos. Precisamos percorrer o caminho da salvação.

O que você escolhe para a sua vida?

Não há enfermidade que o Senhor não possa curar, mas o mistério da encarnação passa pela enfermidade. É um mistério que depende da nossa aceitação. Que agarremos com as nossas mãos essa salvação!

Transcrição e adaptação: Karina Aparecida

contribuicaocn


Lúcio Domício


Missionário da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo