Abram-se aos dons do Espírito Santo

Precisamos e devemos usar os dons do Espírito Santo

Jesus deu a nós, através do Evangelho de hoje, uma palavra de ordem que é justamente esta: “Não sois do mundo, porque eu vos escolhi e apartei do mundo.”  (Jo 15,19b)

Três coisas importantes no Evangelho:
Primeira: “Não sois do mundo.”
Segunda: “Eu vos escolhi”
Terceira: “Eu vos apartei do mundo.”

Por isso, nós não podemos mais caminhar nos caminhos do mundo. Nós temos que realmente nos apartar do mundo, assim como Jesus fez. Não podemos andar nos passos do mundo. Não podemos falar na linguagem do mundo. Nós não podemos justamente por causa de Jesus. Não podemos nem mesmo termos esta futilidade própria do mundo. Não podemos assistir estes programas de televisão mundanos. Não sei porquê vocês ainda assistem novela! A gente nem se apercebe, mas faz a cabeça e faz o coração.

Jesus já disse: “Você, meu filho, minha filha, não é deste mundo.” Então, não faça e não assista as coisas deste mundo. “Ande nos Meus passos e nos Meus caminhos, não nos passos e caminhos deste mundo. Eu te apartei.” nos diz, Jesus. Hoje a rede social invadiu o mundo. Use bem o celular, mas não seja escravo dele. Nós não somos do mundo, você não é do mundo. “Eu vos escolhi e Eu vos apartei deste mundo.”

abramseaosdonsdoespiritosanto

Monsenhor Jonas preside Santa Missa no Acampamento Obra de Maria. Foto: Regiane Calixto/cancaonova.com

A primeira leitura é muito preciosa. Paulo vai a Listra e lá lhe recomendam um rapaz chamado Timóteo. Eles passavam de comunidade em comunidade, fortalecendo o povo na fé, mas Paulo não pode ir em frente, porque o Espírito Santo o proibiu de pregar o Evangelho na Ásia. É pelo dom de discernimento que isto acontece.

Paulo foi obediente e não foi para Ásia, embora fosse um campo muito fértil para a evangelização. Eles tentaram, mas novamente o Espírito Santo os impediu e não entraram na Bitínia. Então, Paulo e Timóteo partiram para Mísia. Durante a noite Paulo teve uma visão, na sua frente estava de pé um macedônio. Este homem, enfaticamente, pedia a Paulo: “Venha a Macedônia e nos ajude”. Paulo entendeu que esta era a moção do Espírito Santo.

Qual é a importância da Macedônia?

E Paulo vai para Macedônia pregar o Evangelho. Na Macedônia fica a Tessalônica e Filipos. Todos conhecemos as Cartas de São Paulo aos Tessalonicenses e aos Filipenses.
Se diz que a Comunidade mais amada de Paulo era Filipos. Lá encontramos Lídia, aquela mulher que trabalhava com púrpura e foi tocada pela palavra de Paulo. Lídia se torna uma evangelizadora. É a primeira mulher evangelizadora dos Atos dos Apóstolos.

Tudo isso aconteceu porque Paulo foi obediente ao discernimento do Espírito Santo.
E lhes trago uma coisa muito importante: Paulo, Barnabé, agora Timóteo, todos pregavam o Evangelho com força, mas principalmente pela ação do Espírito Santo. Os sinais se realizavam.

Usem os dons do Espírito Santo

Obra de Maria, todos que vieram com a Obra de Maria e todos que estamos aqui: É preciso que nós usemos os dons do Espírito Santo. O próprio Papa está insistindo que a renovação Carismática Católica seja Carismática. E só é carismática se usar os carismas.

Não sei por que foi se esfriando o uso dos dons. É preciso que usemos os dons do Espírito Santo, pois eles são meios muito necessários para a evangelização. Para que a evangelização penetre no coração das pessoas precisamos usar os dons do Espírito Santo.

Em I Coríntios 12 Paulo fala dos dons carismáticos:

Dom de Ciência

O dom de ciência é o impulso que o Espírito Santo nos dá, mostrando algumas coisas que humanamente não saberíamos. Não é adivinhação, mas um impulso do Espírito Santo mostrando-nos o que acontece. Na cura interior é importantíssimo o dom de ciência.
A pessoa que ora usando o dom de ciência acaba descrevendo sobre passado e o presente da pessoa, que talvez a própria pessoa nem se dava conta. E aí desfaz-se um nó.

Dom de Sabedoria

Em seguida, São Paulo nomeia o dom de sabedoria. Eu trago um exemplo: Estávamos na Rádio e eu ia celebrar a Missa na Capela da Rádio. O telefone tocou, tocou e de tanto tocar eu atendi. Era uma senhora e ela abriu o coração. Ela me disse que estava com AIDS e havia pego do próprio marido. Eu orei por ela para que o Senhor tocasse o seu coração e tranquilizasse seus os sentimentos. Sabia que era difícil, mas pedi ao Senhor que a curasse. Fui para Missa e coloquei como intenção a sua cura. Não demorou muito tempo, em uma cidadezinha em que fui em missão, veio uma senhora, a mesma que estava com AIDS e me disse: “Padre, primeiro, o senhor me falou ao telefone, tranquilizou o meu coração. E, segundo, o mais importante: fiz o teste de HIV e eu estou curada.”

Veja bem o que é palavra de sabedoria. Que conselho eu ia dar para aquela senhora? O que fiz foi falar palavras de sabedoria. E o senhor a curou.

São Paulo nomeia depois o dom da fé. É aquela fé carismática. A certeza que Deus nos dá.
Minha irmã Márcia fez 11 cirurgias e ficou 103 dias na UTI. Destes 103 dias, ficou 2/3 em coma, mas deu dava ao meu coração a certeza de que Ele curaria a Márcia. Eu dizia a minha sobrinha: Patrícia, é milagre nosso de cada idia. Minha irmã está curada.
É preciso que nós tenhamos fé, muita fé. E com a fé que nós temos, usemos os dons.

Dom de cura.

Uma senhora, Dona Laura, teve um dom de cura excepcional. Ela organizava grupos de oração em sua cava e orava pelas pessoas ao final do grupo, impondo as mãos sobre cada uma. E muitas curas aconteciam. A notícia se espalhou e o Bispo a proibiu de rezar pela cura. Ela ao partilhar comigo, eu disse: “tia Laura, no final do grupo todos poderiam das as mãos e rezarem um Pai Nosso”. E naquele Pai Nosso as pessoas eram curadas e davam testemunho.

Ela adquiriu uma coisa interessante. A partir de quando ela começou a rezar o Pai Nosso, Deus deu para ela o dom da palavra de ciência. Ela não desobedeceu ao Bispo, porém não deixou de rezar o Pai Nosso. Nos nossos grupos de oração é preciso orar pela cura. Hoje não é proibido. Podemos rezar pelas pessoas, impor as mão sobre elas para serem curadas. Deus quer curar e é preciso que tenhamos fé e oremos pela cura. Jesus disse: “O que pedirdes ao Pai em meu nome, vo-lo farei.”

Nossos grupos de oração não podem ser somente grupos de reza. Nossos grupos são grupos carismáticos. E só são carismáticos quando neles se usam os carismas. Nós não fazemos nada e não conseguimos fazer nada. Nós simplesmente rezamos. A tia Laura rezava simplesmente o Pai Nosso.

Leia também:
:: Em Maria somos filhos da misericórdia
:
: Porque olhou para a humildade de Sua serva

Dom de profecia

Um dom maravilhoso é o dom de profecia. No dom de profecia, o Espírito Santo nos dá aquela moção de dizermos algo na primeira pessoa. Não é uma instrução que nós mesmo damos, mas é o próprio Deus falando pelos lábios de uma pessoa. O dom de profecia não é dom de adivinhação e nem de prever o futuro.

Profecia vem do grego prophetes, que significa falar por alguém. Deus falando pelos lábios da pessoa. E o efeito da palavra da profecia é grande, pois não é algo humano mas divido.
É preciso que surjam profetas, homens e mulheres, que movidos pelo Espírito Santo, que tragam aquilo que Deus está falando.

Dom dos discernimentos dos Espíritos

Já falei do dom dos discernimentos dos espíritos, que é o que São Paulo nos apresenta na leitura.

Dom de língua e dom de interpretação.

Dom de línguas é o mais comum, mas não pode desaparecer da nossa vida.
E ninguém pode proibir a oração em línguas.

O Próprio Papa nos disse no Encontro Mundial das Novas Comunidades: “Orem e ajudem as pessoas a orar em línguas nos próprios grupos de onde vocês vieram”. Eu nunca imaginei o que o Papa dissesse uma coisa destas. Eu tremi na base. Se o Papa falou assim, ninguém, nem bispo e nem padre, tem o direito de proibir a oração em línguas. Por isso, eu mesmo não posso me proibir de orar em línguas.

Podemos fazer seminários de dons, para que entendamos os dons e tenhamos a coragem de usar os dons. Para sermos com Paulo, que fez este caminho maravilho. Paulo teve o discernimento do Espírito Santo e por isso aconteceu a evangelização da Europa. Paulo deu o passo e dando o passo, segundo a moção do Espírito Santo, a Europa foi evangelizada. E não é pouca coisa.

Que os milagres aconteçam. Que os prodígios acontecem. Para que nós, com simplicidade e pobreza, mas com toda coragem, usemos os dons. Tenhamos audácia, coragem, intrepidez, parresia…

Obra de Maria, passa para a Macedônia. Dá um passo. Vocês tem uma grande Macedônia pela frente. Que a Obra de Maria seja uma escola de dons do Espírito Santo!

Transcrição e adaptação: Mary Luce

Adquira essa pregação pelo telefone: 12 3186- 2600

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo