O poder libertador da Palavra de Deus

Thiago Tomé

Thiago Tomé | Foto: Bruno Marques/cancaonova.com

A Palavra meditada está no Evangelho de São Marcos 5,1-10:

“Passaram à outra margem do lago, ao território dos gerasenos. Assim que saíram da barca, um homem possesso do espírito imundo saiu do cemitério onde tinha seu refúgio e veio-lhe ao encontro. Não podiam atá-lo nem com cadeia, mesmo nos sepulcros, pois tinha sido ligado muitas vezes com grilhões e cadeias, mas os despedaçara e ninguém o podia subjugar. Sempre, dia e noite, andava pelos sepulcros e nos montes, gritando e ferindo-se com pedras. Vendo Jesus de longe, correu e prostrou-se diante dele, gritando em alta voz: ‘Que queres de mim, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Conjuro-te por Deus, que não me atormentes’. É que Jesus lhe dizia: ‘Espírito imundo, sai deste homem!’. Perguntou-lhe Jesus: ‘Qual é o teu nome?’. Respondeu-lhe: ‘Legião é o meu nome, porque somos muitos’. E pediam-lhe com instância que não os lançasse fora daquela região”.

Vamos conhecer um pouco da Palavra de Deus por meio dessa história. Jesus curou um homem que estava tomado por uma legião de demônios.

A região dos Gadarenos ficava do outro lado do lago. Os judeus não costumavam andar por lá. Um homem nu, preso com correntes e possesso por uma legião de demônios vivia naquela região onde, também, os porcos eram sacrificados para o culto dos deuses.

Jesus chamou os discípulos para atravessar para o outro lado do lago. Os discípulos que caminhavam com Ele, ainda estavam descobrindo quem, de fato, era Jesus; se Ele era Deus e se tinha poder.

O homem possuído por demônios

Aos olhos da sociedade, o homem possesso por demônios, não tinha mais jeito. então, a única solução era matá-lo. Mas quando Jesus chegou do outro lado do lago, o homem veio correndo até Ele e, para Jesus, não tem diferença se é apenas um demônio ou uma multidão de demônios.

No contexto anterior da Palavra, em Marcos 4,35-40: “À tarde daquele dia, disse-lhes: ‘Passemos para o outro lado’. Deixando o povo, levaram-no consigo na barca, assim como ele estava. Outras embarcações o escoltavam. Nisso, surgiu uma grande tormenta e lançava as ondas dentro da barca, de modo que ela já se enchia de água. Jesus achava-se na popa, dormindo sobre um travesseiro. Eles acordaram-no e disseram-lhe: ‘Mestre, não te importa que pereçamos?’. E ele, despertando, repreendeu o vento e disse ao mar: ‘Silêncio! Cala-te!’. E cessou o vento e seguiu-se grande bonança. Ele disse-lhes: ‘Como sois medrosos! Ainda não tendes fé?’”.

Neste contexto, os discípulos tinham acabado de vencer uma tempestade, e Jesus estava dormindo no fundo do barco, mas Ele estava no lugar certo, no lugar que controlava tudo. O barco é controlado por trás, o leme do barco fica atrás.

Com Jesus, vencemos as tempestades

Quando estamos passando por uma tempestade, parece que Jesus nos esqueceu, que Ele está dormindo, mas Jesus já nos ajudou a vencer muitas tempestades e nos ajudará a vencermos outras.

Cristo estava no lado da multidão, sendo aclamado por pessoas que queriam ser curadas e, também, por outras pessoas que queriam matá-lo. Ele sabia o que estava fazendo quando decidiu atravessar para o outro lado do lago.

Leia mais: 
.:Palavra de Deus, um sustento real!
.:O que a Bíblia diz sobre palavras de maldição?
.:Todo cristão deveria ter a Palavra de Deus gravada no coração

Jesus só fica onde é convidado

Jesus chegou naquele lugar para salvar toda a cidade, mas Ele não foi acolhido, O mandaram embora. Jesus só fica onde é convidado e querido. Você pode pensar muitas vezes: “Jesus não gosta de mim. Não fica com a minha família”. Mas, quantas vezes você tem intimidade com Jesus? Será que nós temos buscado esse Deus que acalma as nossas tempestades?

Quantas vezes mandamos Jesus embora. Quando pecamos, mandamos Jesus embora; quando não amamos o próximo, estamos mandando Jesus embora.

Pode ser que as pessoas olhem para você e te diminuam, digam que você não é digno, mas o olhar de Deus sobre você é outro, você tem dons que são só seus, e Ele te deu oportunidades que são só suas.

Muitas vezes, achamos que somos os piores, que não temos solução, que Jesus está dormindo no nosso barco, mas o mesmo Jesus que curou o endemoniado, tem amor por nós.

A Palavra nos cura, salva e liberta

Estamos falando da Palavra que cura, salva e liberta, Jesus é essa Palavra. Pois, o Verbo Divino se fez carne e habitou no meio de nós.

Os demônios tentaram matar aquele homem, assim como tentam roubar cada um de nós, mas Jesus vem para nos salvar, libertar e curar. Enquanto o inimigo vem para causar a morte, Jesus vem para trazer a vida. Você tem vivido como morto ou como vivo? Apesar do que passamos, Deus cura, salva, liberta e nos traz a paz.

Banner do canal PlayCancaonova no Youtube

Transcrição e adaptação: Karina Silva

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo