O amor do Pai nos traz melhora e cura

Padre Edilberto Carvalho

Padre Edilberto Carvalho | Foto: Arquivo CN/cancaonova.com

O Senhor nos traz melhora e cura, mas, a partir do livro do profeta Jeremias, vamos compreender como se dá esse processo de cura que Deus fez com o povo e quer fazer conosco.

“Pela segunda vez, enquanto Jere­mias ainda estava detido no átrio da prisão, foi-lhe dirigida a palavra do Senhor nestes termos: “Eis o que diz o Senhor que criou a terra, que a modelou e consolidou e cujo nome é Javé: invoca-me, e te responderei, revelando-te grandes coisas misteriosas que ignoras. Portanto, eis o que diz o Senhor, Deus de Israel, a propósito das casas da cidade e dos palácios dos reis de Judá que foram demolidos para dar lugar às fortificações e às armas dos caldeus, vindos para combater, e para enchê-las de cadáveres dos homens que firo em minha cólera, e por cuja malícia desviei minha face dessa cidade. Vou pensar-lhes as feridas e curá-las, e proporcionar-lhes abundância de felicidade e segurança. Transformarei a sorte de Judá e de Israel, e os farei voltar ao que eram outrora. Eu os purificarei de todos os pecados que contra mim cometeram, e lhes perdoarei todas as iniquidades de que se tornaram culpados, revoltando-se contra mim. Será para mim motivo de alegria, felicidade e glória diante de todas as nações da terra, o saberem todo o bem com que agraciei meu povo. Ficarão tomadas de receio e temor por causa desse bem e da prosperidade de que vou cumulá-lo”. Eis o que diz o Senhor: “Neste lugar, do qual dizeis que não passa de um deserto sem homens nem animais; nas cidades de Judá e nas ruas de Jerusalém devastadas, onde homem algum habita, nem um animal se encontra, se ouvirão novamente gritos de alegria, cânticos de júbilo, a voz do esposo e da esposa, aclamações daqueles que cantarão: louvai o Senhor dos exércitos, pois que ele é bom e eterna a sua misericórdia, ao apresentarem no templo seus sacrifícios de ação de graças, pois que restituirei a terra tal qual era outrora – oráculo do Senhor”. Eis o que diz o Senhor dos exércitos: “Neste lugar que é deserto, sem homens nem animais, e em todas as suas cidades, haverá novamente abrigos para os pastores que apascentarão seus rebanhos. Nas cidades das montanhas, nas da planície e nas do Negueb, na terra de Benjamim, nos arredores de Jerusalém e nas cidades de Judá hão de passar ainda rebanhos pela mão do que os conta – oráculo do Senhor. Eis que outros dias virão. E nesses dias e nesses tempos farei nascer de Davi um rebento justo que exercerá o direito e a equidade na terra.” (Jeremias 33, 1-15)

Nesses versículos, podemos perceber as promessas de um Deus que nos ama. São promessas de amor. Os capítulos anteriores também são declarações do amor de Deus, que ama Seu povo de forma inigualável.
Deus revelou a Jeremias o que iria acontecer com o povo de Israel, e após todas as revelações, eles sofrem o saqueamento feito por Nabucodonosor e são levados ao cativeiro da Babilônia.
Por que Deus revela todo amor sabendo que eles seriam deportados e sofreriam? Para gerar esperança em seus corações! Deus estava regando suas raízes, para que, por meio da esperança deles, surgisse um broto como prometido.

1600x1200-pragacao-PEdilberto

“Os sofrimentos de hoje precisam ser escadas para a nossa vitória!” – Foto: Arquivo CN/cancaonova.com

O amor do Pai se revela em Jesus

A restauração total de Israel só viria quando Cristo nascesse. Em Jesus Cristo revela-se todo o amor do Pai. Numa aparente derrota, no Calvário, Jesus revela a força do Seu amor.
Quando deixamos Deus entrar em nossa história, Ele transforma todo o nosso passado. Deus pode usar de tudo para se tornar um broto de esperança para nossa salvação. Se nós O deixarmos fazer, Ele transformará também o nosso futuro!
Para as melhoras aparecerem em nossa vidas, são necessários também os nossos esforços. A paciência é essencial para todo esse processo.
O que precisamos fazer? Perdoar?
Se dermos os 100% da nossa parte, Deus cuidará de nós como um Pai, e no tempo oportuno Ele fará o que for necessário. No tempo certo, todas as suas promessas se realizarão.

O Pai nos dá o que merecemos

Como um pai que nos ama, Deus nos corrige, e porque sabe o que está em nossos corações, nos dá o que merecemos. Antes de ficarmos esperando Ele realizar, é preciso que façamos a nossa parte. O necessário para hoje é pararmos e fazermos um exame de consciência de como está a nossa vida.
Aquele tempo no exílio serviu para o povo de Israel como um forte tempo de exame de consciência, e eles sentiram saudade de Deus. Muitas vezes, Deus não nos concede as graças porque ainda não estamos preparados para recebê-las. Somos experientes em estragar os planos de Deus.

O processo da cura

Durante os 70 anos na Babilônia, muitos abandonaram Deus, não firmaram raízes na esperança do que Ele já lhes havia dito, mas muitos se firmaram na esperança e retornaram para o Senhor.
Passamos por sofrimentos, mas não podemos apagar o que vivemos, pois de tudo Deus se utiliza para gerar um broto de esperança. Deus quer germinar o broto de salvação em nós!
Às vezes, foi a partir de um erro seu que Deus se utilizou para alcançá-lo, numa aparente derrota. A partir de um não que você recebeu em uma proposta de emprego, você recebeu, a partir daí, uma proposta melhor.

Leia mais: 
.: Arquivos Cura interior – Formação
.: Perdoar é um caminho seguro de cura para a nossa vida
.: O amor de Deus nos cura – Formação
.: Experimentar o amor de Deus – Formação

Os sofrimentos de hoje precisam ser escadas para a nossa vitória! Voltemos para Deus com toda nossa alma! Os olhos do Senhor estão sempre voltados para nós, Ele nunca nos abandona, não mente; Ele é amor e nunca pode deixar de amar.
Nós podemos até ser infiéis a Ele, mas o segredo é permanecermos n’Ele! Deus poderia nos curar de forma instantânea, mas a Sua pedagogia é a cura no dia após dia.
Mais do que curar o nosso físico, Deus quer curar a nossa alma, e essa cura é mais lenta. Deus nos cura revelando o Seu amor de Pai por nós!

Transcrição e Adaptação: Bruna Marta

Banner THE CHURCH

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo
Pregações Youtube