Jejum e oração

Quando a Palavra de Deus vem para nós, e mesmo que venha de uma pessoa que não seja um grande orador, é a Palavra de Deus, e entra em nossos ouvidos, e quando a lemos entra através dos nossos olhos e atinge o nosso coração e nos dá uma nova vida, uma nova alegria, força e nos faz uma nova pessoa.

O que faz com que a Palavra de Deus tenha este fruto em nós? É quando o coração humano está inundado pela oração e pela própria Palavra de Deus.

Vou contar a vocês sobre este evento que ocorreu no II Congresso da RCC em Bombaim, onde me pediram para fazer uma oração para o batismo no Espírito Santo. Fiz uma oração para preparação: cura interior, libertação e para efusão do Espírito Santo. E durante a oração houve algumas manifestações, precisaram tirar uma jovem do recinto, e depois que terminou percebi o quanto ela estava no poder do inimigo. Naquela noite, não rezei por ela porque já estava muito tarde, mas fui ao apartamento onde estava para rezar no dia seguinte. Ela me viu e saiu da sala, mas logo em seguida ela caiu, as amigas a colocaram na cama e então começamos a rezar por ela e se passaram três horas. Então, parei de rezar e fui para o outro quarto e comecei a rezar em silêncio.

Ouça: Padre Rufus diz da importância de entender a Palavra para se entender a Deus

Então quando levantei senti uma paz, e retornei ao quarto em que a jovem estava, e ela tinha os lábios cerrados. Então comecei a orar calmamente, e a moça começou a escrever algo no lençol com o dedo.  

Parecia que ela estava escrevendo o alfabeto, e como eu não entendi, não dei muita atenção. Então eu disse: ‘Senhor Jesus, eu não prestei atenção, mas eu não esperava que o Senhor fosse falar comigo desta forma’. Então a moça começou a escrever as mesmas letras novamente, e todo mundo ficou prestando atenção. Ela escreveu as palavras 'surdo-mudo'. Em silêncio, eu dizia ao Senhor: “Jesus, fale comigo em frases completas!”. E novamente a garota escreveu as mesmas palavras: 'Surdo-mudo'. Era como se Jesus dissesse: ‘Ruffus, você conhece bem a Bíblia, e você deve entender’.

E após isso veio à minha mente que quando Jesus expulsa um demônio, Ele dizia: ‘Eu ordeno espírito surdo e mudo que saia desta criança’. E era o mesmo espírito de surdo e mudo que fez com que ela tivesse ficado surda para a Palavra do Senhor e a impedia de falar e não pronunciasse o nome de Jesus. Quando eu perguntei quem era? Ela não abriu a boca, então, vi que ela tinha também o espírito de mudez. De forma que  ao saber qual era o problema, fiz o mesmo que Jesus fez havia feito dois mil anos: 'Em nome de Jesus eu te ordeno que em 10 segundos você saia para não mais voltar!'

E ela caiu desfalecida na cama como que desmaiada. Ela estava liberta. É claro que as amigas pensaram que ela tinha desmaiado ou morrido. E eu disse: ‘Ela parece morta, mas está viva. Esperem um pouco, ela só está dormindo’.

Percebi que apenas pelo poder da oração, na qual nós falamos com Deus, pode se realizar o que é impossível para o homem, mas que é possível para Deus.

Hoje esta jovem evangeliza na Austrália, é uma líder da RCC.

A menos que dediquemos tempo com o Senhor, nada pode acontecer.

Uma das coisas que minha mãe falava, constantemente, e que dizia um grande poeta inglês: ‘Mais coisas podem ser feitas pelo poder da oração do que este mundo pode imaginar. Mais coisas podem ser feitas pelo poder da oração do que o mundo pode sonhar’.

É por isso que eu me lembro que minha mãe foi educada pelas irmãs portuguesas, de Fátima, chamada Hospital das Irmãs Franciscanas de Maria. Recordo-me de que ela me lembrava que todas as manhãs me acordava e me fazia fazer minhas orações enquanto eu estava na cama. Ela me fazia repetir a oração (Ofertório) da manhã, o que é uma oração especial ao Sagrado Coração de Jesus. E então depois eu até podia voltar a dormir. Toda noite ela se certificava de que eu iria fazer a oração da noite, e me fazia recitar uma oração, pedindo a Deus que me protegesse do inimigo.

Apesar de lidar com o inimigo todos os dias, eu não tenho medo dele, e nada acontece comigo, porque desde o meu tempo de criança eu rezo para o Senhor me proteger e me defender dele. E também o terço que rezávamos em família, o que era a coisa mais importante para nós. Rezávamos todos os dias. Não me lembro de nenhum dia em que tivéssemos deixado de rezá-lo.

Eu ainda posso me lembrar do meu pai com um terço marrom e minha mãe com um negro, e todos nós de joelhos diante do altar da família. Nós terminávamos o terço e rezávamos a oração de Maria pelas almas do purgatório. Quem sabe exatamente esta oração pelas almas do purgatório sabe o segredo para o nosso ministério até os dias de hoje.

E por isso, nesta Santa Missa, queremos recordar duas coisas: Que somente a Palavra de Deus, que é plantada em nossos corações, pode nos fazer crescer e nos transformar em verdadeiros discípulos de Jesus, e em segundo lugar, que somente pelo poder da oração é que nós poderemos experimentar proteção e defesa contra o inimigo de Deus.

Ouça: Padre Roger reza clamando cura e libertação em nome de Jesus


Padre Rufus Pereira


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo