Pela fé na Palavra de Deus, somos curados

Padre Antônio Furtado. Fotos: Daniel Mafra/ CançãoNova

Padre Antônio Furtado. Fotos: Daniel Mafra/ CançãoNova

O tema do nosso dia de hoje é “A cura pela Palavra”, setembro é o mês da Bíblia e não é à toa que, no fim do mês, vamos celebrar São Jerônimo, que traduziu a Palavra para nós.

Vamos ler Sabedoria 16, 12: “Não foi uma erva nem algum unguento que os curou, mas a vossa palavra que cura todas as coisas, Senhor”.

A Palavra de Deus cura todas as coisas. Nós podemos dizer que São Lucas resume toda a missão de Jesus em duas ações: Ele anunciou a Palavra e curou as pessoas. Muitas vezes, Jesus curava enquanto pregava. Quem lê o Evangelho vê que Jesus andava de cidade em cidade pregando a Palavra de Deus e curando as pessoas. Em todo lugar, Jesus anuncia a Palavra, que é remédio para que as curas ocorram.

João 10, 20: “Eu vim para que todos tenham vida”. Jesus veio para nos dar a vida e vida em abundância. É a Palavra que nos desperta para essa realidade. Quando estamos diante da Palavra de Deus não estamos somente diante de um livro de história. Todas as vezes em que a Palavra é proclamada você está diante de uma verdade: do Senhor Jesus. Como a Carta aos Hebreus 13, 8, afirma: “Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente”.

Jesus está verdadeiramente presente na Eucaristia, assim como Ele está verdadeiramente presente na Sua Palavra.

No capítulo 5 do Evangelho de Mateus, vemos que o evangelista narra como foi o Sermão da Montanha, no qual Jesus começa a ensinar as bem-aventuranças. Esse texto é chamado o coração do Evangelho de São Mateus. Depois, no capítulo 6, ele narra que Jesus fala da oração, do jejum, das preocupações exageradas. No capítulo 7, Jesus explica que não devemos julgar os outros. E no capítulo 8: “Tendo Jesus pregado na montanha, uma grande multidão o seguiu, vemos que o Senhor primeiro se dedicou a ensinar e, a seguir, a curar. Portanto, não há divisão entre o ministério de pregação e o ministério de cura, por isso Ele se dedicou à pregação da Palavra e também à cura das pessoas.

Com uma Palavra Jesus expulsou os demônios dos possessos e curou os enfermos. Uma multidão estava na casa de Pedro por causa do Senhor. Quem está doente? Quem tem alguma doença física, espiritual e interior? Tenha certeza de que Jesus tem uma Palavra que pode curar você também!

O que é a Palavra? Ou quem é a Palavra? Quando falamos da Palavra de Deus, lembramo-nos da Bíblia. Lembramo-nos de Jesus. A Palavra é Jesus. Como está escrito em Gênesis 1: “No princípio era a Palavra. Tudo foi feito pelo Palavra”, porque Deus nos criou por intermédio da sua Palavra, e a Palavra é Jesus.

Fiéis ouvem atentamente pregação da Palavra. Fotos: Daniel Mafra/CançãoNova

Fiéis ouvem atentamente à pregação da Palavra. Fotos: Daniel Mafra/CançãoNova

Eu gosto muito de ler o Salmo 138: “Vós me cercais por trás e pela frente, e estendeis sobre mim a vossa mão”. A Palavra, que criou todas as coisas, é uma Pessoa: Nosso Senhor Jesus. Esta Palavra nos teceu no ventre da nossa mãe. O processo maravilhoso que acontece com o espermatozóide e o óvulo é a própria Palavra, é o próprio Jesus que forma a criatura. No Nordeste dizemos muito: “Tecer a rede”. Assim como a mulher que vai tecendo cuidosamente aquela rede, muito maior é o amor de Deus, que foi nos tecendo no útero da nossa mãe.

Nós somos únicos, somos preciosos! Podemos começar um processo de cura a partir dessa Palavra: “Foi Deus que foi me tecendo”. Talvez você tenha tido um pai alcoólatra e uma mãe que não desejou a sua gravidez. Mas, antes de qualquer trauma e experiência dolorosa da sua vida, está um ato de amor de Deus por meio da Sua Palavra.

Mesmo se há alguém que não nos ama e não nos vê, Jesus nos ama, nos vê e nos quer! Esse Alguém é Deus!

Quantas vezes, queremos que alguém nos escute. Se vamos a um advogado temos que explicar a nossa causa. Se vamos ao médico temos de explicar a nossa doença. Com Deus não é assim, Ele já sabe tudo o que temos por nos conhecer.

A Palavra nos criou. Deus não quis nos amar de longe. Em João está escrito que Deus amou tanto o mundo, que mandou o Seu Filho para nos salvar e que nos criou para sermos livres e felizes. Deus o criou para ser uma pessoa curada. Essa ideia de que “eu nasci para sofrer” não é para nós. Quando Jesus pregava, os Seus apóstolos diziam que Ele o fazia com autoridade.

Quando eu entrei no seminário, o meu maior medo, que gerava certa crise vocacional, era presidir a minha primeira Santa Missa devido à minha timidez. Esse sentimento me impedia até de imaginar como seria a minha primeira homilia. Mas Deus já tinha uma reserva de cura para minha vida. E que cura foi a minha primeira Celebração Eucarística! E hoje quanto maior a multidão presente nela tanto mais eu me animo, porque Deus é capaz de nos curar.

A Palavra é cura para nós. Quando as pessoas me pedem oração de cura, elas começam a explicar a dor que sentem. Mas eu digo a elas que não precisam me dizer nada. Deus já sabe, basta fecharem os olhos e se entregarem a Ele.

No dia dezessete de setembro de 2009, o meu irmão não foi à Santa Missa porque o nosso pai estava urinando sangue. O doutor José Carlos disse: “Seu pai tem dois tumores na bexiga e é algo bem delicado”. Ele emagreceu 11 quilos. E o médico, depois de um tempo, disse que eram três tumores. Ninguém está preparado para a doença. Mesmo sendo pregador da Palavra e ministro de cura fiquei abalado. Mas, em uma manhã, eu tive um encontro com a Palavra ao deparar com o Salmo 42, 5: “Porque te deprimes, ó minha alma, e te inquietas dentro de mim? Ele há de livrá-lo, porque Ele é a sua salvação.”

Essa Palavra veio me animar. Ela caiu no meu coração. Ao andar pela praia, rezando, eu fui observando aqueles pequenos grãos de areia e me lembrei da música do padre Fábio, que diz: “Deus está presente nos pequenos grãos de areia”. E pensei: “Se Deus vê esse pequeno grãozinho, por que Ele não vai cuidar do meu pai?”. Então, o milagre aconteceu e o doutor disse que ele não precisaria mais fazer a cirurgia. O Senhor é o Médico dos médicos! E o meu pai foi curado até da hérnia que tinha. Deus tem o poder de nos curar com Sua Palavra.

A Palavra de Deus vem em nosso socorro porque somos fracos. Ela é a resposta de Deus para as nossas dificuldades. A Palavra é canal de cura. São Jerônimo disse: “Desconhecer as Escrituras é desconhecer o próprio Cristo”. Assim como naquele dia, essa Palavra foi cura para minha alma, a Palavra de Deus também pode ser cura para a sua.

Transcrição e adaptação: Jakeline Megda D’Onofrio


Padre Antônio Furtado


Sacerdote da Comunidade Shalom

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo