Jovem, ajuntai tesouros no céu

"Onde está o teu tesouro aí está o teu coração" (Mateus 6, 21).

Emanuel Stênio
Foto: Maria Andréa/ cancaonova.com

A primeira Palavra de Deus, meditada hoje, é uma ordem: "não ajuntar tesouros aqui na Terra". Temos visto as pessoas perderem o foco da sua vida por isso.

As pessoas têm se esquecido de que fomos feitos para o céu. Há pensamentos de que a nossa vida se resume apenas a essa vida terrena, por isso nós mergulhamos nos prazeres momentâneos, no imediatismo, nas banalidades. Parece que o sinônimo de felicidade está diretamente ligado à atitude de possuir bens, e muitos desses bens são pessoas. É o carro, o trabalho, a última novidade na tecnologia, a moto, aquela pessoa…

Onde está a sua felicidade? Onde você está juntando seu tesouro?

Existem pessoas que depositaram tanto sua vida naquele tesouro, seja um emprego, um bem (casa, carro, computador, etc.) ou pessoas, que quando são roubadas, quando perdem aquele bem, elas se sentem como se tivessem perdido a vida. Quantos jovens há que, por não passarem [no vestibular] na faculdade, perderem aquele emprego, ou romperem o relacionamento, caem numa depressão e querem tirar a própria vida. Tem aumentado muito o número de suicídios no Brasil entre os jovens. Sabe a causa? Eles colocaram a sua esperança, projetos, sonhos, vida, seu coração, nesse tesouro terreno e se esqueceram do céu.

Conheça o blog de Emanuel Stênio

E como ajuntar tesouros no céu? Quero apresentar, dentre tantos, quatro pontos: Oração, sofrimentos oferecidos, luta pela santidade, vivência evangélica.

Oração: estar em intimidade com Deus. Muitas pessoas têm me pedido aconselhamento e trazem situações muito difíceis. A resposta que tenho é “Tudo pode ser mudado pela força da oração". Será que temos rezado suficientemente? Rezar o terço a Nossa Senhora, ler a Palavra de Deus, adorar Jesus no Santíssimo Sacramento, participar de grupo de oração, fazer jejum, confessar-se, comungar o Corpo do Senhor, participar dos sacramentos da Igreja. Isso é imprescindível, é necessário, essencial para ser feliz, para ter Deus, para ajuntar tesouros no céu.

"É preciso que nós nos tornemos uma geração de jovens que aguente firme!"
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

Veja mais fotos no Flickr

Veja mais fotos no Facebook


Sofrimentos oferecidos:
nenhum sofrimento pelo qual nós passamos é em vão. Nunca peço sofrimento para minha vida, pois sei que eles vêm sem eu pedir. Mas aprendi a oferecê-los, a apresentar os meus sofrimentos pela minha conversão, por alguma intenção particular ou de outros. Quanto e quantos santos da Igreja fizeram essa experiência! Na realidade, todos os santos a fizeram. O seu sofrimento, mãe, pode salvar seu filho. Sofrer por sofrer todo o mundo sofre, mas a diferença dos cristãos é que nós temos para quem oferecer. E damos sentido ao nosso sofrimento.

Nesse ponto quero falar sobre o que o padre Jonas sempre nos ensinou: Aguenta firme! É preciso que nós nos tornemos uma geração de jovens que aguente firme. Aguentar firme para viver a castidade. Quantos jovens casais de namorados querem viver uma vida casta, mas não conseguem. Quando me perguntam algo eu digo: "Eu também quero fazer, mas precisamos aguentar firmes! Faça alguma coisa: saia correndo, tome banho gelado, não vá namorar naquele dia, sei lá, dê seu jeito, mas não ceda à tentação! Você consegue. Deus só dá o frio conforme o cobertor, Ele nunca permitirá que sejamos tentados além das nossas forças. Aguente firme!

A luta pela santidade: São Paulo ensina que vivemos uma luta constante, mas não é contra homens de carne e sangue que lutamos, mas contra a tentação. O demônio não quer jovens santos, ele detesta a juventude. João diz:" eu vos escrevo, jovens, porque sois fortes e vencestes o maligno", nós podemos, em Cristo, vencer o maligno, a tentação. Mas interessante: na tentação contra a sexualidade desregrada se vence sendo covarde, ou seja, fugindo, não enfrentando o maligno. Se Eva tivesse fugido da serpernte ela não teria pecado, mas ela foi conversar com ela…

Cuidado, rapaz, com seu olhar! Tire o olho de certas partes do corpo da mulher. E, mulheres, por favor, ajudem a nós homens. Coloquem roupas decentes, que tampem a sua barriga, que não modelem o seu corpo. Essa luta diária pela santidade é um tesouro maravilhoso que juntamos no céu.

Por fim, a vivência evangélica: Você precisa ser um cristão de verdade, ou seja, um outro Cristo. E para viver como Cristo precisamos saber o que Ele fez, como Ele viveu. Uma pergunta importante que deve sempre estar no nosso coração é: no meu lugar o que Jesus faria? Há até um filme com esse título, um filme muito bacana cristão, que mostra a mudança numa cidade em função dessa pergunta, porque a resposta é a atitude que devemos tomar para ser felizes.

::Comente esta pregação no Facebook

::Comente esta pregação no Twitter

Também é preciso ler os Evangelhos e praticá-los. Ler as bem-aventuravas, perdoar, não julgar, amar, rezar pelos inimigos, dar esmolas, rezar, jejuar, não cometer adultério, acolher os pequeninos, os órfãos, dar comida a quem tem fome, bebida a quem tem sede, visitar os doentes e prisioneiros, ser caridoso, e muito mais. E como descobrir isso? Como viver isso? Aí é a função do grupo Jovens Sarados, da oração pessoal, da leitura da Bíblia.

Dei essas quatro dicas, passos, para que você possa ajuntar tesouros no céu. E Jesus termina: "pois onde estiver o teu tesouro aí estará também o teu coração". Se você tiver o olhar para o céu, para o alto, você será muito feliz. Seja uma águia e não uma galinha!

Transcrição e adaptação: Daniel Machado

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo