Alegres na esperança, fortes na tribulação, perseverantes na oração

Emanuel Stênio
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

A nossa esperança se renova em uma vida de oração a Deus

Somos convidados a sermos homens e mulheres com uma vida de oração ativa. Assim seremos luz para o mundo.

A Canção Nova nasceu de um estudo bíblico intitulado pelo  Monsenhor Jonas Abib de, “A Bíblia no meu dia a dia”. Esse estudo segue três diretrizes: uma promessa, uma ordem e um princípio eterno.

Se você deseja ter uma intimidade com o Senhor leia a bíblia seguindo este método. Crendo nos princípios e nas promessas de Deus,e  diante da tribulação nós viveremos com esperança.

O amor sincero e fraterno

Deus nos chama a sermos sinceros, Ele nos convida a vivermos a nossa essência,por isso nosso amor precisa ser sincero.

Somos uma nação a qual a maioria é católica, mas que vergonha o que vivemos, pois não somos radicais verdadeiramente. Usamos Deus apenas para ganhar bênçãos. Somos católicos, mas não concordamos com muitas coisas que a Igreja  diz.

Quando alguém é muito bem querido pelo mundo, preste atenção e fique atento, pois não fomos feitos para sermos aplaudidos pelo mundo. 
Precisamos ser fiéis a Deus, detestar o mal e tudo aquilo que não nos faz bem.

.: Confira todas as fotos do Acampamento de Carnaval!

É preciso haver amor entre irmãos dentro da nossa própria casa. A única “competição” que deve existir entre as pessoas é de quem “ama” mais,pois o próprio Deus nos chama a viver esse amor fraterno.

Precisamos nos comprometer em ter uma vida nova, comprometendo-se em servir ao Senhor e amar o próximo,sendo alegres na esperança, fortes na tribulação e perseverantes na oração.

Ser forte na tribulação é viver esse momento firme e fiel a Deus, mesmo que tudo esteja “desmoronando”.

Não podemos vencer às situações com o mal, mas vencer o mal com o bem!

Assista a um trecho da pregação:


Leia mais:

.: Sejamos fiéis na tribulação e confiantes na esperança de Jesus
.: A sociedade brasileira não pode perder a esperança
.: 10 motivos para não perder a esperança

Transcrição e adaptação: Letícia Barbosa

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo